Cultura

O que fazer no fim de semana de 10 a 12 de janeiro

No fim de semana em que Lisboa dá início ao seu ‘reinado’ como Capital Verde Europeia, não perca a oportunidade de plantar uma árvore na cidade. Mas as nossas sugestões não se ficam por aqui, há muito mais para fazer e ver.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
O que fazer no fim de semana de 10 a 12 de janeiro
© Inês Costa Monteiro
Rita Caetano
Escrito por
Jan. 09, 2020

Lisboa é a Capital Verde Europeia durante este ano e o programa tem início já no dia 10 com uma festa no Pavilhão Carlos Lopes. No dia seguinte é inaugurada uma exposição sobre o mar no Oceanário e, no domingo, há 20 mil árvores para plantar, programas todos eles bons para serem feitos em família.

Continuando na capital, sugerimos-lhe ainda a peça de teatro Canto da Europa, duas exposições, uma festa no Lisbon Beer Department que ainda celebra os Reis e um restaurante.

Já no Porto, não perca a exposição de fotografia Porto Urbano e uma curiosa prova que junta o vinho do Porto a doces conventuais. Bom fim de semana!

O que fazer no fim de semana

Plantar uma árvore no âmbito da Capital Verde Europeia

exposição O Mar Como Nunca o Sentiu

© Pedro Pina

Lisboa ostenta este ano o título de Capital Verde Europeia e tudo vai começar com uma festa agendada para dia 10, às 15h, no Pavilhão Carlos Lopes. No dia seguinte, as atenções viram-se para o Oceanário, onde será inaugurada a exposição O Mar Como Nunca o Sentiu, uma instalação que proporciona uma experiência imersiva.

As imagens, filmadas exclusivamente no mar de Portugal, transmitem uma mensagem profunda sobre a ligação ancestral do Homem com o mar. As imagens são da autoria da artista portuguesa Maya, especialista em fotografia subaquática em movimento.

Onde: vários locais de Lisboa
Quando: a partir de 10 de janeiro.
Preço: a festa e plantação de árvores são atividades gratuitas; os bilhetes para o Oceanário custam 13€ (dos 4 aos 12 anos) e 19€ (dos 13 aos 64 anos).

Provar vinho do Porto e doces conventuais

prova de vinhos e doces conventuais

© D.R.

E se lhe dissermos que as Caves da Cockburn’s, em Vila Nova de Gaia, têm agora uma prova especial que une o vinho do Porto a doces conventuais, duas tradições tão nacionais? Pode até não acreditar, mas é verdade.

A prova junta o aveludado e elegante Cockburn’s 20 Anos Tawny com a suavidade do pão de ló; harmoniza o complexo Dow’s 30 Anos Tawny (com um leve toque cítrico) com a tarte de amêndoa, ajudando à intensificação dos sabores; e junta o Graham’s 40 Anos Tawny – que apresenta uma variedade sabores, como passas, café e casca de citrinos – à tarte de bolacha com creme de laranja.

Esta prova está incluída nas visitas às caves, onde é possível ver a última tanoaria em operação nas caves de vinho do Porto.

Onde: Caves da Cockburn’s,  Vila Nova de Gaia.
Quando: todos os dias, das 9h30 e as 18h (última visita, às 16h45), no entanto, esta prova especifica requer reserva prévia de 48 horas, através do e-mail cockburnslodge@cockburns.com ou pelo telefone 913 007 950.
Preço: 47€.

Ir ao teatro para pensar na Europa

teatro, canto da europa

© Sara Amado

Em Canto da Europa, de Jacinto Lucas Pires, assistimos a muitas histórias: a de Deirdre, uma rapariga irlandesa que decide ser atriz ao ver passar na rua Michel Piccoli; a de Robert, cuja filha fugiu para a Síria;  a de Paola, que anda a aprender a ser avó, entre muitas outras e interrogação é sempre a mesma: o que lhes irá acontecer neste canto da Europa?

Onde: Teatro D. Maria II, Lisboa.
Quando: de 10 a 26 de janeiro, quarta-feira e sábado, das 19h30; quinta-feira e sexta-feira, às 21h30 e domingo, às 16h30.
Preço: 11€.

Ouvir uma das vozes mais importantes do flamenco contemporâneo

rocio marquez, flamenco

© D.R.

Rocío Márquez é conhecida por ter aberto o flamenco a outras influências e vem a Portugal para dar a conhecer o seu mais recente álbum Visto en El Jueves. Em Lisboa e no Porto, vai estar acompanhada pelo guitarrista Juan Antonio Suárez ‘Canito’ e pelo percussionista Agustín Diassera.

