Sexo

Como fazer o melhor sexo oral: um guia para pôr em prática

Alguma vez se perguntou “como fazer o melhor sexo oral de sempre”? Se sim, acabou de encontrar a resposta. Neste guia reunimos as técnicas e o passo a passo para surpreender o seu parceiro na hora H. Agora, é pôr as mãos (e língua) à obra.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
sexo oral com banana como fruta erótica
Ana Carvas
Escrito por
Ana Carvas
Fev. 12, 2019

Falar de sexo oral – aquele encontro romântico entre o órgão genital e a boca -, é desmistificar uma série de complexos e ideias preconcebidas sobre um dos preliminares prediletos dos portugueses.

Sabia que, segundo um estudo sobre o comportamento sexual dos portugueses levado a cabo pela Eros Porto – Salão Erótico do Porto no ano passado, 58% dos inquiridos afirmou que o seu preliminar de eleição é, nada mais nada menos do que o sexo oral?

Com o objetivo de esclarecer todas as dúvidas relacionadas com o tema, e de construir um guia de boas práticas durante o ato, levámos a cabo uma investigação digna de um Sherlock Holmes do sexo. Para tal, contámos com a ajuda da sexóloga Vânia Beliz, que nos desvendou a importância e os mitos associados ao sexo oral. Let’s talk about (oral) sex, baby?

Mas afinal, o que é o sexo oral?

“O sexo oral é toda a prática que inclui a estimulação dos genitais através da boca”, afirma a especialista, que nos fala sem filtro sobre tudo o que sempre quisemos saber sobre esta prática. “Há quem considere o sexo oral a via verde para o orgasmo, porque a estimulação é direta, porque o calor e a agilidade da língua e dos lábios são inebriantes e porque a intimidade física com o parceiro se torna ainda mais intensa”. Mas já lá vamos.

Embora ainda seja considerado um tema tabu, o sexo oral é uma das formas mais eficazes para a mulher obter prazer. Sabia que é através dele que a maior parte das mulheres atinge o clímax? E que o clitóris tem duas vezes mais terminações nervosas do que o pénis?

diálogo é um dos pontos mais relevantes para que, de zero a dez, o sexo oral seja um onze. “[A comunicação] é muito importante como nas restantes práticas. Se houver desconforto não há lugar para prazer e, por isso, não devemos inibir-nos de dizer o que está no lugar errado ou a fazer alguma coisa que não é agradável”, afirma. Mas não é o único. São vários os truques que podem ajudar a melhorar as suas técnicas e que deve começar já a pôr em prática. Ora veja.

Manual de instruções: como fazer sexo oral

No livro O Melhor Sexo do Mundo, da psicóloga e coach sexual Cristina Mira Santos, encontrámos um guia com sugestões (para ele e para ela) que prometem melhorar a performance durante o ato oral.

Para que não restem dúvidas sobre o que fazer com a boca, língua e mãos, qual a pressão que deve exercer ou a velocidade e ritmo dos movimentos, siga o manual de instruções e faça do sexo oral o seu melhor aliado.

Como fazer sexo oral a um homem

Segure firmemente a base do pénis com uma das mãos (sem estrangular), ao mesmo tempo que acaricia suavemente a glande com a língua em movimentos circulares;

• Com a outra mão, acaricie os testículos do parceiro e vá intercalando com a língua para lubrificar e facilitar o toque;

• Use e abuse da língua (ajuda a boca a deslizar mais facilmente por toda a superfície do pénis). Aproveite para explorar as zonas do períneo e virilhas;

• Pergunte ao parceiro o que lhe dá mais prazer: sucção direta e rápida ou toque suave com as mãos e língua;

• Introduza o pénis na boca e alterne os movimentos, subindo e descendo com a boca, tal e qual como acontece durante a penetração, com movimentos suaves e lentos de língua;

• Varie a velocidade da sucção, detendo-se algum tempo na glande para depois lamber o resto do pénis;

• Use as mãos para ir masturbando o parceiro durante a sucção, sem esquecer os testículos e períneo;

• Para aumentar a intensidade do orgasmo, diminua o ritmo assim que perceber que o parceiro vai ejacular – engolir o esperma fica ao seu critério;

• Acaricie outras zonas do corpo e retome o sexo oral logo de seguida;

órgão genital masculino

©Carolina Carvalhal

Dica: Não se preocupe em introduzir o pénis todo na boca – a não ser que queira e consiga.

