Casa

Dicas para que lavar a roupa deixe de ser uma dor de cabeça

É principiante no que toca a esta temida tarefa doméstica? Já tem alguma experiência, mas acredita que o saber não ocupa lugar? Fomos descobrir quais os melhores truques para lavar a roupa e partilhamos tudo consigo.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Dicas para que lavar a roupa deixe de ser uma dor de cabeça
© Getty Images
Vera Santos
Escrito por
Fev. 17, 2020

De todas as tarefas domésticas, esta é, provavelmente, a que reúne menos fãs. Lavar a loiça, aspirar, limpar o pó e meal prep são tarefas que se fazem com uma perna às costas e música (ou um bom podcast) nos ouvidos.

Lavar a roupa é outra conversa. É um universo paralelo que não fazemos questão de visitar e evitamos até termos o cesto da roupa suja a transbordar, ou até darmos por nós a usar o mesmo outfit em dois dias seguidos, porque já não temos nada para vestir (é-lhe familiar?).

No entanto, garantimos que lavar a roupa não tem de ser um bicho de sete cabeças e, apesar de ter a fama de ser extremamente entediante, com alguns truques e muita prática, mais cedo ou mais tarde, a coisa vai lá.

Com a ajuda de Madalena Villalobos, autora dos livros Solucionário e Dicas da Madalena, recheados de dicas práticas de cozinha, bricolage, decoração e limpeza, tentámos simplificar o tão temido momento de tratar da roupa.

Desde como lavar a roupa consoante os materiais, a pequenos truques para evitar a deterioração, este é o guia definitivo para aprender a cuidar da sua roupa da melhor forma possível.

Como lavar a roupa consoante os materiais

Já lhe aconteceu comprar uma camisola linda de morrer, usá-la com vaidade e orgulho duas ou três vezes e, após a primeira lavagem, sentir que a peça perdeu a sua graça?

Se é verdade que há peças que pode atirar para dentro da máquina de lavar, sem grandes preocupações, também é um facto que alguns materiais são mais sensíveis e merecem uma atenção redobrada.

De acordo com Madalena, materiais como o algodão, o poliéster e a  podem ser lavados na máquina a uma temperatura que não exceda os 26ºC.

Alguns materiais, como o dos jeans ou as peças de sarja, pedem uma temperatura mais elevada, entre os 32ºC e os 36ºC. Existem exceções em que deve recorrer à temperatura máxima da máquina: se o seu filho apanhar piolhos, por exemplo, os lençóis devem ser bem lavados em água muito quente.

As peles são outro assunto. A limpeza da pele verdadeira deve ser feita em lavandaria, pois implica, na maioria das vezes, a utilização de químicos. Deve ainda evitar lavar as peles sintéticas em casa, para não correr o risco de que as peças percam a forma.

Em relação a outros materiais, como a caxemira, a seda ou o lurex, não se esqueça de ver SEMPRE as etiquetas e seguir as regras de lavagem, mas em caso de dúvida, opte por água fria ou morna, ou pela lavagem manual.

lavar a roupa

© Carolina Carvalhal

Dicas de lavagem

Evite misturar a sua roupa íntima ou delicada com os panos da cozinha ou de limpeza. Procure lavá-la separadamente e, de preferência, à mão;

Não se esqueça de separar a roupa escura da roupa clara, para evitar que os tecidos se tinjam (esta é básica, mas muito importante);

Não misture peças de roupa muito sujas com outras;

Utilize apenas a quantidade de detergente recomendada na embalagem. Detergente a mais não simplifica a tarefa, apenas a complica. Se for lavar uma peça à mão, junte ½ chávena de chá de detergente em pó a dois litros de água;

Verifique sempre as etiquetas com as instruções de lavagem no interior das peças de roupa (nunca é demais relembrar);

Recorra apenas a detergentes líquidos, já que estes se diluem na água e deixam menos vestígios na roupa, e procure detergentes indicados para a roupa escura, que ajudem a preservar a cor;

Tenha o hábito de testar o produto de limpeza que vai usar num tecido manchado, na peça de roupa, no sofá ou na carpete em questão, numa parte que não seja visível, para evitar surpresas desagradáveis.

Últimos