© Cluoh

Orgulho nacional: 8 marcas portuguesas a ter debaixo de olho

Nos últimos anos as marcas portuguesas multiplicaram-se e ‘atacaram’ o mercado em várias frentes. Desde a roupa ao calçado, passando pelos acessórios, conheça algumas das insígnias made in Portugal.

São empresários, empreendedores, artesãos, criativos e tantos outros que abraçam o trabalho e elevam o que de melhor se faz cá dentro, cunhado com as insígnias made in Portugal. Estas marcas portuguesas são cada vez mais reconhecidas e apreciadas no mercado nacional (e internacional).

É este Portugal original que aposta no design, qualidade dos materiais e vai ao encontro de processos de manufatura artesanais que todos querem conhecer. Por isso, deixamos-lhe um aviso: antes de pensar em sair de casa e pegar nas chaves do carro para ir às compras, espreite as novidades e dê uma oportunidade às peças portuguesas.

É ainda possível que ainda não conheça todas as marcas portuguesas que existem. Mas dê-lhes uma oportunidade porque valem a pena. E porque assim dita o bom português, há propostas para todos os gostos. Acredite, ‘o que é nacional é bom’ e recomenda-se.

8 marcas portuguesas que valem a pena conhecer

Flausinas

Imagine um vestido que desafia as regras básicas da costura, feito de duas metades separadas… Agora imagine as combinações improváveis de um armário cheio de metades. A Flausinas surgiu em 2017 pela mão de Inês Risques, que decidiu regressar a Lisboa depois de um percurso internacional ligado aos mercados financeiros de Londres e de Nova Iorque.

Não ser da área da moda permitiu-lhe ter uma ideia de negócio ‘fora da caixa’ e inventar um vestido feito de duas metades separadas. “Nunca gostei de me vestir como as outras pessoas. Sempre gostei de combinações improváveis que me fizessem sentir que a vida está cheia de possibilidades diferentes. Não sou extravagante; só gosto de sentir que sou diferente, única”, confessa a fundadora da Flausinas.

Tudo começou com um modelo, o vestido Nita – nome da avó de Inês, que a ajudou a costurar o primeiro protótipo. Só depois veio o nome da marca, que não podia ser mais feminino, nem mais português: ‘Flausinas’. Era assim que eram apelidadas antigamente as mulheres modernas que seguiam as tendências e não tinham medo de dar nas vistas.

“É uma questão de identidade própria e de não ter medo de errar. Lá porque sempre se fizeram vestidos de uma maneira, não significa que tenha de ser sempre assim”, afirma Inês.

Se ainda não conhece os três modelos que a Flausinas tem (espera-se que sejam cinco até ao final do verão), aguarde para ver os padrões originais estampados em cada peça. Mas se os padrões são de edição limitada, as possibilidades que oferecem nem por isso – é possível adicionar quantas metades quiser e criar a sua própria coleção.

A Flausinas é 100% portuguesa e está à venda em online.


Poente

Do nascente ao poente, do poente ao nascente – a marca de óculos Poente nasce de um ciclo no qual o meio gera a criação e a criação gera o meio. Inspirada numa estética jovem, fresca e, sem dúvida, contemporânea, cada modelo de óculos fala por si.

Desenhados e produzidos em Portugal, é pelas mãos experientes de artesãos portugueses que se cria uma simbiose perfeita entre identidade e design com a excelente qualidade dos materiais e manufatura.

View this post on Instagram

VIVID is a powerful frame.

A post shared by POENTE (@poente.pt) on

Atenta aos mais ínfimos detalhes, a Poente trabalha com street artists, designers, músicos, fotógrafos e escritores que contribuem para o processo de criação de óculos graduados e de sol. Uma escolha versátil para todos os estilos, inteligentemente desenhados para encaixar em diferentes tipos de rostos e expectativas.


Inedit Design

Começou por ser um estúdio criativo, mas a necessidade de arriscar transportou a Inedit Design para outro patamar e fez nascer a sua primeira coleção cápsula: Flow. Uma promessa para um verão colorido, marcada por nove padrões que, conjugados entre si, completam uma coleção onde vai poder encontrar camisas de manga comprida e curta, calças, vestidos tipo quimono e lenços XL.

Os tecidos leves, frescos e fluidos com efeito sedoso são a verdadeira aposta da marca, pensada para mulheres únicas, confiantes e obviamente inéditas. Todos os padrões são exclusivos e cada peça é cuidadosamente confecionada por mulheres portuguesas seguindo o mote “mais do que uma marca, um modo de vida”.


Darkside

A inspiração pode vir de qualquer lado, é certo, mas para a Darkside – a marca de óculos de sol que está a dar que falar – o segredo está no espírito português. Carolina Castro é a fundadora da marca e foi o seu olhar atento às tendências de moda que a fez embarcar nesta aventura. “Desde pequena que tive interesse pelo processo de como a moda vai das ruas, da evolução das pessoas e das suas necessidades para as passerelles e revistas e novamente para as ruas”, partilha.