Como fazer sexo oral a uma mulher

• A mulher deve estar sentada ou deitada e com as pernas afastadas – a posição de quatro ou o clássico 69 também são bem-vindos;

• Ajoelhe-se à sua frente e comece por beijá-la por cima das cuecas – passe a língua e os dedos pelos lábios vaginais e pelo clítoris até sentir o tecido molhado;

• De seguida deslize a língua até às virilhas, passando ao redor dos lábios externos e períneo;

• Dispa a mulher e beije suavemente a vagina como se fosse uma boca;

• Passe a língua por toda a sua extensão e beije os grandes lábios;

• Com a língua, faça pequenos movimentos circulares, oitos e espirais – suave e lentamente – e comece a dirigir-se ao clitóris;

• Com os dedos, afaste os grandes lábios e deixe o clitóris a descoberto. Deslize a língua, intercalando movimentos ascendentes com rotativos e vá observando as reações;

• Aplique pequenos movimentos de sucção no clítoris, enquanto massaja os grandes lábios com os dedos, introduzindo um deles na vagina;

• Enquanto se dedica com a língua ao clitóris, deixe que os seus dedos brinquem não só com a vagina, mas também com o peito e as nádegas, ou até com o ânus;

• Tenha atenção às reações físicas da mulher que denunciam a proximidade do orgasmo – as suas ações devem seguir os “comandos” dela;

• Quando o orgasmo chegar, não pare de forma brusca nem altere a cadência de movimentos, acompanhe e partilhe a explosão de prazer que se segue.

orgao-genital-feminino

©Carolina Carvalhal

Siga o manual de instruções à risca com a garantia que estará, sem dúvida, a fazer o melhor sexo oral de sempre. E, como diria Samantha Jones, a personagem da icónica série O Sexo e a Cidade, “Fácil?! Vocês homens não imaginam com o que nós, mulheres, temos de lidar. Desde encontrar posição para os dentes, a tensão no maxilar, a sucção e o reflexo de engasgo. Isto enquanto subimos e descemos, a gemer e a tentar respirar ao mesmo tempo pelo nariz. Fácil? Querida, chama-se job por alguma razão.

samantha jones sexo e a cidade frase sobre sexo oral

Prova oral: homens vs. mulheres

Quando questionada sobre a forma como os homens e as mulheres vêem o sexo oral, Vânia Beliz esclarece: “A pornografia tem dado muito destaque ao sexo oral, que surge sempre como uma técnica de dominação e submissão. Na pornografia, fazendo ou recebendo, as mulheres estão quase sempre na posição de submissão. Na verdade, como os homens são muito visuais excitam-se bastante com a prática de sexo oral. Por sua vez, as mulheres ainda referem sentir nojo e incómodo.”.

Posto o estigma feminino de lado, a verdade é que tanto os homens como as mulheres privilegiam um relaxado e prolongado momento de prazer no que aos preliminares diz respeito.

Contudo, e como a via para atingir o orgasmo nos homens – a ejaculação masculina – é mais rápida do que nas mulheres, no caso de um casal heterossexual é importante encontrar o equilíbrio. “O sexo oral é uma das práticas favoritas dos homens, principalmente serem eles estimulados. Também existem muitas mulheres que gostam de fazer, mas é a receber que tiram desta prática muito prazer.”.

O sexo oral feminino não só é saudável como pode ser uma das experiências mais incríveis da vida de uma mulher – Vânia Beliz, séxologa 

Desmistificar tabus

Apelidado de cunnilingus, o sexo oral feminino ainda é um tabu para muitas mulheres. Seja porque alegam que os homens têm falta de jeito, de prática ou de conhecimento, certo é que em grande parte dos casos, o problema vem das próprias mulheres que sentem aversão em relação ao seu órgão sexual.

“Muitas mulheres rejeitam a prática de sexo oral porque acham que os seus genitais são feios, libertam odores ou, pura e simplesmente, porque não se sentem confortáveis”, afirma Vânia Beliz no seu livro Ponto Quê?. “O sexo oral feminino não só é saudável como pode ser uma das experiências mais incríveis da vida de uma mulher, por isso, é importante sabermos vivê-lo sem tabus”.

Mitos e verdades do sexo oral

Dos odores e sabores desagradáveis à utilização de proteção, são muitas as ideias preconcebidas quando o tema é sexo oral. Com a ajuda da sexóloga Vânia Beliz, desmistificamos alguns dos mitos mais comuns entre os homens e mulheres.

