Beleza

É possível a tecnologia salvar o cabelo?

A resposta é positiva e, graças aos avanços tecnológicos da última década, recuperar a densidade e o número de fios capilares é cada vez menos doloroso.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
É possível a tecnologia salvar o cabelo?
© Unsplash
Mariana Nave
Escrito por
Jul. 29, 2020

“O seu cabelo não apresenta nenhuma vulnerabilidade em termos de redução permanente, à medida que vai caindo, vai-se renovando. Tem um ciclo de regeneração orgânica, o seu sistema imunitário e proteico é bom, bem como a sua constituição”, garante o especialista capilar Ricardo Vila Nova, referindo-se ao meu cabelo.

Para compreender esta explicação, é preciso recuar no tempo… Há uns meses recebi um convite que me deixou curiosa: fazer um teste de ADN capilar.

Inicialmente, não compreendi no que consistia, mas depois de algumas trocas de e-mails, descobri que este teste iria ajudar-me a compreender a saúde do cabelo e couro cabeludo. O convite despertou ainda mais curiosidade quando percebi que o teste iria ser feito na clínica de Ricardo Vila Nova, o português que foi considerado pela Vogue inglesa como o encantador de cabelos.

À semelhança da maioria das mulheres (e homens), o receio de perder o cabelo em quantidades elevadas, é grande. Logo, quando percebi que a minha predisposição genética não indicava queda permanente, a ansiedade acalmou.

No entanto, esse não é o caso da grande maioria dos pacientes da clínica, “o maior motivo para virem cá é a queda capilar, todas as pessoas querem ter mais cabelo, é um acessório que está à mostra”, garantiu o tricologista.

Chegar à raiz do problema  

O crescimento do cabelo passa por três fases diferentes: a anagénese, em que os folículos crescem ativamente; a catagénese, quando o fio deixa de crescer e se encontra em repouso; e, por fim, a telogénese, quando o cabelo já morto começa a cair.

Perdemos em média cerca de 50 a 100 cabelos por dia, o problema torna-se grave quando esse número aumenta.

A mudança da estação, alterações na alimentação ou trabalhos químicos agressivos são fatores que contribuem para o aumento dessa queda. Porém, existem outras razões pelas quais pode experienciar queda de cabelo, como desequilíbrios hormonais e no metabolismo, anemia, défice de vitaminas ou até o uso de produtos capilares errados.

Então, como podemos saber qual a origem? É aí que entra o teste de ADN capilar realizado na clínica 212.2 Hair Doctors.

Numa primeira consulta, é feita uma colheita indolor de alguns fios de cabelo, estes são enviados para um laboratório e analisados pelo especialista, que estuda detalhadamente a sua composição, mineralização, diâmetro e até nível proteico do fio até cinco anos.

Feito o diagnóstico, é possível indicar o melhor tratamento, que pode ou não ser invasivo. “A minha aproximação é exatamente da raiz para dentro, o teste de ADN é fundamental para chegar à raiz do problema. Através do cabelo consigo perceber como está o funcionamento da glândula, da raiz, a absorção da proteína e isso já nos dá uma ideia de onde está o problema. Além de que é muito claro porque conseguimos andar para trás no tempo até cinco anos”, refere Ricardo Vila Nova.

Quase como uma análise ao sangue, este teste deteta alterações na tiroide, no nível de testosterona ou progesterona, gravidez ou as mudanças sentidas no pós-parto, “todas estas reações estão relacionadas com a nossa própria bioquímica e refletem-se também no cabelo. A partir da análise eu consigo saber se o problema é da tiroide, se é hormonal, mineral, genético ou reflexo de uma medicação, se foi causado por uma cirurgia ou pós-parto… a partir daí direcionamos o tratamento para o que o cabelo reporta”, explica o especialista.

A minha aproximação é exatamente da raiz para dentro, o teste de ADN é fundamental para chegar à raiz do problema – Ricardo Vila Nova, tricologista e proprietário da clínica 212.2 Hair Doctors

Por um fio

Para muitos, o transplante capilar pode parecer a única solução, mas existem diversos tratamentos de prevenção que pode realizar.

Um dos métodos mais infalíveis é cuidar da saúde do couro cabeludo. Tal como o cabelo é um bom indicador da nossa saúde geral, este também reflete a saúde do couro cabeludo.

Fios sem brilho, com queda acentuada ou escamas podem ser um sinal de inflamação no escalpe, excesso de sebo, acumulação de toxinas ou folículos bloqueados. O aspeto positivo? Muitos dos tratamentos que pode realizar como prevenção não são dolorosos nem invasivos.

