© Getty Images

Afinal, as mulheres não precisam de dar 10 mil passos por dia (são muito menos)

Na verdade, o número é bem mais pequeno do que temos ouvido nos últimos anos. Um novo estudo diz qual o número exato de passos necessários que as mulheres precisam para viverem mais tempo.

Sempre ouvimos dizer pela comunidade médica que um adulto deve, pelo menos, dar 10 mil passos por dia para manter um estilo de vida saudável. Parece que as estatísticas mudaram para o género feminino, que não necessita de tantos passos por dia para viver durante mais anos.

Um novo estudo publicado na JAMA Internal Medicine, revelou que bastam 4400 passos por dia para que taxa de morte de uma mulher diminua em 41%. I-Min Lee, a autora do novo estudo e epidemiologista no Women’s Hospital em Boston, em conjunto com a sua equipa, analisou um grupo de 17 mil mulheres, com uma média de idade de 62 anos, que durante sete dias usaram um dispositivo que media o movimento e a velocidade.

Durante os quatro anos de investigação, 504 mulheres morreram. O estudo mostrou que 275 destas mortes foram de participantes que só davam 275 passos por dia, provando que tinham o risco de morte maior do grupo. Em comparação, as mulheres que davam, em média, 4400 passos por dias, tiveram uma taxa muito menor que o grupo anterior.

Porém, é sabido que quantos mais passos dermos, mais o risco de mortalidade diminui – mas só até certo ponto. Segundo a investigadora, até 7500 passos é o que basta para que o corpo sinta diferença, tanto a nível de saúde, como físico. “Isto significa que se der mais passos do que esses, não vai ajudá-la muito mais”, afirma.

10 mil passos é um mito?

I-Min Lee procurou saber durante a sua investigação de onde provinha o número 10 mil que tanto ouvimos falar e que nos é recomendado.

“A primeira menção [a este número] é de 1965 e foi feita por uma empresa japonesa que fabricava pedómetros”, afirma à CNN. “Eles chamaram ao seu aparelho Manpo-kei, que em japonês significa ‘medidor de 10 mil passos’. Esse número é mais baseado em marketing do que na ciência“, conclui.

Isto surgiu nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 1964, para incentivar à prática do exercício físico e a um estilo de vida mais saudável. Este foi, assim, o primeiro dispositivo que contava os passos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os adultos com idades compreendidas entre 18 e 64 anos devem fazer, pelo menos, 150 minutos de atividade física moderada/intensa durante a semana. Ou, então, 75 minutos de exercício físico intenso durante o mesmo período. Este já é um bom ponto de partida para quem quer ser mais ser mais regrado e focar-se num estilo de vida saudável.

Fontes: CNN, OMS, Estudo.

Quantos passos dá por dia? Conheça ainda as melhores apps de fitness para preguiçosas. 

Mais sobre ciência

Comentários

Afinal, as mulheres não precisam de dar 10 mil passos por dia (são muito menos)

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.