• Pelos

“Os pelos podem ser um entrave, pelo que a zona genital deve estar cuidada (o que não significa que tenha de estar livre de pelos). Apará-los pode ajudar”, afirma a sexóloga, que garante que este é um problema real tanto para o sexo feminino como masculino. “Hoje em dia é cada vez mais vulgar ver um homem depilado, mas alguns homens ainda se sentem constrangidos em visitar uma esteticista.”

• Odores e sabores desagradáveis

Este é um dos temas que mais constrangimento causa nos casais. “Existe receio do cheiro e do sabor dos fluidos libertados com a excitação, mas uma higiene cuidada pode resolver a situação.” Contudo, é importante reforçar que o sabor varia não só de acordo com o ciclo hormonal e de mulher para mulher, como depende também da sensibilidade das papilas gustativas de cada um.

“Os homens podem evitar desconforto ao nível dos fluidos libertados pela vagina se focarem a estimulação no clitóris e não passarem pela vagina, por exemplo. Nas mulheres há sempre a dúvida da profundidade da estimulação. Muitos homens excitam-se a ver o pénis desaparecer na boca da parceira, mas o momento da ejaculação deve ser preparado de forma a evitar surpresas.”

Segundo Vânia Beliz, uma das grandes preocupações das mulheres relativamente ao sexo oral é a ejaculação sem pré-aviso, isto porque, para algumas, a ideia de provar sémen masculino pode ser repugnante.

• Proteção: sim ou não?

“Sim! O preservativo é a única forma de o/a proteger das infeções sexualmente transmissíveis, e acredite que existem muitas que se transmitem por esta prática.”, revela a sexóloga.

Desengane-se quem pensa que as DST (doenças sexualmente transmissíveis) são exclusivas da penetração. Através do sexo oral podem ser contraídas inúmeras DST, desde o vírus do papiloma humano (HPV) ao herpes genital ou gonorreia e, por isso, é extremamente importante a utilização de preservativo – seja ele feminino ou masculino.

Preliminares com sabor

Com ou sem sabor, há uma panóplia de preservativos e lubrificantes à sua escolha. “Os lubrificantes comestíveis com sabores agradáveis podem melhorar o medo que sentimos e aumentar a confiança”, afirma Vânia Beliz.

No livro O Melhor Sexo do Mundo, Cristina Mira Santos sugere que chupe um rebuçado de mentol porque “fazem milagres pelo sexo oral, por acrescentarem o efeito ‘frescura inesperada’”.Gel de massagem Thai PassionGel de massagem Thai Passion
Control, €8,39

lubrificante Gel Intense Orgasmic

Gel Intense Orgasmic
Durex, €9,99

Gel Sex Sences Chocolate
Control, €9,99

lubrificante de cereja para sexo oral

Gel lubrificante Play Cherry
Durex, €6,99


Agora que já sabe exatamente como satisfazer o seu parceiro através do sexo oral, passe à próxima fase e experimente sexo tântrico em apenas 7 passos.

Últimos

Tudo o que precisa de saber para começar a fazer networking
Carreira
Tudo o que precisa de saber para começar a fazer networking
5 questões a colocar antes de escolher o seu personal trainer
Fitness
5 questões a colocar antes de escolher o seu personal trainer
Acha que sabe quem são as princesas da Disney? Faça o quiz
Cultura
Acha que sabe quem são as princesas da Disney? Faça o quiz
Crónica. O que é que a Astrologia tem a ver com tijolos e felicidade?
Horóscopo
Crónica. O que é que a Astrologia tem a ver com tijolos e felicidade?
21 ideias de decoração de quarto de bebé (de se derreter)
Casa
21 ideias de decoração de quarto de bebé (de se derreter)
Quer trabalhar a partir de casa? Siga estes 4 conselhos
Carreira
Quer trabalhar a partir de casa? Siga estes 4 conselhos
O que fazer no fim de semana de 20 a 22 de setembro
Cultura
O que fazer no fim de semana de 20 a 22 de setembro
8 bares para beber os melhores cocktails em Lisboa
Restaurantes e bares
8 bares para beber os melhores cocktails em Lisboa
Esta estação, adira à tendência do rosto sem maquilhagem
Beleza
Esta estação, adira à tendência do rosto sem maquilhagem
Pessoas otimistas têm maior probabilidade de viver até aos 85 anos (ou mais)
Bem-estar
Pessoas otimistas têm maior probabilidade de viver até aos 85 anos (ou mais)
7 lojas de decoração budget friendly que deveria conhecer
Casa
7 lojas de decoração budget friendly que deveria conhecer
As saias longas são um dos modelos mais trendy deste outono-inverno
Moda
As saias longas são um dos modelos mais trendy deste outono-inverno