Nutrição

7 alimentos anti-inflamatórios que deve incluir no seu dia a dia

Saiba quais são os alimentos anti-inflamatórios que combatem e previnem algumas das doenças de inflamação aguda e crónica.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
alimentos anti-inflamatórios
Vanessa Pina Santos
Escrito por
Vanessa Pina Santos
Jun. 26, 2019

Os alimentos anti-inflamatórios são uma poderosa ajuda no combate da inflamação do nosso organismo, que pode ser aguda ou, nos casos mais graves, crónica. Mas, afinal, o que é a inflamação e como atua?

Pode parecer estranho, mas a inflamação é um processo natural de defesa do organismo contra vírus, bactérias e outros agressores externos que são prejudiciais à saúde.

Este processo é “responsável pela ativação das diferentes células do sistema imunitário para que as mesmas atuem de forma a diminuir a disponibilidade de nutrientes que possam beneficiar os agentes agressores. Desta forma, é possível eliminar o corpo estranho do nosso sistema”, explica a nutricionista Lillian Barros, à Saber Viver.

Nesta situação estamos perante uma inflamação aguda, que tem um período de duração curto, como uma amigdalite, por exemplo. Os problemas começam a surgir quando esta inflamação se torna crónica.

“Quando há um processo de inflamação crónico, o organismo entende que está sempre a ser atacado. É como se estivéssemos em modo de alerta constante, até que o corpo perde o controle e o que era um modo de cura, passa a gerar uma doença. Neste estado ativo de alerta, é privilegiada a chegada de nutrientes às células do sistema imunitário em detrimento das restantes”, adianta.

Esta última situação é o ponto de partida para o surgimento de várias doenças crónicas, como a diabetes, doenças cardiovasculares, doença de Crohn ou Alzheimer.

A boa notícia é que existem vários alimentos com características anti-inflamatórias e que ajudam a prevenir e combater estas doenças.

Lillian Barros indicou-nos alguns desses alimentos, como por exemplo, os que são ricos em ácidos gordos de ómega 3, como o óleo de peixe, a linhaça e a chia. Mas, existem outros que facilmente pode incluir na sua alimentação diária.

Além de uma alimentação rica em propriedades anti-inflamatórias, não se deve esquecer de gerir o stresse. Vários estudos têm vindo a correlacionar a inflamação crónica com o stresse e, consequentemente, com a falta de memória e outras doenças do sistema neurológico.

7 alimentos com propriedades anti-inflamatórias

Gengibre

abacate

Além de ter propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que reduzem de forma eficaz os níveis da inflamação, também é um ótimo remédio natural no combate e na prevenção de náuseas e vómitos.

Curcuma

curcuma

Da família do gengibre, já se sabe que a curcuma previne o cancro e ajuda a combater a depressão. Este ingrediente é apontado pela nutricionista Lillian Barros como um importante neutralizador de inflamações. Já são vários os estudos que indicam que o consumo diário moderado desta raiz traz benefícios para a saúde.

Frutos vermelhos e mirtilos

frutos vermelhos

Os frutos vermelhos, tal como os mirtilos, além de terem um baixo teor de gordura, são ricos em antocianinas (pequenos pigmentos vegetais responsáveis pelas cores de algumas flores, alimentos e ingredientes) que têm um elevado poder anti-inflamatório.

Azeite extra-virgem

azeite

Conhecido como o ‘rei’ da gastronomia mediterrânica, o azeite por ser rico em polifenóis e ácido alfa-linoleico ajuda a combater as inflamações e a reduzir o chamado colesterol mau. Por isso, não se esqueça: use e abuse do azeite nas suas refeições!

Abacate

abacate

As divergências sobre os benefícios do abacate estão por todo o lado na Internet. No entanto, é um facto que este fruto contém nutrientes e minerais essenciais ao bom funcionamento do organismo, como o magnésio e o potássio (veja estas 27 receitas que pode fazer com abacate).

Além disso, o abacate “contém uma substância chamada beta-sitosterol que age como anti-inflamatório natural”, diz-nos Lillian Barros.

Repolho roxo

repolho-roxo

O repolho roxo contém polifenóis, glutationa e, também, antocianinas que agem como medicamentos anti-inflamatórios. Além disso, melhora a digestão e fortalece o sistema imunitário.

Alho

alho

Nunca é de mais falar sobre os inúmeros benefícios que o alho têm para oferecer à nossa saúde. Este poderoso antibiótico natural desintoxica, previne doenças cardiovasculares e a diabetes, ou seja, “ajuda a diminuir os processos inflamatórios no organismo”, diz-nos Lillian Barros.

Fontes: Inflammation: The Common Pathway of Stress-Related DiseasesChronic inflammation in middle age may lead to thinking and memory problems laterAnti-Oxidative and Anti-Inflammatory Effects of Ginger in Health and Physical Activity: Review of Current Evidence;

Descubra, ainda, os benefícios de consumir café todos os dias. 

Últimos