Saúde

A sua carteira está a estragar-lhe as costas?

Provavelmente sim. Siga as recomendações e tome nota: o transporte de mais de 5% do peso corporal é prejudicial à saúde das suas costas.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
carteira está a prejudicar as costas
Escrito por
Saber Viver
Set. 07, 2019

A má distribuição do peso, graças ao seu formato, e o conteúdo transportado são dois dos principais fatores na mala das mulheres a contribuir para uma carga prejudicial para a coluna.

O alerta é feito pela associação Spine Matters, que lembra a importância de selecionar regularmente o que se carrega na mala, mas também de uma escolha mais atenta das suas caraterísticas no momento da compra.

Em Portugal, as dores nas costas levam cerca de 400 mil portugueses por ano a faltar ao trabalho, de acordo com a campanha Olhe pelas Suas Costas. Mais: estas são responsáveis por 50% dos casos de incapacidade física na população adulta, lê-se no mesmo comunicado.

Siga as recomendações de Luís Teixeira, presidente da Spine Matters, médico ortopedista e especialista em patologia da coluna, para poupar as suas costas.

9 conselhos para que a carteira não lhe prejudique a coluna

1. Reduzir o peso da carteira. O ideal é que o peso da mala não ultrapasse 5% do peso do seu peso (se pesar 60 kg, por exemplo, deve carregar uma mala no máximo de 3 kg).

2. Fazer um check-up diário à mala. Coloque na carteira apenas o que é necessário e que sabe que vai mesmo precisar no dia a dia.

3. Dar preferência a malas mais pequenas. Evite usar malas muito grandes. Quanto maiores forem, maior a tendência para transportar mais objetos.

4. Trocar de ombro frequentemente. Evite carregar a mala de um lado só. “Alternar o peso entre os ombros ajuda a manter o equilíbrio e pode prevenir lesões musculares e articulares”, explica o médico cirurgião Luís Teixeira.

5. Optar por alças confortáveis. “Quanto mais almofadada a alça, melhor”, recomenda o especialista. É importante que escolha alças mais confortáveis, de preferência almofadadas para darem o máximo de conforto e apoio.

6. Distribuir melhor o peso. Utilize malas com alças transversais (com duas alças) e mais largas que ajudam a distribuir melhor o peso pelos dois ombros;

7. Economizar espaço. Na bolsa com os produtos de higiene e beleza, se utilizar, dê preferência a frascos de menor dimensão que sejam mais leves e ocupem menos espaço;

8. Não acumular tudo numa só carteira. Se costuma andar com agendas ou blocos de notas, opte por utilizar uma mala específica onde carrega todos esses itens de forma a equilibrar o peso;

9. Praticar exercício físico que ajude a fortalecer os ombros como ioga, pilates ou exercícios com pesos leves. De vez em quando, “pode caminhar sem mala para equilibrar o seu andar natural, por exemplo, quando sair para almoçar ou ao fim de semana, pode deixar a carteira de lado e caminhar com os braços soltos no seu balanço natural”, explica Luís Teixeira.

Atenção! Nem sempre as dores de costas estão associadas à má utilização da mala. Quando persistentes ou transformadas em rigidez ou formigueiros, torna-se fundamental consultar um especialista.


 Passa os dias inteiros sentada? Descubra três exercícios para melhorar a postura e proteger as costas.

Últimos