Como fazer ramen, um clássico da cozinha japonesa

Deliciosamente completa, esta “sopa-refeição” é um prato nutritivo e saciante. Mas o ramen não é uma sopa como as tradicionais portuguesas. O caldo de legumes envolve carne, noodles, cebolinho e ovos. A bloguer e especialista em alimentação saudável, Samanta McMurray, explica como fazer.

Este prato tornou-se de tal forma um ícone da cozinha japonesa, que até tem um museu, o Shin-Yokohama Raumen Museum, aberto ao público desde 1994, em Yokohama, no Japão. O primeiro restaurante dedicado ao ramen terá aberto nesta mesma cidade em 1910. No entanto, hoje sabe-se que o ramen é oriundo da China. Durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa, os soldados japoneses ter-se-ão familiarizado com a gastronomia chinesa e, quando regressaram ao Japão, ajudaram a popularizar o consumo deste prato abrindo restaurantes que o incluíam no menu.

A portuguesa Samanta McMurray, autora do blogue Eat Love With Love e do livro Sopas com Segredos, contou à Saber Viver que o ramen é uma das suas refeições favoritas: “Estou numa fase em que procuro sabores que saiam fora da tradição portuguesa”. Além de muito saboroso, o ramen é o que Samanta McMurray, atualmente a viver nos Estados Unidos, chama de “sopa-refeição”, um prato nutritivo e altamente saciante.

Os seus ingredientes obrigatórios são: Noodles de trigo, caldo (de porco, de legumes ou de frango, por exemplo), cebolinha, alga nori, rebentos de bambu, ovo.

Como fazer ramen: A ideia é começar por fazer um caldo rico, seja qual for o ingrediente que escolher destacar. Se optar pelo porco, use uma peça com gordura, como a pá; no caso do frango, as asas são a parte mais rica e saborosa. O truque está em assar primeiro a carne e depois cozinhá-la em água aromatizada com gengibre, alho, cogumelos desidratados e molho de soja, por exemplo. Para lhe dar substância, junte noodles de trigo, cebolinha, ovos malcozidos, tofu, peito de frango fatiado, entremeada…. O céu é o limite


 Receita de ramen para duas pessoas

O ramen é geralmente servido em taças grandes e altas (domburi). No entanto, se não tiver este tipos de taças, sirva-o em pratos de sopas convencionais. Mas garantimos que a taça ganha a taça! Não se esqueça dos pauzinhos!

Ingredientes

2 peitos de frango
Sumo e raspa de 1 lima
2 dentes de alho
1 cm de gengibre fresco ralado
1 pitada de flor de sal
Cebolinho
1 malagueta verde
10 cogumelos (secos ou frescos)
2 ovos
3 c. de sopa de molho de soja light
200g de noodles de arroz
2 c. de chá de óleo de sésamo ou azeite
1 l de água ou caldo de legumes

Modo de preparação

Comece por temperar o frango com o sumo e a raspa de lima, a flor de sal e só depois leve a grelhar numa frigideira. Cozinhe o frango até ficar bem dourado. Reserve-o num prato, coberto com folha de alumínio.

Coloque o alho e o gengibre numa panela funda, e cozinhe-os no óleo até libertar aroma. Adicione o caldo de legumes, tape e deixe apurar por uns minutos. Junte os cogumelos. Entretanto, coza os ovos durante 8/9 minutos conforme a consistência desejada.

Coloque os noodles no caldo e espere cerca de três minutos até ficarem tenros. Sirva os noddles em tigelas fundas, com o caldo de cogumelos, o frango, os ovos, o cebolinho e a malagueta picados.


Restaurantes para provar ramen

Para saber confecionar um bom caldo asiático, convém experimentar diferentes variedades para identificar os sabores a explorar

Boa Bao (Porto e Lisboa)

Do Pho de Hanoi (14,50€) ao Tom Yam Kung – Sopa Picante de Camarão Black Tiger (15€), a oferta é variada. Pode pedir estes pratos do Boa Bao pelo serviço de take away para degustar no conforto do lar.


Kokoro Ramen Bar (Lisboa)

De frango assado (7€), entremeada de porco (8€) ou vegetais (8,50€), o ramen do Kokoro Ramen Bar é acompanhado de noodles frescos, confecionados todas as manhãs.


Spices (Sintra)

Neste restaurante glamoroso do Penha Longa, experimente o Tom Yum Gung de Carabineiro com Maçã Granny Smith (22€).


Kin (Lisboa)

Pho Beef com bife do lombo fatiado (13€) e Tom Yum com camarões, lulas e amêijoas (14€) são duas das sopas que pode provar no Kin de carta asiática.


Gostou da ideia de fazer ramen em casa? Vai experimentar? Conheça ainda outros restaurantes asiáticos.

Este artigo foi atualizado e originalmente publicado a 21 de março de 2016.
Mais sobre almoço , jantar

Comentários

Como fazer ramen, um clássico da cozinha japonesa

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.