Cultura

8 exposições para ver este fim de semana (e nos próximos)

No fim de semana em que é inaugurada uma das exposições mais aguardadas do ano – Meet Vincent Van Gogh – sugerimos-lhe esta e outras mostras que não vai querer perder.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
8 exposições para ver este fim de semana (e nos próximos)
© D.R.
Rita Caetano
Escrito por
Fev. 27, 2020

Meet Vincent Van Gogh é mais do que uma exposição, é uma viagem imersiva pelo enigmático mundo de um dos mais famosos pintores holandeses. Dedicada a toda a família, vai fazer as delícias de pequenos e graúdos a partir de 28 de fevereiro.

Mas há muitas mais exposições para ver: em Serralves, é possível conhecer o trabalho do realizador de cinema e diretor de fotografia norte-americano Arthur Jaffa; no Museu das Marionetas, entra-se no mundo encantado de Tim Burton; no Museu Berardo, viaja-se de Lisboa até Nova Iorque, Tóquio, Paris, Viena e Berlim através das fotografias de Andreas H. Bitesnch; no Centro Cultural de Cascais, observam-se nomes grandes da pintura nacional do século XX.

Saiba mais sobre esta e as restantes exposições na galeria abaixo.

8 exposições a visitar nos próximos tempos

  • Meet Vincent Van Gogh

    Meet Vincent Van Gogh

    van gogh © D.R.

    Mais do que uma exposição, é uma viagem imersiva e multissensorial pela vida e obra do famoso pintor holandês. Ao longo do percurso da Meet Vincent van Gogh são recriados os principais locais que Van Gogh frequentou, tais como o café Le Tambourin, em Paris, o hospital de Saint-Rémy onde esteve internado, a Casa Amarela, em Arles e o seu quarto. Os membros mais novos da família também vão gostar deste exposição.

    Onde: Terreiro das Missas, Belém, Lisboa.
    Quando: De 28 de fevereiro a 30 de abril.
    Preço: A partir de 9€.

    1 / 8

  • Arthur Jafa

    Arthur Jafa

    arthur jafa Arthur Jafa/ Mickey Mouse was a Scorpio, 2016 – 2018/Courtesy of the artist anf Gavin Brown´s Enterprise New York and Rome

    O trabalho de Arthur Jafa, reconhecido diretor de fotografia e realizador de cinema, que já trabalhou com Spike Lee, Stanley Kubrick, Beyoncé e Solange, está em destaque em Serralves. Arthur Jafa Uma série de prestações absolutamente improváveis, porém extraordinárias (com Ming Smith, Frida Orupabo e Missylanyus) é feita de filmes, fotografias e esculturas, e a sua obra revela o papel determinante da raça, do género e da classe social na cultura popular dominante e nos meios de comunicação dentro e fora dos Estados Unidos.

    Onde: Museu e Casa do Cinema Manoel de Oliveira, Serralves, Porto.
    Quando: Até 21 de junho.
    Preço: 12€.

    2 / 8

  • O Mundo Animado de Tim Burton

    O Mundo Animado de Tim Burton

    tim burton © D.R.

    Parte integrante do Monstra – Festival de Animação de Lisboa, que se realiza de 18 a 29 de março – esta exposição é uma homenagem ao trabalho de Tim Burton. Nesta exposição, vão ser apresentadas marionetas e desenhos originais de filmes, bem como armaduras, maquetes, adereços, esboços e pesquisas gráficas de Marte Ataca!, A Noiva Cadáver e Frankenweenie (2012). E já se sabe, os bonecos do realizador norte-americano agradam a miúdos e graúdos.

    Onde: Museu das Marionetas, R. da Esperança, 146, Lisboa.
    Quando: Até 19 de abril.
    Preço: 2€; gratuito para crianças até aos 5 anos.