Onde: CCB, Lisboa.
Quando: 11 de janeiro (Lisboa), às 21h; 12 de janeiro (Porto), às 21h30.
Preço: 18€ e 15€ (Lisboa); 18€ (Porto).

Ir ao cinema ver A Despedida

filme a despedida

© Nick West

Uma família chinesa espalhada pelo mundo reúne-se no país natal para se despedir da avó Nai Nai, que tem poucas semanas de vida. Mas como a anciã desconhece esse facto, é organizado um casamento de fachada como pretexto para a visita.

Billi, uma das netas a viver nos Estados Unidos, descobre, então, que há muito para celebrar e vê esta visita como uma oportunidade para redescobrir o país que deixou em criança, o maravilhoso espírito da avó e os laços que se mantêm, mesmo quando muito fica por dizer.

Onde: salas de cinema de todo o País.
Quando: a partir de 9 de janeiro.

Dar a volta ao mundo numa exposição

obra série dos amantes

“Série dos Amantes” 2000. Serigrafia sobre tela, 73 x 55 cm

A Biblioteca Nacional de Portugal tem patente uma retrospetiva da obra gráfica de José de Guimarães que é imperdível. A exposição Volta ao Mundo é composta por 170 gravuras de várias épocas, mais precisamente dos anos 60 a 2018, e feitas com técnicas diferentes que refletem culturas distintas, daí o título.

Onde: Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa.
Quando: até 31 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 19h30 e sábados, das 9h30 às 17h30.
Entrada livre.

Cantar as janeiras no Lisbon Beer Department

© D.R.

É verdade que o dia de Reis já passou, mas em Marvila, uma dezena de artistas, bandas e djs nacionais vão juntar-se no Lisbon Beer Departament para ‘cantar as janeiras’ este sábado.

Pelo eixo entre a Rua do Açúcar, Capitão Leitão e Pereira Henriques, em Marvila, vão passar nomes como Joana Espadinha, PZ e Cassete Pirata. Ouro Incenso e Birra, assim se chama a festa, será acompanhada pelo lançamento de uma cerveja especial e parte dos lucros serão doados ao Grupo Capoeira Beija-Flor.

Onde: Café com Calma; Dois Corvos; Fábrica Moderna; Fábrica MUSA; Royal Rawness; Lince, Lisboa.
Quando: 11 de janeiro.
Entrada livre.

Ir ver a exposição Porto Urbano

© Inês Costa Monteiro

A fotógrafa Inês Costa Monteiro vai inaugurar a sua primeira exposição. Intitula-se Porto Urbano e o mote para o projeto foi as alterações demográficas e urbanas que a Cidade Invicta sofreu nos últimos tempos.

Como a própria diz, “o Porto sempre foi uma cidade onde os vários estilos urbanos se cruzam e interligam de uma forma peculiar, quando comparada com outras cidades do país. As 16 imagens misturam um carácter de moda com fotojornalismo, deixando quem as admira a pensar se é realidade ou ficção”.

Onde: Alameda Shop & Spot, Porto.
Quando: de 10 a 12 de janeiro.
Entrada livre

Viajar sentada à mesa

restaurante geographia

© D.R.

O restaurante lisboeta Geographia, onde convivem as gastronomias portuguesa, angolana, brasileira, cabo-verdiana, goesa, macaense, moçambicana, são-tomense e timorense, tem uma nova carta.

Viajámos até Macau com um maravilhoso Pato do Rio das Pérolas com molho de ostra e arroz chau-chau (15€), cozinhado durante quatro horas a baixa temperatura. Para começar, sugerimos a degustação de entradas composta pelos bolinhos de feijoada, dim sums e sapateira (16€). Outra novidade é o menu de degustação com pratos de quatro continentes (35€).

Quando for ao Geographia, leve o passaporte, pois nos dois primeiros meses do ano terá um desconto correspondente ao número total de carimbos no passaporte.

Onde: R. do Conde, 1, Lisboa.
Quando: De segunda a sábado das 12h30 às 15h e das 19h30 às 23h30.

Olhar para a natureza no MUHNAC

exposição fotografia

© Armindo Ferreira

A partir deste fim de semana vai ser possível ver as melhores 33 fotografias que concorreram ao segundo Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência. A iniciativa, que junta fotógrafos profissionais e amadores, premiou Armindo Ferreira, 61 anos, como o vencedor da categoria Fotógrafo do Ano.

A partir de 3 de março de 2020, o MUHNAC abre a 3ª edição deste concurso reforçando a sua aposta na fomentação de práticas de observação, conhecimento e registo através da fotografia da natureza, da ciência e tecnologia.

Onde: Museu Nacional de História Natural e Ciência, Lisboa.
Quando: De 11 de janeiro a 1 de abril.
Preço: 5€.

Últimos