Cultura

Os 10 filmes que vai querer ver antes da award season

Esta é a época por excelência que consagra os melhores filmes de entre os melhores na indústria cinematográfica. 2020 não será exceção e os nomeados para os Golden Globes já foram anunciados. Entretanto, reunimos nesta lista os 10 must-see que não pode mesmo perder se quiser provar ser uma cinéfila a sério.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Os 10 filmes que vai querer ver antes da award season
© Imbd
Marta Vieira
Escrito por
Jan. 03, 2020

A tão aguardada award season do mundo da sétima arte já começou, e a lista dos nomeados para a 77ª edição da gala dos Golden Globes já foi anunciada.

Como sempre, os Golden Globes abrem alas à rentrée das grandes cerimónias, precedendo os BAFTAs (British Academy Film Awards), os SAG Awards (Screen Actors Guild Awards) e os tão aguardados Óscares (Academy Awards), estes últimos considerados o epítome de todos os prémios.

Para se manter atualizado e dentro da corrida aos prémios veja (ou reveja,se for esse o caso) Marriage Story da plataforma de streaming Netflix, que até agora lidera com 6 nomeações. Também Martin Scorsese e Quentin Tarantino lutam pelo estrelato, empatados ambos com 5 nomeações pelos filmes O Irlandês e Era uma vez em… Hollywood, respetivamente.

Imperdível também é a desconcertante reinterpretação de um dos maiores vilões de todos os tempos, Joker, com Joaquin Phoenix e cujo Festival de Veneza legitimou com um Leão de Ouro. Na categoria de animação, mas na verdade sem o ser necessariamente, apontamos o filme O Rei Leão, para ver acompanhado de toda a nostalgia que lhe desperte.

Vindos do estrangeiro, destacam-se ainda Parasitas, a longa-metragem da Coreia do Sul e apontada já como possível vencedora de um Óscar ou ainda Dor e Glória, do muito galardoado Pedro Almodóvar. Mas há mais, fique para saber e deleite-se num fim de semana dedicado ao cinema em casa.

  • Joker

    Joker

    Assinado por Todd Phillips, e com Joaquin Phoenix como protagonista, revela o expoente máximo da obra-prima como há muito não se via em Hollywood, segundo dizem. Joker traz-nos as vicissitudes da vida de um vilão como nunca antes visto e a proeminente problemática da saúde mental como poucas vezes consegue ser elaborada. Faz-nos mexer na cadeira desconcertadamente e corremos mesmo o risco de ficar a pensar no seu significado dias após este encontro cinematográfico. IMDb: 8,7/10

    1 / 10

  • O Irlandês

    O Irlandês

    Este hit de Martin Scorsese junta Robert De Niro e Al Pacino durante 3h e 29 minutos, precisamente, o que por si só, seria razão suficiente para lhe darmos uma oportunidade. Mas trata-se de muito mais do que somente nomes sonantes. Este épico americano que retrata o submundo do crime na América, na segunda metade do século XX, prima igualmente pelo seu argumento. Até agora está nomeado para 5 categorias major. Pode ser encontrado na Netflix, plataforma onde estreou em novembro passado. IMDb: 8,1/10

    2 / 10

  • Marriage Story

    Marriage Story

    Marriage Story é um filme de pessoas e para pessoas. Aborda a complexidade das relações humanas, dentro do ecossistema familiar onde ocorre a narrativa presente. Esta comédia dramática, que tem muito mais de drama do que poderíamos imaginar pela sua sinopse, leva-nos às lágrimas, em altos e baixos, numa labilidade emocional tão cinéfila e ao mesmo tempo tão real. Escrito e dirigido por Noah Baumbach, conta com  Scarlett Johansson e Adam Driver nos principais papéis. Uma produção Netflix de sensibilidade ímpar que, até agora, lidera nas nomeações. IMDb: 8,2/10

    3 / 10

  • O Rei Leão

    O Rei Leão

    A expectativa era alta. Este remake da animação original de um dos grandes clássicos da Disney, chegou às salas de cinema em julho de 2019. Por esta altura fazia 25 anos da sua estreia no grande ecrã – foi em em 1994 que Simba, Mufasa e Scar entraram nas nossas vidas. Este é um filme perfeito para ver no conforto do lar, levando-nos para lugares da nossa memória onde fomos, certamente, muito felizes. A qualidade da produção, dentro do género, é capaz de impressionar o mais cético dos críticos de animação. Uma produção Walt Disney Pictures, ora pois. IMDb: 7/10

