Os 12 melhores filmes para cada signo do zodíaco

Qual o filme que tem mais a ver com a sua personalidade? A astróloga Joana Amoêdo Leite diz-nos quais os melhores filmes para cada signo do zodíaco e por que condizem tão bem consigo.

Todos temos um filme da nossa vida. Dos mais românticos, aos mais dramáticos, a cultura cinematográfica veste-se em qualquer um de nós quando nos relacionamos – ou nos emocionamos – com o que vemos no grande ecrã.

É curioso ver que a astrologia pode interferir com os nossos gostos pessoais. Ainda que isto não seja linear e uma ciência exata, pode haver alguma relação entre aquilo que somos e o que pode vir a ser um gosto próprio.

A astrologia não é adivinhação nem uma arte misteriosa. Ela tem preceitos claros e é acessível de ser estudada por quem quer que se proponha a essa tarefa com dedicação. Mas isso não significa que não se possa olha para a Astrologia com algum sentido de humor e de forma mais leve”, explica-nos a astróloga e coach Joana Amoêdo Leite.

Aqui pretendemos ensinar um pouco mais sobre o arquétipo de cada um dos signos. Mais interessante ainda é ver também qual o filme indicado para o signo dos seus amigos ou companheiros.

Para isto, a astróloga preparou sugestões de filmes para signos do zodíaco. Veja qual é o seu!

Os melhores filmes para cada signo do zodíaco

Carneiro (20 de Março e 19 de Abril) – O Gladiador, de Ridley Scott

filme o gladiador

“Todo o filme coloca em destaque qualidades deste arquétipo: coragem, o domínio do corpo físico, a determinação em alcançar o ideal que era Roma e a ideia de que um homem pode encabeçar um movimento sem grandes apoios mas com a dádiva da força e bravura”, refere Joana Amoêdo Leite.

Como é que isto se adequa ao signo? “O Carneiro é de facto um signo que deve procurar trabalhar o seu corpo, libertando as suas raivas e a sua energia pelo exercício físico e procurando que as suas ‘guerras’ sejam úteis, válidas e nobres.”


Touro (20 de Abril a 20 de Maio) – Comer.Orar.Amar, de Ryan Murphy

filme comer orar e amar

O poder de transformação e de descoberta é explorado neste filme de 2010, com Julian Roberts e Javier Bardem nos papéis principais.

“A personagem central percebe e aprende que para alcançar um estado mais pleno de auto-conhecimento e espiritualidade, precisa descobrir-se através do prazer dos sentidos. Mesmo de pois de passar pela experiência de um “asharam”, ou centro de retiro espiritual indiano, a vida faz mais sentido quando vivida com prazer e amor”, afirma a coach.

O Touro pode, de facto, identificar-se com estas descrições. “Touro é um arquétipo de prazeres, de desfrutar da vida, de viver o amor em partilha física, em toque, vivendo com intensidade. “


Gémeos (21 de Maio de Abril e 19 de Junho) – Antes do Amanhecer, de Richard Linklater

filme antes do amanhecer

Numa viagem de comboio, um rapaz e uma rapariga conhecem-se e decidem passar uma noite em Viena, sem qualquer compromisso emocional. Ambos reconhecem que este é um encontro puramente ocasional e que no dia seguinte terão de voltar aos seus países de origem, a milhares de quilómetros um do outro. Será que é mesmo assim?

“A essência geminiana está em retratada neste filme. A curiosidade pelo outro, os diálogos vivos e inteligentes, o movimento de descoberta pela cidade e a leveza de um encontro sem quaisquer promessas, mas que pode ainda assim marcar as pessoas nele envolvidas. Gémeos não pretende “agarrar” nada, pretende viver ao máximo o momento em toda a sua leveza.”


Caranguejo (20 de Junho e 21 de Julho) – O Amor Acontece, de Richard Curtis

filme o amor acontece

São várias histórias de amor, de diferentes idades, de diferentes sexos, que caracteriza o sucesso de O Amor Acontece, de 2003. O filme que se tornou um must see do Natal mostra-nos que há vários tipos de amor e que não te necessariamente de ser com uma relação amorosa. E os caranguejos vão rever-se nisto.

“O amor é a comunicação e a união entre duas pessoas, sejam marido e mulher, amigos, pais e filhos. Um filme que traz o melhor de Caranguejo ao de cima, o romantismo, o ideal de amor e…umas belas lágrimas de emoção à mistura.”

Leão (22 de Julho e 22 de Agosto) – Dança Comigo, de Emile Ardolino

filme dança comigo

É um clássico de cinema, que celebra o amor proibido da jovem baby com o bailarino Johnny Castle, interpretados por Jennifer Grey e Patrick Swayze.  “Vemos uma personagem feminina tímida que vai florescendo fisicamente ao longo do filme, até se tornar a estrela de palco que nunca pensou vir a ser”, menciona Joana Amoêdo Leite. Os leões podem ver a sua ligação neste filme.

Leão pede-nos que nos orgulhemos de nós, do nosso corpo seja ele como for, trabalhando-o para nos sentirmos mais felizes connosco mas sobretudo libertando a nossa luz para o mundo, sem falsos pudores nem vergonhas.”


Virgem (23 de Agosto e 23 de Setembro) – Invictus, de Clint Eastwood

filme invictus

A história emocionante de Nelson Mandela após o final do apartheid é contada neste filme de 2009, com Morgan Freeman e Matt Damon, onde continuamos a ver a luta racial e uma sociedade dividida, em meados de 1995.

