© Thinkstock

5 dicas para automatizar a sua poupança

Poupar não tem de dar trabalho às aforradoras. Há estratégias que lhe retiram o fardo de se preocupar constantemente com o seu dinheiro.

Fazer crescer a poupança não tem de ser complicado. Muitos bancos propõem soluções que permitem aumentar o pé-de-meia sem esforço.

Ideias para simplificar como convive com o seu dinheiro

1. Programe o reforço da sua conta de aforro

Quase todos os bancos têm uma solução deste tipo: ao constituir-se uma conta de aforro, é possível definir um programa de entregas automáticas para reforçar a aplicação. Assim, é possível incrementar mensalmente o saldo da conta de aforro pouco depois de se receber o vencimento.

A conta Poupança Aforro do Millennium bcp, por exemplo, deixa automatizar reforços a partir de 25 euros por mês. As clientes do banco podem manter a regra de poupança durante 14 anos e meio ou até a conta chegar aos 100 mil euros.

2. Aplique na conta de poupança sem pensar

Alguns bancos disponibilizam ferramentas que permitem otimizar o saldo da conta à ordem. Desse modo, enquanto não precisar de liquidez, pode ter o dinheiro a capitalizar numa conta remunerada.

As clientes Caixazul, da Caixa Geral de Depósitos, podem aceder ao serviço de gestão automática de tesouraria: depois de definir os mínimos e os máximos que querem ter na conta à ordem, o serviço transfere sem intervenção da cliente os excedentes para a conta de poupança. Quando o saldo à ordem é inferior ao mínimo definido, o serviço transfere 500 euros da conta de poupança para a conta à ordem.

3. Escolha um depósito a prazo renovável

Muitos dos depósitos a prazo que podem ser constituídos na banca portuguesa têm a vantagem de poderem ser automaticamente renovados no vencimento. Desta forma, as clientes bancárias não têm de estar a marcar na agenda a data do fim do prazo do depósito para voltarem a aplicar a poupança.

É, no entanto, preciso cuidado: na maioria dos casos, o dinheiro é aplicado num depósito menos generoso no final do prazo da primeira aplicação.

4. Poupe automaticamente ao gastar

Se lhe custa poupar, junto esse esforço ao prazer de fazer compras. Através da Micro Poupança do Novo Banco pode arredondar as faturas que paga com recurso à conta à ordem para múltiplos de um, dois, cinco ou dez euros. O excesso sobre o valor da fatura é transferido para uma conta de poupança.

Em alternativa, o cartão Leve da Caixa Geral de Depósitos tem um plano de reembolso (cash-back) que é dirigido para um plano de poupança-reforma. Entre 0,35% e 1,5% das compras são adicionadas gratuitamente ao PPR, desde que não ultrapasse 75 euros por mês.

5. Planeie um investimento automático

Muitos fundos de investimento aceitam que agende subscrições ou reforços periódicos. Em geral, os fundos do Banco BPI, por exemplo, podem ser subscritos com 250 euros, mas reforçados posteriormente com um plano mensal de 25 euros.

A vantagem é que a oferta de fundos dos bancos abarca uma vasta gama de categorias e de perfis de risco, desde os fundos de curto prazo, que têm menos risco, até aos fundos mais voláteis de ações.


Agora que já sabe alguns truques para automatizar a sua poupança, conheça ainda as dicas para poupar energia

Comentários

5 dicas para automatizar a sua poupança

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.