© Shutterstock

10 formas de proteger o oceano todos os dias

A poluição e a degradação da flora marinha são temas cada vez mais alarmantes. O que podemos fazer? Mudar as nossas rotinas o quanto antes é essencial.

Em parceria com: avene logo

As notícias são tristes e preocupantes, mas é necessário que sejam divulgadas em massa para que possamos alterar o nosso modo de vida já hoje. Estamos em falta com o ambiente e a prejudicá-lo todos os dias com as rotinas que mantemos há anos e que continuam a ser passadas para as gerações mais novas.

As notícias de animais que dão à costa – em sofrimento ou, em casos mais graves, já mortos – , ou imagens de praias poluídas com lixo são cada vez mais frequentes, lá fora e em Portugal. Na verdade, os dados da organização ambiental WWF revelam que 72% do lixo nas praias portuguesas é plástico.

Mais: a Unesco refere que todos os anos são produzidos cerca de 220 milhões de toneladas de plástico. A consequência? A morte de milhares de aves marinhas e mais de 100 mil mamíferos marinhos.

O domínio do plástico nos oceanos tem sido de tal forma avassalador que, devido às correntes do mar, formaram-se as chamadas “zonas cinzentas”, aglomerados de concentrados destes resíduos. Neste momento, já existem cinco zonas cinzentas em todo o oceano.

É urgente mudar radicalmente a forma como temos tratado o oceano (e o ambiente no geral). Comece a implementar algumas destas mudanças já hoje. Veja a lista a baixo.

10 formas de proteger o oceano

Pare de comprar garrafas de água

garrafa de vidro, nao usar plastico

© Unsplash

Sabia que o plástico demora 100 anos a degradar-se? Sendo as garrafas de água de plástico um dos produtos mais vendidos em todo o mundo, imagine o peso que esta atitude tem no ambiente.

Opte antes por comprar uma garrafa em metal ou em barro (que conservam a frescura) para andar sempre consigo, em vez de comprar uma garrafa todos os dias.


Atenção aos produtos que utiliza

avene protector solar proteger oceano

© Avène

Infelizmente, a maioria dos produtos que utilizamos libertam matérias químicas prejudiciais para a vida marinha. Porém, hoje já é possível encontrar marcas que fazem uma seleção rigorosa de ingredientes e apresentam alternativas sem substâncias químicas nocivas.

Avène, por exemplo, criou o projeto Skin Protect, Ocean Respect para ajudar a proteger o meio marinho. Desenvolveu uma linha de protetores solares que respeita o ambiente e que não põe em causa a vida animal. A gama laranja da marca Avène é composta por quatro filtros solares que não descuram na proteção UVB-UVA de largo espetro, mas que minimiza o impacto na vida marinha.

A sua fórmula é biodegradável e, por isso, mais difícil de assimilar pelos organismos marinhos. Na próxima vez que escolher o seu protector solar tenha em conta o seu impacto nos oceanos.


Viaje com consciência

caravana à beira mar férias oceano

© Unsplash

Antes de marcar as suas férias, procure por agências de viagens sustentáveis, que se preocupam com a prática de turismo consciente e que garantem a proteção do ambiente.

Além disto, e se as suas próximas férias forem num destino paradisíaco, então dispense a compra de bijuteria feita com conchas, corais ou acessórios de tartaruga. Isto ajudará a proteger o ecossistema marinho.


Só usou uma vez? Então, pare de usar

saco de pano compras conscientes

© Shutterstock

É urgente que os produtos de utilização única deixem de ser utilizados em restaurantes ou supermercados. Na verdade, já existem algumas regras neste sentido.

Porém, a mudança pode começar por si. De cada vez que for a um bar, diga que não quer palhinha. Isto ajudará a diminuir o consumo deste tipo de produto que tanto prejudica o ambiente.

Nas idas ao supermercado, guarde no carro dois ou três sacos de pano para transportar as compras. Ou tenha consigo sacos portáteis (guardados em bolsas de tamanho mini, de fácil transporte) para dispensar o uso dos sacos de plástico.


Diga sim ao cartão

embalagens cartão, evitar plástico

© Shutterstock

Vai dar uma festa em casa e não quer sujar loiça? A ideia é boa, mas só se não escolher copos, pratos e talheres de plástico, que irão diretamente para o lixo após a utilização.

Em vez disso, opte por estes utensílios em cartão, que são muito mais amigos do ambiente. O mesmo acontece com os cotonetes, por exemplo. Escolha os que são feitos em papelão.


Consuma peixe conscientemente

salmão, ingerir peixe, comprar peixe

© Unsplash

Os benefícios do peixe são inúmeros e muito bem-vindos para a saúde. No entanto, e mais na altura do verão, vemos algumas espécies de peixes – como a sardinha, por exemplo – à venda antes da sua época.

Isto significa que sua a pesca está a ser feita de forma desregulada. Evite comprar desenfreadamente.


Apague as luzes

jantar à luz das velas

© Unsplash

Todos os dias produzimos dióxido de carbono que é libertado para a atmosfera. Esta é a chamada pegada de carbono que tem consequências catastróficas para o ambiente, como o aquecimento dos oceanos.

 

Tudo na nossa rotina contribui para isto: deixarmos as luzes demasiado tempo ligadas, os carregadores de telemóveis nas fichas, a utilização diária de automóveis… Procure alterar todas estas rotinas.


Seja responsável na praia

limpar as praias, limpar plástico

© Shutterstock

Leve sempre um saco do lixo consigo e, quando sair da praia, coloque tudo num posto de reciclagem. Se for fumadora, não se esqueça de ter consigo um cinzeiro portátil para manter a praia limpa e livre de beatas.


Saiba onde vai jantar

ingredientes naturais, verduras, vegetais

© Unsplash

Gosta de experimentar restaurantes novos e provar novos pratos? A tendência da restauração tem passado pelo consumo consciente, com ingredientes orgânicos, e pelo conhecimento da origem dos alimentos.

Procure este tipo de estabelecimentos, que respeitam a época dos alimentos, e dê-lhes uma oportunidade.


Informe-se e veja estes documentários

documentários sobre oceano

© Unsplash

Não há melhor forma de percebermos como o ser humano está a degradar os oceanos como alguns destes documentários mostram.

Tire algum tempo e veja: Mar Estranho: O Mini-documentário (2018), Planet Ocean (2012), Acid Test (2009), Planeta Assombroso: O Reino dos Oceanos (2007) ou Oceanos de Plástico (2013).

Fonte: WWF; Unesco

Já adotou algumas destas estratégias para proteger o oceano? Saiba mais sobre como proteger os oceanos com a Avène.

Mais sobre branded , ecologia

Comentários

10 formas de proteger o oceano todos os dias

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.