    3 / 8

  • Deeper Shades. Lisboa e Outras Cidades

    Deeper Shades. Lisboa e Outras Cidades

    andres bitesnich Cityscape with Empire State Building, New York 2011/ Andreas H. Bitesnich

    O fotógrafo austríaco Andreas H. Bitesnch, que, no ano passado, esteve na capital portuguesa em residência artística, está de regresso com a exposição Deeper Shades. Lisboa e Outras Cidades. As fotografias de Lisboa tomam conta do núcleo central da exposição, mas da mostram fazem ainda parte imagens de Nova Iorque, Tóquio, Paris, Viena e Berlim.

    Onde: Museu Berardo, CCB, Lisboa.
    Quando: Até 21 de junho.
    Preço: 5€; gratuito para crianças até aos 6 anos.

    4 / 8

  • Pintura Democrática

    Pintura Democrática

    pintura democrática A cadeira do poeta Fernando Pessoa no seu espaço periférico,1979/80/ COSTA PINHEIRO

    O melhor da pintura portuguesa do século XX está reunida na exposição Pintura Democrática. Os trabalhos expostos pertencem à coleção privada de Luísa e Manuel Pedroso de Lima e foram feitos por nomes grandes da nossa arte. Não é todos os dias que podemos ver num mesmo espaço obras de Almada Negreiros, Cruzeiro Seixas, Graça Morais, Júlio Resende, Júlio Pomar, Malangatana, Paula Rego e Vieira da Silva, só para citar alguns nomes.

    Onde: Centro Cultural de Cascais.
    Quando: Até 12 de abril.
    Entrada Livre.

    5 / 8

  • Fukuko Ando: Weaving (the) Cosmos

    Fukuko Ando: Weaving (the) Cosmos

    fukuku ando © D.R.

    A artista e designer de moda Fukuko Ando, que trabalhou em casas como a Christian Dior e a Christian Lacroix expõe em Portugal mais de 160 bonecas, feitas em croché, que representam 25 variações das irmãs da mitologia grega: Alcíone, Electra, Maia, Mérope, Astérope, Taígete e Celaeno. Na exposição Fukuko Ando: Weaving (the) Cosmos, a designer nipónica apresenta ainda o conjunto 12 Dresses, que tão bem representam o trabalho rigoroso da designer nipónica que acompanha as formas do corpo humano.

    Onde: Museu do Oriente, Lisboa.
    Quando: Até 10 de maio.
    Preço: Entrada gratuita.

    6 / 8

  • Animar

    Animar

    uncle thomas © D.R.

    Despertar o interesse do público de todas as faixas etárias, mas sobretudo o infanto-juvenil, para o mundo cinemático, é o objetivo da ANIMAR que este ano foca-se no filme O Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias, de Regina Pessoa, recentemente galardoada nos os Annie Awards, uma espécie de ‘Óscares’ de animação. A cineasta está a comemorar 20 anos de carreira e mostra aqui os diversos materiais que documentam o processo criativo e de produção do filme: registos textuais e gráficos de desenvolvimento da ideia inicial, vários storyboards, dossiers, animatic, imagens referência e objetos que pertenciam ao tio Tomás.

    Onde: Solar – Galeria de Arte Cinemática, Vila do Conde.
    Quando: Até 6 de junho.
    Entrada livre.

    7 / 8

  • Contos de Lisboa

    Contos de Lisboa

    gémeas © Mónica de Miranda

    Há 10 anos a artista Mónica de Miranda decidiu fotografar vários bairros localizados ao longo da denominada Estrada Militar, tais como 6 de Maio, Azinhaga dos Besouros, Fim do Mundo, Mira Loures ou Talude, alguns dos quais foram, entretanto, demolidos. E o resultado desse trabalho deu o mote para esta exposição. Em Contos de Lisboa mostra as fotografias que tirou, mas depois de terem passado por um processo artístico de reflexão sobre uma geografia composta por várias geografias.

    Onde: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, R. da Palma, 246, Lisboa.
    Quando: até 16 de maio
    Entrada livre.

    8 / 8

Últimos