Casa

Crónica. Feng Shui e a sala de estar

Como podemos preparar e viver a nossa sala de estar de forma a ter uma vida com mais harmonia e conforto? Descubra tudo.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Crónica. Feng Shui e a sala de estar
© Unsplash
Alexandre Gama, cronista
Escrito por
Jun. 18, 2020

A sala corresponde à área social da nossa vida e, por isso, deve ter uma energia ativa e dinâmica. Se generalizarmos, podemos dizer que na sala devemos usar cores fortes, materiais com diferentes texturas e acabamentos, misturar diferentes estilos e usar e abusar de brilhos e de pontos de luz para criar vida e movimento na imagem da mesma.

Este espaço deve ser amplo e deve evitar enchê-lo com mobília. Para além disso, podemos seguir algumas recomendações de feng shui, ora veja.

Feng shui: dicas para a sala de estar

Posição do sofá e televisão

  • De modo a poder ter uma visão global da sala quando estamos sentados no sofá;
  • Nunca estar sentado de costas para a entrada da sala;
  • Olhar para a televisão e ao mesmo tempo ter visão global da entrada;
  • Em espaços pequenos, evitar ter o sofá no meio da sala, pois ao ocupar o centro esta vai parecer mais pequena.

Partilha com outros ambientes

  • Podemos partilhar a sala de estar com a sala de jantar, o que aliás é bastante comum;
  • Podemos partilhar com o escritório, mas é preciso manter a disciplina e organização para nos focarmos no trabalho quando é necessário e desligar e relaxar na zona de convívio;
  • Podemos partilhar com a cozinha, o que é simpático em ambientes pequenos e assim temos apenas uma divisão com várias funções. Neste caso, quem está na cozinha pode conviver em vez de se sentir de castigo enquanto os outros se divertem;
  • Não recomendo que partilhe com o quarto, pois a energia do sono requer uma vibração bastante íntima, limpa e privada. Dormir na sala pode causar uma sensação de invasão, de falta de privacidade e pode mesmo ser difícil descansar em absoluto;
  • A casa de banho deve também estar afastada da sala. Deve comunicar para uma zona de passagem, como um corredor, e nunca ter a porta direta para a sala, cozinha ou até a zona da cama.

A decoração pode ser ajustada em função da sua exposição solar

  • A sala de estar orientada a sudeste tem um ambiente leve, fresco e promove a comunicação. Usar azuis, peças de vidro e plantas vivas;
  • A sul é propícia para eventos sociais e festas. Criar ambiente com várias cores e diferentes materiais, velas, acrílicos, brilhos;
  • A sudoeste promove a segurança, o conforto e a harmonia entre as pessoas que utilizam o espaço. Usar cores de terra e formas horizontais, para além de materiais fofos e confortáveis.
  • A oeste possui uma energia adequada para receber convidados e ajuda a usufruir do prazer e da satisfação, assim como do romantismo. É uma zona de glamour e por isso gosta de decoração com requinte, brilhos, metalizados, metais ricos e cores do pôr-do-sol;
  • Se a sua localização estiver a norte é uma zona calma e tranquila. Adicione plantas vivas na decoração para que o ambiente não seja demasiado estagnado;
  • Se estiver a nordeste, é uma zona de maior recolhimento. Deve utilizar peças pesadas, em pedra ou metal, de modo a estabilizar as energias desse setor que pode ser imprevisível;
  • Se estiver a este, pode ser de energia ativa e impulsiva e por isso agitada. Utilize velas e cores fortes, para além dos verdes e das plantas vivas;
  • Se estiver e noroeste é formal e pouco descontraída. É um tipo de sala mais masculina, moderna e minimalista.Utilize peças que se relacionem com riqueza material, peças de arte, glamour e peças que contribuam para o conforto.

Alexandre Saldanha da Gama é um conceituado consultor de Feng Shui de Portugal e da Europa, e autor do livro ‘Feng Shui @ Lares e Costumes Portugueses’. Estudioso de pessoas e da sua energia, criou a marca Feng Shui Integrativo através da qual orienta seminários, cursos, palestras, e faz consultas de astrologia do ki das 9 estrelas. Desenvolve e acompanha in loco projetos de decoração, dá consultas de Feng Shui e faz limpezas energéticas de espaços.

Últimos