© Unsplash

Romã: o fruto com elevado teor de fibra que protege as artérias

Costuma comer romã ou é um dos frutos que negligencia? Damos-lhes neste artigo várias razões para incluir este alimento rico em vitaminas na sua alimentação.

“Provavelmente  o fruto com maior potencial medicinal comprovado. É uma preciosidade da natureza a envolvência de numerosas sementes carnudas de cor vermelha numa casca que termina em forma de coroa”, elogiam Pedro Carvalho e Vitor Hugo Teixeira, no livro 50 Super Alimentos Portugueses.

Rica em vitaminas A e C e minerais (cálcio  e ferro), a romã contém substâncias antioxidantes e possui ainda um elevado teor de fibra e de polifenóis – quase três superior à quantidade presente no vinho tinto e do chá verde.

Os benefícios da romã

Ajuda a limpar os vasos sanguíneos;
Ajuda a diminuir o stresse oxidativo;
Ajuda a combater a disfunção erétil;
Ajuda a prevenir alguns tipos de cancro (próstata e mama);
Protege as artérias, melhorando a função cardíaca;
Reduz a inflamação associada à artrite reumatoide e atenua os sintomas associados;
Diminui a destruição das articulações.

Como usar

A romã é muito versátil. Pode ser usada para fazer sumos, xarope, melaço, compotas, em saladas, sobremesas e para enfeitar pratos salgados.

Como escolher 

Quando for comprar romãs, certifique-se que são pesadas, pois significa que são sumarentas. Além disto, a casca deve ser brilhante, não rugosa, e a sua textura deve ser uniforme.

A cor deve ser avermelhada, pois o tom rosado significa que ainda não está madura. Já os engaços devem ainda estar verdes. Este fruto deve ser conservado no frigorífico para uma maior durabilidade.


Costuma comer romã? Conheça ainda todos os benefícios dos mirtilos.

Mais sobre fruta e legumes

Comentários

Romã: o fruto com elevado teor de fibra que protege as artérias

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.