Podologia: está a cuidar dos seus pés como deveria?

Sabia que cada pé tem um comportamento único? É através da podologia que conseguimos criar um perfil dos nossos pés. Mas quando é que devemos recorrer a esta área da saúde?

A rotina do dia-a-dia deixa-nos pouco tempo para pensarmos nos nossos pés. Raramente nos lembramos que passamos o dia inteiro sobre eles. Apenas quando sentimos alguma pequena dor, quando nos apercebemos de algum fungo na unha ou até mesmo quando chega o verão é que nos apercebemos da importância que devemos dar aos pés.

Existe uma ciência dedicada ao estudo destes dois membros inferiores, a qual muitos de nós desconhece – a podologia. Esta especialidade na área da saúde tem como principal objectivo estudar e analisar os nossos pés. É feito um diagnóstico que identifica os principais problemas bem como as repercussões que estes podem vir a ter no nosso organismo.

Muitos já ouviram falar também na reflexologia. Esta prática ancestral recorre à massagem de pontos reflexos existentes nos nossos pés, de forma a garantir uma sensação de relaxamento que começa nos pés e se estende a todo o corpo.

Pois bem, devemos mimar os nossos pés, mas também cuidá-los.

Podologia: qual o perfil do seu pé?

Quando tomamos consciência da importância dos nossos pés, percebemos que, para além de suportarem diariamente o peso do corpo, estão com frequência sujeitos a um desgaste e a alterações que podem representar uma ameaça ao nosso bem-estar. Se forem diagnosticadas a tempo, podemos evitar lesões mais graves e garantir maior um conforto no nosso quotidiano.

Numa consulta de podologia é realizada uma avaliação dos nossos pés, de forma separada, para identificar manifestações tanto no pé direito como no esquerdo. Para além de uma análise estática, com os pés parados, é também realizado um estudo dos pés em movimento, para que possam ser identificadas as zonas do pé que eventualmente possam estar em esforço.

Cada pé tem um comportamento único, pelo que através da podologia é possível criar um perfil dos nossos pés e, a partir daqui, adequar os tratamentos a aplicar.

Como identificar problemas nos pés?

A podologia estuda o pé em diferentes perspetivas: na vertente dermatológica, ortopédica e mecânica. Na prática, numa consulta de podologia são analisados os problemas na pele e nos ossos do pé e é feita análise da parte mecânica, tendo em conta os diferentes tipos de paciente.

Isto é, o podologista tem em conta se está perante uma criança, um desportista ou um idoso, de forma a adaptar os tratamentos.

Os problemas mais comuns no pé são:

Alterações da pele, com as calosidades, micoses, feridas ou excesso de transpiração e mau cheiro;

Alterações das unhas, como unhas encravadas ou com fungos;

Alterações do pé, como deformações dos dedos ou joanetes;

Pé de adulto, com problemas reumatológicos ou vasculares;

Pé diabético, que apresenta feridas e úlceras;

Pé da criança, pois em pequenos costumamos apoiar o pé de forma incorreta ou juntar os joelhos;

Pé do desportista, com entorses ou tendinites.

A importância de uma consulta de podologia

Uma análise da Universidade de Stanford, nos EUA, com dados que equivalem a 68 milhões de dias de atividades minuto a minuto, registou que o número médio de passos que um português dá por dia é de 4744. Sempre em cima dos nossos pés. Daí a importância de os mantermos saudáveis.

Existem diferentes tipos de consulta na podologia e os tratamentos são cada vez mais inovadores, com recurso a tecnologias avançadas.

Podologia infantil

Quantas vezes olhamos para uma criança e dizemos “acho que tem os pés tortos!”. Uma consulta de podologia ajudará a fazer um diagnóstico de uma situação como esta, de forma a garantir um crescimento correto e prevenir o aparecimento de outras alterações estruturais.

Muitas vezes o podologista recorre à prescrição de palmilhas corretoras, de forma a equilibrar a zona plantar do pé da criança.

Podologia geriátrica

Os pés dos idosos apresentam sempre alterações significativas. Toda uma vida já caminhou com eles, por isso é importante garantir que em idade avançada, haja qualidade na mobilidade e de preferência sem dor associada.

Pé de risco

O doente diabético pode apresentar alterações no pé, o conhecido Pé Diabético. A Diabetes normalmente provoca o aparecimento de feridas nos membros inferiores, que muitas vezes conduzem a amputações. É essencial fazer um acompanhamento do pé do doente de diabetes para evitar maiores complicações.

Pé de desportista

Praticar desporto implica cuidar bem dos pés. A prática de exercício contribui para o nosso bem-estar físico e psicológico, mas nunca nos podemos esquecer que os pés suportam grande parte do esforço.

Um estudo do pé do desportista evita o aparecimento de lesões e gera um maior rendimento desportivo.

Podologia vs Pedicure

O bom tempo faz-nos sempre recorrer à pedicure. Este é um bom princípio, pois ajuda-nos a manter os pés cuidados e com boa aparência. No entanto, uma ida à esteticista não substitui a ida a uma consulta de podologia se detetarmos algum fator de risco.

Para além da dor, existem outros sinais que os pés nos dão quando têm algum problema: deformações, feridas, comichão ou sensação de mau estar.

Devemos estar alerta e, muitas vezes em casa, podemos dedicar algum tempo aos nossos pés, com alguns cuidados essenciais:

1. Corte as unhas dos pés sem cortar os cantos. Utilize um alicate próprio para unhas dos pés, que deve ser sempre de uso individual;

2. Faça periodicamente uma exfoliação aos pés, de forma a eliminar as peles mortas;

3. Quando aplicar creme hidratante no corpo, não se esqueça que os pés também merecem;

4. Use sempre calçado confortável e arejado. Privilegie, se possível, calçado de qualidade;

5. Ande descalça. Mesmo com meias, permite a ativação dos músculos do pé e exercita as articulações;

6. Ao final do dia, dê atenção aos seus pés. Guarde cinco minutos para verificar se o calçado que usou lhe deixou o pé marcado. Pode ser um sinal de que precisa de mudar de sapatos.

Fonte: Associação Portuguesa de Podologia

Costuma dedicar tempo aos seus pés? Descubra ainda como fazer uma pedicure caseira.

Mais sobre especialista

Comentários

Podologia: está a cuidar dos seus pés como deveria?

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.