5 novos restaurantes asiáticos onde o sushi não manda!

Percebemos que adore as pequenas peças repletas de algas, salmão e atum com soja a acompanhar. Mas há mais vida para além do sushi! Estes são os restaurantes asiáticos em Lisboa que tem mesmo de conhecer.

A capital continua a aumentar a sua oferta gastronómica e a receber diferentes culturas. prova disso são as várias inaugurações de restaurantes asiáticos neste último mês. A Ásia pôs a mochila às costas e mudou-se para Lisboa. E, ao que parece, já tem uma legião de fãs que não consegue deixar de trocar os talheres pelos pauzinhos.

O sucesso dos restaurantes asiáticos

Há que desmistificar isto. Ir a restaurantes asiáticos não significa pedir sushi. Ainda há um bom número de pessoas que não são fãs destas pequenas peças de peixe cru e preferem um bom pad thai (massa de camarão, frango ou legumes, por exemplo), um nutritivo ramen (sopa com rebentos de soja, ovo, carne e massa) ou uns deliciosos pãezinhos bao (tão fofos quanto uma nuvem).

O que têm estes restaurantes asiáticos em comum? Primeiro, primam pela diferença. A oferta gastronómica exótica está a conquistar os portugueses. Daí a razão do seu sucesso. Claro que tudo o que é novo chama à atenção. No Boa-Bao, no Chiado, como não aceitam reservas, as filas são longas e o tempo de espera também. Mas os empregados são uma simpatia e os cocktails, para degustar enquanto espera, uma delícia.

Todos estes espaços ficam em locais centrais da cidade, por isso depois pode ir sempre beber um copo e prolongar a noite depois do jantar. Boa ideia, não?

Veja ainda outros restaurantes novos a conhecer em Lisboa.

Boa-Bao, no Chiado

O Boa-Bao chegou ao Chiado para trazer o melhor da Tailândia, Vietname, Laos, Cambodja, Malásia, Indonésia, Filipinas, Coreia, Japão e China. O restaurante tem uma sala principal com uma decoração que é capturada para várias fotos de Instagram. Mas ainda há uma esplanada para quem gosta de aproveitar as noites quentes.

Pegue no passaporte (a ementa é mesmo um passaporte) e escolha para entrada dim sum, chamuças vegetarianas com chutney de menta e coentros ou uns spring rolls. Nos pratos principais, é normal que se perca entre: pad thai com noodles de arroz, frango e camarão, sopas grandes, saladas e pratos com caril e coco.

O sucesso tem sido estrondoso e, por isto, não existe marcação. O Boa-Bao funciona por ordem de chegada.

Restaurantes asiáticos a conhecer (e aqui o sushi não manda)

Morada: Largo Rafael Bordalo Pinheiro 30, Lisboa.

Horário: De domingo a quarta-feira, das 12h às 23h30, e de quinta-feira a sábado, das 12h às 00h30.


Topo Martim Moniz, no Martim Moniz

O Topo Martim Moniz tem agora uma nova sala, dedicada apenas à gastronomia oriental com vista para os jardins do antigo edifício do Hospital de São José.

A carta, desenvolvida pelo chef e consultor Ricardo Benedito inclui bao com manteiga de wasabi, hortelã, cebolo e cebola crocante, spring rolls, vietnam rolls, gyozas, rolos de camarão, tom yum, caldo fresco e picante com camarões, lulas, ameijoa, e muito mais.
O conceito de comida de balcão do restaurante mantém-se e lá pode provar bifes, tártaros, hambúrgueres e uma variedade de entradas para partilhar.

Restaurantes asiáticos a conhecer (e aqui o sushi não manda)

Morada: Praça Martim Moniz, Lisboa.

Horário: Até à 00h.


Chutnify, no Príncipe Real

Diretamente de Berlim (onde já existem dois restaurantes) chega um novo restaurante indiano ao Príncipe Real. O Chutnify  (adoramos o nome) promete dar a conhecer a verdadeira cozinha indiana, repleta de especiarias, sabores fortes e pratos típicos do país.

Por aqui pode provar crepes finos de farinha de arroz e lentilhas, diferentes variedades de kebab, caril de borrego ou frango e samosa chaat com sementes de romã. Além da gastronomia, a decoração foi pensada ao pormenor e ficou a cargo do designer de interiores António Medina. O estilo que o inspirou chama-se Bollywood kitsch.

Até a loiça foi escolhida com cuidado! Feita em cerâmica, foi propositadamente desenhada para o restaurante e o grande responsável foi o designer industrial português João Abreu Valente.

Restaurantes asiáticos a conhecer (e aqui o sushi não manda)

Morada: Travessa da Palmeira, 46, Lisboa (Príncipe Real).

Horário: De terça-feira a domingo, das 19h à 00h00.


SOI, no Cais do Sodré

O grupo do SushiCafé acaba de abrir um novo restaurante no Cais do Sodré, que traz a habitual luz néon dos restaurantes asiáticos às ruas da cidade. O espaço é decorado como um típico restaurante asiático, futurista, mas, ao mesmo tempo, acolhedor e traz pratos que dificultam a escolha de quem é fanático por este tipo de cozinha.

Escolha entre os pães bao, as hot wings, os tacos de milho com caril de borrego ou as chamuças com queijo ricota e ervilhas. E isto são só as entradas. Para prato principal, tem disponível ainda ramen de porco, almôndegas de pato, matssam de borrego, green thai curry, pratos com caril ou espetadas.

Restaurantes asiáticos a conhecer (e aqui o sushi não manda)

Morada: Rua da Moeda, 1 C, Lisboa.

Horário: De domingo a quinta-feira, das 12h00 às 24h00. De sexta-feira a sábado, das 12h00 à 01h00.


Atari Baby, Cais do Sodré

O Atari Baby serve sushi, mas há muitos mais pratos que pode escolher. Inspirado em Tóquio e sob a mão do chef grego Akis Konstantinidis (responsável também pelo Mez Cais e Las Ficheras), este restaurante traz também as tão famosas luzes néon e uma carta repleta de tentações.

Pode provar os típicos ramen, pãezinhos bao, gyosas, tempura, burritos e hambúrgueres japoneses. O conceito deste espaço vai ainda mais além e o seu objetivo é que, além de comer bem, também se divirta. Na cave do restaurante há ainda duas salas de karaoke para grupos de dez a 15 pessoas. Atreve-se?

Restaurantes asiáticos a conhecer (e aqui o sushi não manda)

Morada: Rua de São Paulo, 122, Lisboa.

Horário: De segunda-feira a quinta, das 18h00 às 02h00. De sexta-feira a sábado, das 12h00 às 03h00, e de domingo, das 12h00 às 02h00.

O que achou destes restaurantes asiáticos? Já experimentou algum?

Mais sobre espaços e lojas

Comentários

5 novos restaurantes asiáticos onde o sushi não manda!

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.