Para o tricologista, “a prioridade é perceber se o organismo do paciente tem regeneração própria ou precisa de ajuda. Se tem, vamos só ajudar de uma forma suave a atingir o seu objetivo. Caso tenha dificuldade de regeneração própria, então aí utilizamos tecnologia adequada a cada condição. O que tentamos fazer quando o cabelo apresenta condições genéticas de redução ou quando há agressões que indicam que o folículo não tem poder de regeneração, é utilizar fatores de crescimento para trabalhar a disciplina celular. Isto significa que multiplicamos o número de células por centímetro cúbico”.

O objetivo deste tipo de tratamento é, acima de tudo, equilibrar a pele do couro cabeludo para garantir o crescimento saudável do cabelo.

Luz, cabelo, ação!

O desejo de uma cabeleira farta é muitas vezes posto em segundo plano, devido principalmente à dor causada pelos transplantes capilares. No entanto, existem tratamentos de prevenção com resultados excelentes e isentos de dor, como é o caso da mesoterapia capilar.

Segundo Carlos Portinha, médico e coordenador clínico na clínica Saúde Viável, “o tratamento mesoterápico consiste na administração dérmica, a nível do couro cabeludo, de um cocktail composto, entre outros elementos, por ácido hialurónico, fatores de crescimento, peptídeos, DNS sódico, aminoácidos, terpenos, ácidos gordos, flavonoides e antioxidantes”.

Estes elementos vão ter uma ação combinada que hidrata a fibra, protege contra a quebra e queda, estimula a produção de cabelo, regenera a unidade folicular e garantem uma ação antimicrobiana, anti-inflamatória e antioxidante.

Quando questionado sobre os resultados, o especialista garante que, “tal como os estudos científicos evidenciam, deve-se esperar uma melhoria do cabelo produzido e os pacientes que sofram de alopecia, mas nos quais as unidades foliculares ainda tenham capacidade de produção de novo cabelo, poderão obter um aumento da densidade capilar, bem como um abrandamento do curso da doença”.

A mesoterapia capilar está indicada como tratamento preventivo da alopecia – Carlos Portinha, médico e coordenador clínico na clínica Saúde Viável

 O que precisa de saber

Segundo Carlos Portinha, a mesoterapia capilar pode ser realizada por qualquer pessoa que procure melhorar a qualidade da saúde capilar, “dado o seu caráter nutritivo e de prevenção de queda”, porém, o especialista alerta: “Como não foram efetuados estudos em grávidas e mulheres em amamentação, não podemos aconselhar a mesoterapia nessas fases”.

O protocolo de tratamento é de 12 sessões, o que equivale a cerca de nove meses, é indolor e cada sessão dura perto de dez minutos. “Como todos os tratamentos para a alopecia, com exceção do transplante capilar, a mesoterapia está indicada como tratamento preventivo da alopecia”, refere o médico especialista.

Já na clínica 212.2 Hair Doctors, a terapia com luz através de um laser capilar promove a regeneração celular e ativa a microcirculação no couro cabeludo para um crescimento mais rápido do cabelo.

Devem ser realizadas pelo menos dez sessões e os resultados surgem cerca de três meses depois.

Onde fazer estes tratamentos?

Mesoterapia capilar

Administração dérmica de uma fórmula que estimula a recuperação de cabelo e trava a queda.

Onde: Clínica Saúde Viável, Av. D. João II 42, Ed. Mythos, 5º, Lisboa
Tel.: 218 945 254

Teste de ADN capilar e terapia com laser

Tratamento com laser que promove o crescimento do cabelo e ativa a circulação no couro cabeludo.

Onde: 212.2 Hair Doctors, Av. da Liberdade 212, 2º Dto B, Lisboa
Tel.: 211 982 023

Microagulhamento capilar

Técnica que utiliza agulhas muito pequenas para estimular a libertação de fatores de crescimento no couro cabeludo.

Onde: Master Group, Rua Xavier de Araújo, Ed. Laranjeiras Plaza Bloco 6, Lisboa
Tel.: 210 168 281

Fotobiomodulação

Tratamento que utiliza um dispositivo LED para aumentar a densidade do cabelo.

Onde: Clínica Bioparadigma, Travessa de São Bento 15, Braga
Tel: 253 894 597

A versão original deste artigo foi publicada na revista Saber Viver nº 240, junho de 2020.

Últimos