Casa

5 plantas fáceis de cuidar que vai desejar ter na sua casa

Já está farta de matar as suas plantas e de não saber como? Indicamos-lhe cinco plantas fáceis de cuidar que além de não lhe ocuparem muito tempo, vão deixar o ar da sua casa mais puro.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Palmeira-bambu
Escrito por
Saber Viver
Jul. 15, 2019

Não é novidade para ninguém de que as plantas estão a invadir as nossas casas. Esta tendência está em expansão, principalmente pelos millennials. E faz-nos parecer que já não existe casa ideal que não tenha um pouco de flora.

No entanto, um pequeno deslize com o tratamento das suas plantas pode fazer com que a sua urban jungle se transforme num pesadelo.

Para quem tem o desejo de transformar a sua casa numa pequena floresta, mas tem pouca habilidade para a botânica deve optar por plantas fáceis de cuidar. Estas requerem pouca manutenção e sobrevivem a esquecimentos ou a pequenos excessos.

Atenção que não estamos a falar apenas das suculentas e de catos. Felizmente, existe uma panóplia de plantas que pedem muito pouco de si, exigindo apenas os cuidados básicos que qualquer planta precisa de ter. Temos o exemplo de uma planta grande como a Ficus Lyrata ou uma Pachyra que são muito fáceis de manter.

Fizemos uma seleção de cinco plantas que são fáceis de cuidar e com a ajuda do site Jardineiro, explicámos quais são os tratamentos mais indicados para cada uma delas.

Além disso, estas plantas também ajudam a purificar o ar, filtrando alguns dos poluentes mais comuns que habitam nas nossas casas, como benzeno, xileno, amoníaco, tricloroetileno e formaleído.

5 plantas fáceis de cuidar

Jibóia

Características e utilizações

A jibóia é uma planta bastante vistosa que tem a habilidade de se apoiar em diversos substratos. Muito comercializada em vasos sobre blocos de substrato, esta planta é fantástica para decorar interiores.

As suas folhas são brilhantes e alteram-se de acordo com a maturidade da planta – inicialmente são pequenas, sem variegações ou recortes, e com o crescimento tornam-se grandes, variegadas e algumas vezes recortadas. É uma das poucas trepadeiras para utilização à meia-sombra.

É eficaz na absorção de formaleído, xileno e benzeno.

;

Cuidados a ter:

• Para ter uma folhagem sempre bonita e de crescimento rápido, deve ser plantada em substrato rico em matéria orgânica;

• Deve receber regas periódicas;

• Pode ser cultivada a pleno sol, mas deve-se cuidar ao apoiá-la sobre árvores, pois com o crescimento corre o risco de sufocar a planta suporte;

• Tipicamente tropical, não tolera geadas e frio intenso.


Lírio da paz

Características e utilizações

O spathiphyllum ou o Lírio da Paz, também, está na lista das plantas fáceis de cuidar e, além disto, é muito decorativa. As suas folhas longas são verde-escuras e brilhantes. Além disso, esta planta dá flores brancas na primavera e no verão. Em boas condições também poderá dar flores continuamente.

A folhagem tem a reputação de absorver vários componentes tóxicos do ar como o amoníaco, a acetona, o benzeno…

;

Cuidados a ter:

•  Coloque debaixo do vaso um prato com esferas de argila que deverão estar sempre húmidas;

•  Sempre que o ar estiver seco, poderá pulverizar a folhagem com água;

•  Regue moderadamente mas deixe a superfície da terra secar primeiro ligeiramente antes de voltar a regar;

•  Coloque-a, de preferência, atrás de uma janela exposta ao sul mas evite os raios diretos do sol;

• Na primavera e no verão, dê-lhe, uma vez por mês, um pouco de adubo líquido especial para plantas verdes;

•  Suprima as flores secas para estimular o aparecimento de flores novas;

•  Elimine também as folhas que se vão estragando;

•  Pense em mudar de vaso a cada dois ou três anos, na primavera, para um vaso ligeiramente maior. Ao fim de alguns anos poderá mudar apenas alguns centímetros de terra à superfície do vaso em vez de mudar de vaso.


Palmeira-bambu

Características e utilizações

A palmeira-bambu ou areca é uma palmeira de interior magnífica. As suas folhas são longas e crescem a partir da base dando um fantástico toque de verdura e de frescura.

A areca é uma planta despoluente, eficaz tanto no caso do formaldeído, o tolueno ou o xileno.

;

Cuidados a ter:

A palmeira areca aprecia locais luminosos e relativamente quentes;

• Também aprecia a humidade e deve ser pulverizada regularmente em período de crescimento sem, no entanto, deixar estagnar a água nem molhar em demasia a terra;

No inverno, deve deixar secar a terra entre as regas.


Espada de São Jorge

Características e utilizações

A Espada de São Jorge é muito apreciada devido à sua fácil manutenção e cuidado, e à sua longa longevidade. É muito resistente à seca e perdoa-lhe se por acaso se esquecer de a regar!

Além disto, é uma planta despoluente, sendo eficaz especialmente no caso tricloroetileno e do benzeno.

;

Cuidados a ter

Coloque-a num local luminoso e pouco húmido;

• Dê-lhe regas regulares no verão deixando, no entanto, secar a terra entre as regas;

• No inverno, deve diminuir a frequência das regas;

• Não deixe a água estagnar.


Ficus Elastica

Características e utilizações

A Ficus Elastica é uma magnífica planta de interior com folhas largas e espessas, lustrosas e coriáceas. Será o centro das atenções numa grande divisão, próximo de uma janela ou porta-janela ou ainda numa marquise.

É eficiente na eliminação do benzeno, xileno e toluene e também age contra o formaleído e o tricloroetileno.

;

Cuidados a ter

• A Ficus Elastica suporta a seca, mas prefere uma atmosfera húmida e regas regulares com água à temperatura ambiente;

 Não deixe a água estagnar no prato e deixe secar a terra entre duas regas;

• Pulverize a folhagem regularmente;

• De abril a setembro dê-lhe adubo de três em três semanas;

 Para conservar a sua planta bonita e brilhante limpe as folhas com um pano macio e húmido;

Replante a sua árvore-da-borracha de dois em dois anos com terra para plantas verdes.


O que achou destas plantas fáceis de cuidar? Saiba ainda como é que as plantas podem ajudar no Feng Shui da sua casa. 

Últimos