Substitua o ketchup repleto de conservantes por esta pasta de tomate probiótica

Declare guerra aos produtos industrializados e aposte em substituições caseiras. Esta pasta de tomate probiótica não só é deliciosa como não vai prejudicar a sua saúde.

Quem não adora molhar as batatas fritas em ketchup? Ainda que este seja um acompanhamento delicioso, a verdade é que este molho está carregado de açúcares e conservantes que não abonam a favor da nossa saúde.

“Esta receita é de um molho de tomate especial porque leva miso, um alimento fermentado e probiótico”, explica Maria Inês Antunes, autora do livro Receitas Para um Superintestino.

Receitas para um superintestino

Receitas Para um Superintestino, 17,69€

“O tomate é rico em vitaminas, minerais e antioxidantes, sendo o seu principal componente fitoquímico o licopeno, um poderoso antioxidante que fica mais disponível para ser absorvido quando o tomate é cozinhado”, acrescenta.

A seguinte receita que lhe apresentamos é do livro já citado. Experimente esta pasta de tomate probiótica para barrar no pão ou como ingrediente da confeção de pratos.

Veja ainda outras receitas funcionais e ótimas para o intestino: Vichyssoise SimbióticaMinipizzas simbióticas de batata-doce

Receita de pasta de tomate probiótica

1 porção

Ingredientes

5 unidades de tomate

3 dentes de alho

2 colheres de sopa de pimentão-doce

2 c. sopa de miso

1 c. sopa de azeite Kefir

q.b. orégãos


Modo de preparação

1. Cozinhe o tomate aos cubos com o alho picado e o azeite durante cerca de sete minutos. Triture tudo e adicione os orégãos, o pimentão-doce e o miso.

2. Guarde no frigorífico, num frasco de vidro com tampa de borracha ou de vidro com bordo de borracha, e vá consumindo ao longo de um mês.

3. Quando servir esta pasta, pode colocar um fio de kefir para decorar.

Comentários

Substitua o ketchup repleto de conservantes por esta pasta de tomate probiótica

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.