A astróloga relaciona a história com o signo virgem. “O sentido de dever de Virgem vai com certeza emocionar-se com toda a história de Nelson Mandela e a forma como neste filme ela está retratada, mostrando sobretudo a humildade do líder sul africano e o seu sentido de cumprimento de tarefa e de serviço aos outros.”


Balança (24 de Setembro 22 de Outubro) – Legalmente Loira, de Robert Luketic

filme legalmente loira

“A astrologia pode mesmo fazer-nos ter uma visão diferente da vida. Podemos então olhar para este filme como a evolução que o signo de Balança pode fazer ao longo da sua vida em várias situações que se lhe apresentem”, explica Joana Amoêdo Leite.

É Reese Witherspoon que interpreta o papel de Elle Woods, uma jovem preocupada com a sua aparência exterior, que é julgada por ser fútil e oca, até mostrar o contrário. Ao entrar na faculdade de Direito mostra que é determinada, empenhada e que consegue chegar longe e formar-se, ao contrário das opiniões dos que a rodeiam.

“A tendência para a idealização do parceiro, o gosto pela beleza e decoração, a ideia do ‘casar e ser feliz para sempre’ ganha aqui contornos mais realistas e conseguimos perceber como o signo Balança pode aprender a tirar proveito das suas qualidades de simpatia e inteligência emocional para ascender e ser mais completo”, explica a astróloga.


Escorpião (23 de Outubro 21 de Novembro) – Atração Perigosa, de Jane Campion

filme atração perigosa

Uma professora, interpretada por Meg Ryan, é testemunha de uma violação, que pode ter sido cometida por um homicida que anda à solta por Nova Iorque. O caso é investigado pelo detetive James Malloy, interpretado por Mark Ruffallo, e a personagem principal vê-se encurralada e assustada com o facto do seu próprio companheiro poder estar envolvido no crime.

A poesia, a provocação, o mistério, o imprevisível e a intensidade emocional fazem deste filme indicado para o arquétipo do Escorpião”, diz Joana Amoêdo Leite.


Sagitário (23 de Novembro e 19 de Dezembro) – A Vida de Pi, de Ang Lee

filme a vida de pi

Depois de decidirem ir para o Canadá e de fechar o seu jardim zoológico, Pi e a sua família naufragam e só o jovem e um tigre de Bengala sobrevivem e ficam presos num pequeno barco. Os dois acabam por desenvolver uma ligação e a ter de fazer os possíveis para se manterem vivos.

“A simbologia do Sagitário, metade animal metade homem surge também na ligação entre o tigre e o rapaz, duas faces da mesma moeda na vontade de sobreviverem a uma viagem que tem tanto de exploração e aventura como de perigo.”

“A fé, a descoberta, a aventura, a viagem, tudo o que deve ser trabalhado por um Sagitário”, acrescenta.


Capricórnio (20 de Dezembro e 21 Janeiro) – À Procura da Felicidade, de Gabriele Muccino

filme à procura da felicidade

Um filme com uma mensagem de força, altruísmo e resiliência, que mostra que o caminho para o sucesso pode ser mais difícil e repleto de obstáculos do que podemos achar.

É Will Smith e o seu próprio filho Jaden que dão vida a À Procura da Felicidade, e que contam a história de um pai e de um filho que dormem em estações de metro e abrigos sociais, enquanto procuram por uma vida estável.

“Este filme verídico relembra-nos aquilo que o arquétipo de Capricórnio nos ensina: sermos realistas e percebermos que a maior parte do nosso sucesso, senão a sua totalidade, depende de nós e do nosso grau de compromisso com a nossa escalada. Muitas vezes há um talento nosso no qual não estávamos a reparar e que nos pode mesmo levar até ao topo de uma carreira.”


Aquário (21 de Janeiro e 19 de Fevereiro) – A Invenção de Hugo, de Martin Scorcese

filme hugo

Hugo é um jovem de 12 anos que vive com o pai numa estação de comboios em Paris, no início do século XX. Depois da morte do seu pai, que trabalhava num museu, Hugo descobre um robô contruído por ele com quem acaba por fazer amizade, ao mesmo tempo que tenta perceber como funciona.

“A originalidade dos cenários e das personagens aguçam a curiosidade por um ambiente que a todo o momento traz novidade e diferença relaciona-se de forma directa com Aquário, um signo de interesses vários, o signo dos que se sentem diferentes e estranhos, mas que acabam por descobrir coisas que outros não seriam capazes de descobrir.”


Peixes (19 de Fevereiro e 19 de Março) – Wonder, de Stephen Chbosky

filme wonder

“A história de um menino que tinha tudo para ser infeliz…ou não. Marcado pelo Síndrome de Treacher Collins, com a face desfigurada, tem de enfrentar a sociedade e sobretudo a escola e percorrer a infância sentindo-se diferente e estigmatizado”, conta Joana Amoêdo Leite. Porém, o amor incondicional dos pais e a amazidade acabam por ajudar o menino a lutar e a enfrentar as adversidades.

“Peixes, o arquétipo da incondicionalidade que deseja abraçar o mundo e aceitar tudo em harmonia é aqui explorado de forma poética, profunda e bem humorada.”


Identifica-se com estes filmes para cada signo do zodíaco? Veja também as quais as flores para cada signo.

Comentários

Os 12 melhores filmes para cada signo do zodíaco

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.