Bem-estar

Como realizar uma sessão de reiki no conforto de sua casa

O reiki trata-se de uma prática com anos de história, que tem vários benefícios a nível físico e psicológico. Para garantir o seu bem-estar, e daqueles mais próximos de si, damos-lhe alguns conselhos para realizar uma sessão de reiki em casa.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Como realizar uma sessão de reiki no conforto de sua casa Como realizar uma sessão de reiki no conforto de sua casa
© pexels
Mafalda Barbosa
Escrito por
Jul. 17, 2022

Designada como uma terapia energética de origem japonesa, o reiki traz-lhe diversos benefícios a nível físico e psicológico. Esta técnica tem a capacidade de proporcionar o bem-estar geral, através da conexão consigo mesma e o Universo.

Através da definição de intenções, esta técnica permite a transferência de energia subtil para o fluxo do nosso corpo, apenas através da posição das nossas mãos.

Com tudo à nossa volta a acontecer tão rapidamente, às vezes só são precisas algumas respirações profundas para abrandar e criar um espaço seguro para nós.

As dicas descritas no livro Reiki para principiantes, de Victor Archuleta, servem para ensiná-la a realizar uma sessão de relaxamento, para as fases mais atribuladas ou simplesmente para garantir paz nos momentos do quotidiano.

Para um processo de autoajuda ou, até, para ajudar alguém próximo de si, experimente fazer uma sessão de reiki no conforto de sua casa.

Siga estes passos e caminhe em direção a uma vida mais relaxada.

Comece pelo planeamento

Antes de pôr em prática esta técnica é necessário que defina o objetivo da mesma. Deve decidir se esta sessão é dedicada a si e aos seus problemas, ou se, por outro lado, gostaria de ajudar alguém que lhe é próximo e está a passar por alguma adversidade.

Além disso, pode focar-se em algo específico que gostaria de resolver ou simplesmente realizar uma sessão de modo a garantir o bem-estar geral.

Dito isto, o planeamento da sessão passa por três passos essenciais:

  • Identificar o objetivo: como tínhamos dito, deve escolher o destinatário da sessão.
  • Escolher uma categoria de problema de saúde: após determinar o seu objetivo, deve decidir a categoria do problema de saúde. Prefere tratar o problema por localização (cabeça, pescoço, peito, etc.)? Sistema corporal (Respiratório, circulatório imunitário, etc.)? Chakras (existem cerca de sete chakras distintos, conectados a diferentes partes do corpo)?
  • Encontrar um protocolo: depois dos dois primeiros passos estarem concluídos, deve escolher o protocolo que mais se adequa às suas necessidades.

Quatro passos essenciais à priori

Após ter definido bem o seu objetivo, pode começar a preparar a sua sessão. Para tal são essenciais os quatro passos seguintes.

1. Estabelecer a sua intenção

Segundo Victor Archuleta, a “intenção” exerce uma função essencial e poderosa para garantir uma sessão eficaz. Uma “intenção” significa a orientação de energia, uma corrente da nossa mente e das nossas ações.

Existe, de facto, um intenção em tudo o que fazemos, mas é importante que consigamos distinguir interiormente os nossos verdadeiros desejos. Esta ferramenta divide-se em intenção praticante, centrada em si mesma, e intenção destinatário, independente.

Como praticante, deve definir uma energia pura, desarticulada de interesses. Deve lembrar-se que você é apenas um veículo através do qual se desenvolverá o trabalho. Concentre-se na sua própria intenção, para que o corpo se possa curar a si mesmo.

Já com o destinatário, deve assegurar-se que está a ajudar alguém que queria que este processo fosse realizado. Não deve ser algo forçado.

Não pode controlar as intenções do destinatário, mas deve ajudá-lo a identificar as mesmas. Pode incentivar o recetor a citar algumas afirmações ou ajudá-lo a encontrar o seu propósito.

As afirmações surgem como confissões dos nossos desejos. Servem de inspiração e são uma crença de que é possível passar a concretizar tudo o que queremos, se acreditarmos aquilo que ditamos irá realmente acontecer

2. Centramento e enraizamento

Este passo é essencial independentemente do protocolo que escolheu anteriormente.

