Nutrição

9 benefícios do chocolate para a sua saúde

Boas notícias para os amantes de chocolate. A comunidade científica encontrou não uma, mas nove razões que justificam o seu consumo. Contudo, para privilegiar dos benefícios do chocolate, a moderação é fundamental e não é qualquer tipo de chocolate que serve o propósito.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
9 benefícios do chocolate para a sua saúde
Unsplash
Marta Vieira
Escrito por
Mai. 26, 2020

A Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) refere na sua página oficial que nove em cada dez pessoas gostam de chocolate, sendo que metade destas tem mesmo compulsão pela sua ingestão. Sabia que todos os dias, no mundo inteiro, um bilião de pessoas consome chocolate?

Porque é que não estamos surpreendidos? De facto, o seu papel na sociedade atual é de grande destaque, apesar de a sua história vir de longe, e até há uma dia destinado à sua celebração: 7 de julho.

O chocolate é ingerido de todas as formas possíveis e nos mais variados momentos, sejam de stresse, felicidade ou também de tristeza. E apesar do seu consumo estar comummente associado a efeitos negativos para a saúde –excesso de peso, diabetes, problemas dentários e até reações cutâneas – a verdade os benefícios do chocolate são reais e recomendam-se. Mas como assim?

É sobretudo necessário atentar a dois fatores essenciais: a quantidade que se consome e o tipo de chocolate escolhido.

Efetivamente, é verdade que o chocolate em excesso terá todos os efeitos negativos já mencionados e mais ainda. Para fazer parte da sua dieta deve então ser consumido em moderação. Um quadrado por dia será o suficiente.

Mas existem diferentes tipos de chocolate – de leite, branco, ruby ou rosa e amargo – com composições igualmente distintas. Segundo os especialistas é este último, o chocolate amargo, também conhecido como chocolate negro ou preto, que devemos privilegiar.

Na verdade, os benefícios do chocolate devem-se unicamente ao seu fruto base: o cacau, considerado mesmo um superalimento. Ora quanto maior a concentração de cacau mais saudável será o alimento (por se tratar de um poderoso antioxidante), e menor será teor de açúcar estará presente.

Assim, enquanto que os restantes tipos de chocolate têm normalmente até 30% de cacau na sua composição, juntamente com açúcar, leite e manteiga, o chocolate amargo deve ter pelo menos 70% de cacau, até para se conseguirem obter os benefícios do chocolate. Pode encontrar alguns, inclusivamente, com 99% deste ingrediente.

Como os benefícios do chocolate se devem exclusivamente ao cacau, este deverá ser sempre o ingrediente principal a privilegiar a escolha do mesmo. Agora já sabe, chocolate em moderação e sempre amargo.

Principais benefícios do chocolate para a saúde

1. Ajuda a perder peso

Pode parecer um contrassenso, mas é mesmo verdade. Senão veja: comer um pequeno quadrado deste tipo de chocolate antes de uma refeição, por exemplo, vai dar a informação ao cérebro de que está cheia, aumentando a sensação de saciedade. Desta forma, diminui-se a quantidade de comida ingerida posteriormente, permitindo a regulação do peso.

2. Reduz os níveis de mau colesterol

A investigação mostra que o consumo de chocolate preto pode ajudar não só a baixar os níveis de LDL, mais conhecido como mau colesterol, como aumenta mesmo os níveis de bom colesterol ou HDL.

Para além do seu efeito antioxidante, que previne a formação de placas de gordura nas artérias (aterosclerose) o cacau é ainda um cardioprotetor.

3. Protege o coração

O chocolate amargo ajuda a prevenir as doenças cardiovasculares e até o risco de ataque cardíaco. Uma vez que os componentes deste ajudam a controlar o colesterol, a longo prazo levará a que haja menos LDL nas artérias, reduzindo o risco de doença cardíaca.

Também devido às suas propriedades anti-inflamatórias se promove um fluxo adequado de sanguíneo.

4. Melhora a função cerebral

Está comprovado que o consumo de chocolate negro melhora a cognição e impede a perda de memória. Assim, para além de se estimular a função cerebral pelo aumento de sangue no cérebro, certas substâncias aqui presentes reduzem o declínio da memória em pessoas mais velhas, prevenindo o Alzheimer. O cérebro mantém-se assim saudável e jovem.

5. Pode prevenir a diabetes

O chocolate amargo em moderação pode atrasar ou impedir o aparecimento da diabetes, uma vez que estabiliza os níveis de glicose na circulação sanguínea.

Por outro lado, melhora a sensibilidade à insulina, hormona associada não só a esta doença como a a inflamações e à acumulação de gordura abdominal.

6. Controla a pressão arterial

O cacau é rico em potentes antioxidantes que inibem uma enzima reconhecida por aumentar a pressão sanguínea.

Assim, há uma diminuição da pressão arterial e melhor circulação do sangue, uma vez que se consegue o relaxamento das artérias.

7. Protege a pele do sol

Comer chocolate amargo é bom para a sua pele. Os flavonoides, compostos bioativos do cacau, aumentam a densidade de hidratação desta, protegendo-a contra os danos da radiação UV.

Antes de ir para a praia coma um quadrado de chocolate, mas, claro, não dispense o protetor solar.

8. Ajuda prevenir o cancro

Ainda são poucos os estudos que indicam que o chocolate amargo possui propriedades que auxiliam na proteção de certos tipos de cancro, mas têm vindo a aumentar.

Os antioxidantes do cacau protegem as células dos danos causados pelos radicais livres, dos quais já deve ter ouvido falar. Estas moléculas de oxigénio que se pensa estarem ligadas esta patologia são também responsáveis pelo envelhecimento da pele.

9. Aumenta a sensação de bem-estar

Finalmente, um último benefício do chocolate não menos importante: aumenta a sensação de bem-estar, melhorando a disposição e o humor, e aliviando os níveis de stress.

Como? O chocolate estimula a libertação de alguns neurotransmissores, entre eles endorfinas – hormonas que reduzem o stresse, diminuem a dor e induzem a satisfação. Também a serotonina enquanto neurotransmissor se destaca, pelo seu efeito antidepressivo.

Últimos