    4 / 10

  • Era uma vez em... Hollywood

    Era uma vez em... Hollywood

    Quentin Tarantino, Leonardo DiCaprio e Brad Pitt. Estes nomes dizem-lhe alguma coisa? Falamos claro de estrelas sublimes no mundo da sétima arte. Dirigido pelo primeiro nome da lista, o 9º filme do realizador conta com estes três nomes sonantes no cartaz. É exatamente nesse cenário hollywoodesco que se passa a trama, em Los Angeles dos anos 60, e acompanha a história um ator de TV e do seu duplo. Quem se junta a esta dupla masculina de talento exclusivo é Margot Robbie, interpretando a fascinante e enigmática Sharon Tate. IMDb: 7,8/10

    5 / 10

  • The Two Popes

    The Two Popes

    De Fernando Meirelles (Cidade de Deus) surge uma obra inspirada em eventos reais que junta Anthony Hopkins e Jonathan Pryce no grande ecrã. O filme retrata a relação entre o Papa Bento XVI e o futuro Papa Francisco, um laço de amizade inesperada, numa época crítica para a Igreja Católica, em pleno século XXI. Esta é mais uma produção a pôr a Netflix na linha da frente das nomeações aos Golden Globes. Na verdade, com este filme, a plataforma conta com três nomeações para a categoria de melhor filme, drama. IMDb: 7,7/10

    6 / 10

  • Rocketman

    Rocketman

    O filme musical biográfico de Elton John é muito mais do que aparenta. Trata-se de uma viagem ao universo do fantástico daquela que foi – e ainda é – a vida de uma das mais carismáticas estrelas britânicas que o mundo artístico já conheceu. Com uma produção atenta ao mais ínfimo pormenor, começando talvez no próprio guarda-roupa, procura detalhar ao máximo a vida do cantor, pianista, compositor e produtor, sem com isto camuflar partes mais sombrias do seu percurso pessoal e profissional. Das nomeações que tem, consta a de melhor canção original com I’m gonna love me again. IMDb: 7,4/10

    7 / 10

  • Knives Out: Todos são suspeitos

    Knives Out: Todos são suspeitos

    Um assassinato ocorre e todos são suspeitos. Muito resumidamente, esta é a sinopse desta película de mistério norte-americana. Cada família tem os seus enigmas e excentricidades e Daniel Craig, no papel de detetive Benoit Blanc, vai compreender isso mesmo. Quando o patriarca de uma família disfuncional – não são todas? – aparece morto no dia posterior à sua festa de aniversário, depressa fica claro para o detetive que qualquer familiar teria motivos para fazê-lo. Está nomeado para melhor filme, comédia ou musical, entre outras nomeações de maior relevo. IMDb: 8,1/10

    8 / 10

  • Parasitas

    Parasitas

    Se o ano passado a longa-metragem Roma ganhou o Óscar para melhor filme de língua estrangeira, este ano Parasitas está ao nível da mesma estatueta. O certo até agora é a sua nomeação para os Golden Globes e a aclamada Palma de Ouro adquirida no festival de Cannes. Neste thriller sul-coreano são abordadas as desigualdades sociais, satirizadas com humor negro pelo genial realizador Bong Joon Ho, que conta a história de duas famílias de diferentes estatutos socioeconómicos que se cruzam. Uma curiosidade: o argumento terá sido inspirado na vida do próprio realizador. IMDb: 8,6/10

    9 / 10

  • Dor e Glória

    Dor e Glória

    Outra das películas nomeadas para melhor filme estrangeiro na majestosa cerimónia que se segue é esta obra do cineasta e argumentista espanhol Pedro Almodóvar. Assim, dirigido e escrito pelo próprio, Dor e Glória conta com nomes como Antonio Banderas ou Penélope Cruz que já haviam, aliás, participado em filmes precedentes do realizador. O filme acompanha a vida de um cineasta envolto em melancolia e que ,numa crise física e inspiradora, recorda as escolhas que fez ao longo da vida. IMDb: 7,7/10

    10 / 10

Últimos