Numa primeira instância irá centrar-se, de modo a poder concentrar-se e abstrair-se do que a rodeia:

  • Sente-se com as costas direitas numa cadeira, com ambos os pés bem assentes no chão. As mãos devem estar em posição de oração (palmas das mãos e pontas dos dedos encostadas, com os lados dos polegares perto do peito)
  • Feche os olhos. Começa lentamente a pressionar a língua contra o céu da boca – mesmo atrás dos dentes da frente.
  • Respire fundo. Inspire lentamente durante oito segundos pelo nariz, permitindo à zona abdominal dilatar mesmo abaixo do umbigo. Depois, expire pelo nariz oito segundos. Repita tudo três vezes.
  • Repita o ciclo de respiração. Desta vez, deve suster a respiração cinco segundos entre inspirar e expirar, e mais cinco segundos depois da expiração. Faça tudo três vezes.

Já o enraizamento permite que o nosso corpo energético se ligue à Terra e ao céu, o que faz com que consigamos manter o equilíbrio. Para tal, deve:

  • Proceder ao enraizamento (seu e do espaço) de olhos fechados.  Tente visualizar uma ligação que vai do seu cóccix ao centro da Terra.
  • Visualizar uma ligação que vai do topo da cabeça até ao céu. Este método pode criar uma “tensão”, devido à sensação de estar a ser puxado para dois sítios distintos.
  • Estabelecer uma intenção (para si ou para a pessoa próxima). Deve definir um mantra que quer seguir, para assegurar que a sua intenção está bem definida. “Confiar e permitir” ou “Eu preencho o espaço com energia de luz dourada, tranquilizante e acolhedora” são alguns exemplos.
Assegure que está num local sossegado, sem distrações ou barulhos de fundo. Reduza a iluminação da sala e coloque uma música instrumental de fundo

3. Oração de reiki

É necessário que conheça a oração de reiki para que quando estiver a começar a sessão em si possa citá-la e deixar que a mesma aja com o devido propósito. Trata-se de uma espécie de invocação ao Universo, explicando exatamente o que vai acontecer. Na oração, lê-se:

“Só por hoje, abandono a raiva, abandono as preocupações, sinto gratidão, trabalho em mim mesma, sou carinhosa para com todos os seres vivos”.

4. Recitar afirmações 

As afirmações surgem quase como confissões dos nossos desejos. Servem de inspiração e são uma crença de que é possível passar a concretizar tudo o que queremos. Este último passo serve para definir o final objetivo da sessão.

Estas dependem de pessoa para pessoa, pois estão relacionadas com sonhos de cada uma de nós. No entanto, Victor Archuleta deixa alguns exemplos:

  • Sou a cura. As preocupações desapareceram. Estou a lembrar-me de sorrir.
  • Sou a paz. A raiva desapareceu. Estou a lembrar-me de rir.
  • Sou a abundância. A escassez desapareceu. Estou a lembrar-me de trabalhar com honestidade.

Relaxe e inicie a sessão de Reiki

Para realizar a sua sessão, é necessário que assegure que está num local sossegado, sem distrações ou barulhos. Opte também por reduzir a iluminação da sala e deve até colocar uma música instrumental de fundo.

Se puder e se achar que irá ajudar nos resultados pretendidos, acenda algumas velas, incensos ou use um difusor de óleos essenciais, para garantir um ambiente sossegado e calmo.

Caso esteja a realizar uma sessão de autoajuda, pode apenas concentrar-se e recitar as suas afirmações, após ter concluído os passos anteriores essenciais.

No entanto, se a sessão for dedicada a alguém deve deitá-lo numa cadeira reclinável ou numa sofá confortável. Certifique-se que a pessoa está confortável, com o devido apoio na lombar e no pescoço.

Procure deixar o destinatário calmo e sossegado, pedindo ao mesmo que se relembre do objetivo e esclareça se existe alguma intenção específica. Ao mesmo tempo, invoque a oração de reiki silenciosamente, para si mesma.

Existem muito mais pormenores no mundo do Reiki a descobrir, mas esta é uma maneira fácil e simples de invocar alguma tranquilidade na sua vida e na dos mais próximos de si.

Boas sessões!

Últimos