A mãe geria uma confeção onde passou muitas horas a observar, a colecionar bocadinhos de amostras e a desenhar. Mas a paixão pelos óculos, especificamente, vem do pai, que tem olhos muito claros e uma grande coleção de óculos escuros. O clique deu-se depois de trabalhar como web designer para um site de óculos: em dezembro de 2015 nasce a Darkside Eyewear.

As cores escolhidas são o espelho das tonalidades naturais das paisagens de Portugal e a qualidade é cortesia de artesãos nacionais. Cada par demora várias semanas a ser feito e em cada um pode encontrar pormenores inusitados como o D na ponta da haste (que já de si é pontiaguda). Depois de acabado, cada par de óculos é moldado individualmente, equilibrado e polido à mão para garantir que quem os usa tem a sensação de estar perante algo realmente especial.

Óculos de ar robusto, mas ao mesmo tempo leves e confortáveis prometem a intemporalidade que merece ser usada todos os dias.


Cluoh

Já ouviu falar no Oh Effect? A Cluoh explica-lhe. É a atenção que damos às sensações e a procura em despertar a emoção de ver algo pela primeira vez e de se ser surpreendido. Esta marca de acessórios 100 por cento portuguesa tem as clutches como produto de eleição.

Com foco no detalhe, desde a conceptualização à produção, é o rigor que garante a qualidade das suas peças que resultam da fusão de três grandes: design, ilustração e moda. Mas se pensava que as surpresas se ficavam por aqui, engana-se. As edições são limitadas e todas as carteiras estampadas estão identificadas com o respetivo número de série. Os padrões e desenhos são exclusivos da marca.


Puranusa

Quem nunca desejou uma joia leve, genuinamente descontraída a um preço acessível, levante a mão! Assim nasce a Puranusa, uma marca portuguesa cuja missão se mantém desde o início: criar joias de qualidade, em prata e em ouro, de design casual, que se integram no dia a dia de quem as usa.

A marca foi criada por Pedro Rilhó, um surfista português vindo de uma família ligada ao ramo da ourivesaria, depois de começar a trabalhar no sector e de se aperceber que os seus amigos e amigas se identificavam com o seu estilo e ideias e lhe encomendavam joias com muita frequência. Com uma visão sustentável, o fabrico de todas as peças é nacional e a marca orgulha-se de poder contar com uma equipa de design própria que se mantém fiel ao seu estilo surfista, viajante e amante da Natureza.

Há espaço para colares, anéis, brincos e pulseiras com formas mais orgânicas ou geométricas, mas que revelam sempre uma clara preocupação pela sustentabilidade do planeta.


DOL

Com uma naturalidade muito engraçada nasceu a DOL, uma marca de calçado sonhada de mulheres para mulheres. Inspirada na beleza da ilha da Madeira – do relevo das encostas que a caraterizam ao movimento ondulante do mar que a envolve –, surge a primeira coleção, Emotions, que chega com três modelos distintos adequados a todos os estilos e ocasiões. Desenhados e concebidos para mulheres autênticas, ativas e apaixonadas pela vida, assentam em valores tão importantes como a amizade e a união.

Atreva-se a descobrir os DOL Flat, as bailarinas que aliam o conforto à elegância para uma mulher prática; com um salto de aproximadamente cinco centímetros, tem os DOL Mid-heel, perfeitos para qualquer estação; se não souber por onde escolher, tem sempre os DOL Flat Sandal, que são nada mais nada menos do que uma fusão entre as sandálias e as sabrinas.


Maria Maleta

Tudo começou com a criação de uma clutch reversível com um elemento distintivo: o elástico. Mas rapidamente se expandiu às mochilas, carteiras a tiracolo e bolsas de cintura. Maria Maleta não é apenas mais uma entre as muitas Marias deste mundo. Portuguesa com certeza, esta é uma marca de acessórios em pele que se distingue pela subtil elegância que reflete nas suas carteiras.

Todas as matérias-primas selecionadas são pensadas na durabilidade e resistência de forma a que o resultado final seja um objeto que faça parte da vida e não apenas de um momento. E porque nenhuma Maria é igual à outra, todos os produtos da marca vivem de uma versatilidade única, podendo ser usados de várias formas.

Para a Maria Maleta não existem estereótipos nem regras, existe sim a liberdade de ser expressa num produto intemporal. Muito preocupada com o planeta, a sua filosofia passa por reduzir o desperdício.


Conhecia alguma destas marcas portuguesas? Conheça ainda estas marcas portuguesas de roupa infantil.

Mais sobre acessórios , roupa

Comentários

Orgulho nacional: 8 marcas portuguesas a ter debaixo de olho

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.