Bem-estar

Pessoas otimistas têm maior probabilidade de viver até aos 85 anos (ou mais)

É um novo estudo que o diz: encarar a vida com uma atitude positiva ajuda a viver mais tempo. Vista um sorriso e seja confiante. A longevidade também depende de nós, pelos vistos.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Pessoas otimistas têm maior probabilidade de viver até aos 85 anos (ou mais)
© Unsplash
Marta Chaves
Escrito por
Set. 19, 2019

Ainda não foi descoberta a fonte da juventude, mas foi encontrada uma forma de vivermos mais tempo que depende totalmente de nós. Parece que a forma como olhamos para a vida, como agimos perante as situações e a forma de pensar influencia o tempo de vida – e dá-nos mais anos.

Um novo estudo da Universidade de Boston publicado na revista PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences), descobriu que as pessoas mais otimistas têm mais probabilidade de viver até aos 85 anos ou mais.

A análise foi feita com dados recolhidos por estudos anteriores e teve em conta o estado de saúde, hábitos alimentares, consumo de tabaco e álcool e nível de otimismo de grupos composto por cerca de 1000 homens e 69 mil mulheres.

A conclusão foi que as pessoas com níveis mais elevados de otimismo tinham 11% ou 15%  mais probabilidade de viver mais anos do que as que não tinham pensamentos positivos.

Resiliência e confiança

“Há provas que sugerem que a longevidade excecional é, geralmente, acompanhada por um período mais longo de boa saúde e vida sem grandes dificuldade. Portanto, as nossas descobertas levantam uma possibilidade interessante de que podemos promover um envelhecimento saudável e resiliente cultivando ativos psicossociais“, refere Lewina Lee, autora principal do estudo.

Na verdade, Lee acrescenta que é tudo uma questão de confiança. “As pessoas otimistas têm tendência a ter objetivos e confiança para alcançá-los. Esses objetivos incluem hábitos saudáveis para ter uma vida mais longa”.

Últimos