Relações e família

Manual de sobrevivência para fazer compras (boas e seguras) na Black Friday

Não compre por impulso. Informe-se e utilize as dicas e ferramentas que a vão impedir de fazer maus investimentos. Leia com atenção este manual de sobrevivência com ferramentas úteis para fazer boas compras na Black Friday.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Manual de sobrevivência para fazer compras (boas e seguras) na Black Friday Manual de sobrevivência para fazer compras (boas e seguras) na Black Friday
© unsplash
Escrito por
Nov. 22, 2017

Está a chegar o dia com os – supostos – maiores descontos do ano: a Black Friday.  Utilizamos o termo “supostos”, porque televisões, computadores, eletrodomésticos, roupa e mobiliário aparecem marcados com promoções exorbitantes, mas nem sempre são reais. De acordo com o estudo polémico divulgado pela DECO, em 2015, a Black Friday pode muito bem ser a “black fraude”.

Nesta investigação, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor confirmou que os preços eram manipulados, através do aumento dos valores em cerca de 10% nas vésperas da Black Friday. Confirmou ainda que esta prática – que “viola a Lei dos Saldos e das Promoções e a Lei das Práticas Comerciais Desleais” – não era “generalizada” e que incidiu num produto, em cada 20. No ano seguinte, em 2016, a mesma entidade criou uma ferramenta que permitiu analisar o aumento e descida de preços no mês que precedia a data. Desta forma, o consumidor podia perceber a veracidade das promoções em causa. Resultado: “Mais de 25% dos produtos pesquisados não tinham um preço compensador.”

Assim, se está a pensar em investir na Black Friday, esteja atenta. Não compre por impulso. Informe-se e prepare-se. Como? Com este manual de sobrevivência, onde deixamos todas as dicas e ferramentas com que se pode proteger e fazer boas compras no Black Friday.

4 dicas para fazer boas compras na Black Friday

1. Acompanhe o produto que procura com antecedência

Antes do grande dia, pense naquilo que lhe faz falta. Não seja impulsiva. Faça uma lista de compras e investigue os produtos que gostaria de ter. Tome nota dos preços anteriores à Black Friday e perceba se, no dia H, aquele é de facto um bom investimento e uma promoção real.

2. Faça uma boa análise

Na Black Friday os grandes retalhistas aproveitam para comercializar produtos descontinuados. Pior: muitas vezes colocam à venda produtos que foram trocados ou desenvolvidos, com defeito ou de fraca qualidade. Dica: costumam ser os produtos com promoções maiores, com preços muito baixos. Desconfie e não se iluda.

3. Certifique-se do desconto

Graças à polémica da manipulação de preços, foram criadas ferramentas que permitem analisar e comparar o preço dos produtos, em tempo real – até porque, nas lojas, é comum os produtos não virem marcados com o preço anterior ao desconto. Estes mecanismos chegam-nos pela mão da DECO, com a funcionalidade “Comparar Preços” e com o site temporário criado pelo Portal da Queixa.

Comparar Preços

“Uma ferramenta que permite compreender se os descontos aplicados são, de facto, “boas oportunidades de compra”, explica a DECO, entidade que disponibilizou a instrumento, já no ano passado. O Comparar Preços acompanha e regista a evolução dos preços nos últimos dias. Depois de inserido o nome do comerciante e do produto ou do URL na loja online, o resultado surge na forma de um semáforo, com uma cor destacada: o verde significa que é um bom negócio, o amarelo significa que a diferença é pequena face aos preços praticados nos 30 dias anteriores, e o vermelho significa que se trata de um mau preço e que o produto já foi bastante mais barato. Além disto, é possível ter acesso à informação do preço dos produtos em questão nos últimos 7 dias, 1 mês e 3 meses.

– Blackfriday.pt

O Portal da Queixa vai ter disponível a partir da meia noite desta quarta-feira, 22 de novembro, uma plataforma criada propositadamente para fazer boas compras na Black Friday. Vai permitir ter acesso às melhores ofertas, comparar preços de diversas marcas e denunciar casos de fraude e manipulação de preços, disponíveis o dia todo na plataforma. Várias marcas, como Samsonite, La Redoute, Chicco ou Conforama vão estar associadas, com pormenores dos preços e promoções. Nota mental: esta quarta-feira, assim que chegar à meia-noite, não se esqueça de aceder a www.blackfriday.pt

4. Esteja atento à politica de troca ou devolução para fazer boas compras na Black Friday

Muito importante: antes de comprar um produto, certifique-se quanto à sua política de devolução ou troca. Leia as letras pequenas, confirme com os funcionários. Exija sair de lá com uma resposta. Caso contrário, cautela. É comum em época de saldos e promoções não serem permitidas trocas. Na Black Friday isto ganha especial importância, uma vez que, como referimos acima, são feitas vendas de produtos devolvidos, trocados ou descontinuados, que poderão ser de fraca qualidade ou vir com defeito.

Achou este manual de sobrevivência útil? Aproveite as melhores promoções e prepare-se para fazer boas compras na Black Friday. Veja ainda as nossas sugestões de apps para poupar dinheiro.

Últimos