Beleza

Cuidado com as mezinhas que põe na pele. Os perigos da cosmética caseira

Com a cada vez maior abertura para as soluções de cosmética naturais, a procura de mezinhas caseiras na Internet tem crescido desmesuradamente. Contudo, a nova vaga DIY (‘faça você mesma’) traz consigo alguns perigos. Esteja atenta.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
beleza natural
Mariana Nave
Escrito por
Mariana Nave
Ago. 29, 2019

Há cada vez mais adeptas de uma boa máscara caseira – de rosto ou cabelo, tanto faz – e que veem neste ritual de beleza e self-care uma excelente forma de aproveitar as tardes de domingo. E, como qualquer beauty addict que se preze, andam sempre à procura das últimas tendências e a investigar as mais recentes novidades.

Porém, é preciso ter a noção de que nem tudo o que leem na Internet corresponde à verdade. Há muita informação falsa e que pode trazer consequências graves para a saúde cutânea, como, por exemplo, a ideia de que adicionar cola líquida a uma máscara de rosto a transforma numa máscara peel off

Vamos constatar o óbvio: primeiro, uma máscara peel off não é desenvolvida com cola; segundo: a cola é para ser utilizada em trabalhos manuais e nunca na pele. E se acha que este é o único ‘disparate’ que circula nas redes sociais, desengane-se.

A Internet é um mundo infindável de tratamentos caseiros que prometem fazer maravilhas pelo seu rosto, corpo e cabelo. No entanto, muitos deles são perigosos, além de que existem ingredientes que simplesmente não devem ser aplicados na pele. A cola é apenas um deles.

Antes de avançar, informe-se de fonte segura

Numa era em que procuramos ingredientes naturais, tratamentos sustentáveis e abraçar uma forma de vida mais verde, criar e utilizar mezinhas caseiras faz todo o sentido.

Mas em vez de se aventurar em sites duvidosos, fique-se pelas fontes credíveis. Claudia Costa e Tiago Lucena, autores do blogue A Senhora Do Monte, há muito que trocaram a cidade pelo campo e, com o passar do tempo, foram-se apaixonando pela agricultura biológica e pela transformação de produtos.

Recomendamos começar por receitas mais simples e com a experiência, pôr à prova algumas mais complexas – Cláudia Costa e Tiago Lucena, autores A Senhora do Monte

“Começámos a tirar notas e receitas de formações em que participávamos e, à medida que os cadernos e ficheiros se agigantavam, surgiu a ideia de criar o blogue, para uma melhor organização da informação, assim como a sua disponibilização a terceiros”, afirmam os autores. Foi desta paixão que nasceu o blogue e agora o livro com o mesmo nome.

Claudia afirma que “as receitas são resultado de vários anos de dedicação ao tema, recolhidas no campo – as ‘mezinhas das avós’ – e através de outros projetos ou livros que seguiam a mesma linha”.

São livros como A Senhora do Monte, de Claudia Costa e Tiago Lucena (Edições Chá das Cinco) ou A Bíblia dos Segredos das Avós, de Martina Krcmár (Círculo de Leitores), que devem ser as fontes seguras onde se pode perder, investigando e testando as mais diferentes receitas.

 

Se não sabe por onde começar, pense nas necessidades da sua pele (e dê uma vista de olhos a esta bibliografia de beleza). “A variedade de receitas e ingredientes é grande e dá para todos os gostos! Nós recomendamos começar por receitas mais simples e com a experiência, pôr à prova algumas mais complexas. Um bom exemplo é a saboaria – um sabonete é relativamente simples de fazer, mas existem receitas complicadas que incluem ervas e ingredientes extra”, afirmam os autores.

livro "a senhora do monte"

Chá das Cinco, 16,60€

Perigos escondidos nos produtos caseiros

Usar alguns alimentos ou produtos que já tem em casa para criar receitas caseiras pode levá-la a acreditar que está a poupar dinheiro em cosmética, contudo, quando a pele reagir de forma negativa, a conta da consulta de Dermatologia vai sair-lhe bem cara!

Apanhar sol depois de fazer um tratamento com limão pode provocar queimaduras na pele. No entanto, pode ser usado para aclarar o cabelo – Cláudia Costa e Tiago Lucena

Não acredite em tudo o que lê online e lembre-se que existem ingredientes que não devem ser colocados no rosto. Para Claudia, “no que respeita a receitas caseiras, convém usar o senso comum: a maioria dos produtos tem bases semelhantes e, com alguma experiência, já se começa a perceber como são feitas. Não temos conhecimento de receitas perigosas, mas sabemos que qualquer ingrediente, mesmo natural, pode tornar-se nocivo quando mal-usado. Posto isto, uma forma de analisar uma receita é procurar os seus ingredientes em separado e tentar perceber se são todos seguros”.

Comece por testar alguns ingredientes em pequenas zonas do corpo. É claro que determinados ingredientes devem estar obrigatoriamente fora da sua lista de cuidados de rosto, tais como o limão, qualquer tipo de cola, ovos, especiarias como a pimenta-de-caiena e a pasta de dentes.

Segundo os autores do livro A Senhora do Monte, “não aconselhamos tratamentos de pele com limão, pois podem tornar-se demasiado agressivos. Por exemplo, apanhar sol depois de fazer um tratamento com limão pode provocar queimaduras na pele. No entanto, pode ser usado para aclarar o cabelo e em imensas soluções de limpeza de casa”.

Os tratamentos caseiros mais perigosos

 

Existem DIY que não devem ser realizados, quer seja pelos seus ingredientes, quer seja pela combinação dos mesmos. Estes são alguns deles:

Cola de papel para fazer máscaras peel off;

• Bicarbonato de sódio para esfoliar a pele (aposte antes nestas receitas);

 Sumo de limão para aclarar e uniformizar o tom de pele;

• Ovos em máscaras de rosto, já que podem conter salmonela  e o risco de ingestão é elevado;

• Especiarias picantes e/ou pimenta-de-caiena para aumentar  os lábios;

• Pasta de dentes para secar borbulhas.


Costuma fazer tratamentos caseiros? Conheça o canabidiol, o ingrediente que está a dar que falar.

Últimos