Casa

Organizar a cozinha: o passo a passo para uma vida mais saudável

A sua cozinha desperta-lhe alegria e apetite para ser uma verdadeira chef? Ou dá-lhe antes impulso para desatar a fugir? Todas as divisões da casa são importantes e refletem a nossa vida. Esta não é exceção.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Organizar a cozinha: o passo a passo para uma vida mais saudável
© Unsplash
Rafaela Garcez, personal organizer
Escrito por
Rafaela Garcez, personal organizer
Set. 26, 2019

A cozinha dá-nos muito amor — aquele amor que é doce, salgado e partilhado com a família e amigos — mas normalmente recebe pouco.

Uma cozinha desleixada, gordurosa, com produtos fora de validade não é sinónimo de carinho e atenção, nem de uma vida saudável.

Este é o espaço onde tratamos dos alimentos que nos irão saciar e dar energia e merece ser alegre, bonito, organizado e valorizado.

Tudo tem um prazo e um lugar na vida. E na cozinha também, inclusive aquela embalagem de farinha de amêndoa que comprou uma vez para fazer um bolo sem glúten, e que, por não ter as prateleiras arrumadas em categorias lá foi ela sendo arrastada por novos produtos do dia a dia, até ficar esquecida no fundo escuro da prateleira. Provavelmente até ia dar um bolo fantástico.

Uma cozinha organizada e prática irá certamente ser um gigante passo para uma alimentação também mais diversificada, cuidada e consciente.

Vamos começar a organizar a cozinha?

1. Tirar tudo para fora!

Expor no nosso campo de visão o que houver nos armários, prateleiras, despensa, caixas. Isto dá-nos o cenário geral do que temos e a noção da quantidade de produtos e utensílios de cada categoria.

2. Validar

Quantas coisas estragadas guardamos na despensa? É importante verificar a validade de todas elas, bem como o estado de utilização de cada utensílio de cozinha.

Vai descobrir que tem muitas coisas fora do prazo e que ficaram esquecidas. Veja igualmente tudo o que tem no frigorífico.

3. Selecionar

É chegado aquele momento em que questionamos se precisamos de 56.384 canecas, se gostamos delas e se nos fazem felizes.

O mesmo se aplica à restante loiça que mantemos na nossa casa. Os cinco abre garrafas e os pequenos eletrodomésticos que nunca foram utilizados, também podemos deixar ir em paz.

Ao longo destas tarefas, nunca se esqueça de ir sempre aplicando a grande questão do método de Marie Kondo: does it spark joy?”.

Para mantermos a cozinha organizada, a decisão essencial é sermos conscientes em relação às novas compras
Rafaela Garcez Rafaela Garcez

4. Categorizar

Após a grande seleção, agrupa-se por categorias tudo o que se manteve e começa-se a estudar o espaço disponível.

Como arrumar as prateleiras da cozinha? Coloque os objetos mais regulares e mais utilizados nas áreas mais próximas de si e de utilização fácil. Tente manter tudo o mais prático e de fácil acesso possível.

Arrume os objetos que decidiu manter na sua vida e cozinha, mas que são de pouco uso, nos armários e prateleiras menos acessíveis.

Ideias para organizar os panos de cozinha, as toalhas de mesa e outros tecidos? Experimente colocá-los na vertical, dobrados com o método KonMari, dentro de caixas.

Reconsidere a quantidade de panos e paninhos que precisa. Os que estão rotos ou demasiado velhos podem ser reciclados e libertados.

As caixas de arrumação são excelentes opções para manter os utensílios organizados dentro das gavetas por tipo, tamanho e utilização.

A não esquecer:

Para mantermos a cozinha organizada, a decisão essencial é sermos conscientes em relação às novas compras. Seja de alimentos ou artigos de cozinha. Iremos dar realmente utilização?

Se gostamos muito de algo e já não está em bom estado, considere guardar como item sentimental (se o for) ou deixar ir e trocar por um novo. O método KonMari não é sobre não investir em nada, é sobre ter em casa itens que nos fazem felizes.

Cozinhar é apenas mais uma tarefa das muitas da nossa vida. O meu método é: uma vez por semana, durante três horas, elaborar os cozinhados todos da semana. Um momento especial de cheiro e sabores.

Coloco tudo em doses individuais, em caixinhas, para congelar. Está feito! Não penso mais no assunto, e tenho sempre comida à mão e a cozinha arrumada.

Que façam magia nas vossas bonitas cozinhas e bons bolos de farinha de amêndoa… ou chocolate!

 

Formada em design gráfico, Rafaela Garcez dedica-se à organização profissional desde 2017. Fez a certificação em Nova Iorque com Marie Kondo e é uma das primeiras consultoras certificadas em Portugal. Desde então trabalha com clientes o método de organização japonês, transformando as suas casas e vidas. É uma das embaixadoras da Intercasa 2019.

Últimos