Cultura

5 espaços multiculturais para descobrir de norte a sul do País

Em Portugal, surgem cada vez mais espaços multifacetados que juntam a cultura a outras áreas. Mostramos-lhes cinco que agregam arte, gastronomia, design e muito mais.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
5 espaços multiculturais para descobrir de norte a sul do País
© Quinta do Quetzal
Rita Caetano
Escrito por
Rita Caetano
Out. 25, 2019

Não são só restaurantes, nem só galerias de arte. São espaços multiculturais com mais do que um propósito.

Em Lisboa, fique a conhecer o Café Lapo, as Carpintarias de São Lázaro e o Unobvious Lab. No Alentejo, descubra a Quinta do Quetzal e no Porto, a OKNA.

  • 5 espaços multiculturais

    5 espaços multiculturais

    café lapo

    Café Lapo

    Numa antiga fábrica do pão, no bairro da Bica, em Lisboa, António e Bruna Guerreiro juntam, agora, arte, cultura, design e gastronomia. Batizaram o espaço de Lapo e dividiram-no em três: Café Lapo, Atelier e Sala Provador. O objetivo é “pôr as pessoas a pensar, estimular o pensamento crítico, agitar as águas”. As duas salas do café são também uma galeria de arte e palco para tertúlias.
    No Atelier, situado no rés do chão, há T-shirts, cartazes e azulejos com ilustrações de Bruna Guerreiro com muita sátira e humor à mistura. Já o provador da loja guarda uma surpresa. É através dele que se entra na Sala do Provador, onde, há performances, teatro, dança e concertos.
    O jantar e o espetáculo custam 40€ por pessoa. Caso a lotação não esteja esgotada, é possível entrar para ver o espetáculo, na Hora do Brinde (22h), tendo um consumo mínimo de 10€.

    Onde: R. Marechal Saldanha, 26 e 28, Lisboa.

    Quando: Café Lapo, de terça a quarta-feira, das 12h às 24h; de quinta a sábado, das 12h às 2h. Atelier Lapo, todo os dias, das 11h às 19h. Sala do Provador, de quarta-feira a segunda-feira, das 20h às 2h.

    1 / 5

  • carpintarias são lázaro

    Carpintarias de São Lázaro

    Na colida de Santana, em Lisboa, estão situadas as Carpintarias de São Lázaro, inauguradas no início de 2019. “São um centro cultural multidisciplinar que propõe a integração através da cultura e do conhecimento”, explicam Alda Galsterer e Fernando Belo, diretores do espaço.
    Estamos num espaço de criação, de acolhimento e de apresentação de projetos multidisciplinares com uma abordagem ambiciosa e de vanguarda. A programação é de cariz contemporâneo e foca-se sobretudo nas artes visuais, na música, no teatro e dança, no cinema e na gastronomia.
    A gastronomia é uma área em desenvolvimento, com um espaço de restauração no terraço espaço.

    Onde: R. de São Lázaro, 72, Lisboa

    Quando: Quinta e sexta-feira, das 12h às 17h; sábado e domingo, das 12h às 18h.

    2 / 5

  • unobvious lab

    Unobvious Lab

    Ainda em Lisboa, mas na zona de Santos, temos o Unobviuos Lab, na zona de Santos. É um bar, uma galeria de arte, uma loja de decoração, um cowork, uma oficina das scooters elétricas WYZE Mobility e tem ainda uma sala para eventos. No futuro, será ainda uma loja de vinhos.
    Neste espaço, o bar Com Gusto é bastante importante e a sua carta é composta por tapiocas, tostas, tapas, saladas, sopas, sobremesas, sumos naturais, chás biológicos e vinho e serve pequenos-almoços a qualquer hora do dia. Nas paredes estão expostos os quadros dos artistas Eduardo Eloy e Rueffa.

    Onde: R. das Janelas Verdes, 128C

    Quando: De segunda-feira a sábado

    3 / 5

  • quinta do quetzal

    Quinta do Quetzal

    Na Vidigueira, no Alentejo, a Quinta do Quetzal tem um trio de peso: vinho, gastronomia e arte. “Na cave, a 30 metros de profundidade, podemos garantir, sem recurso a refrigeração artificial, a temperatura ideal para o vinho repousar”, explica Reto Jörg, diretor da Quinta do Quetzal, que a descobriu e recomendou aos proprietários, o casal holandês Cees e Inge C. de Bruin-Heijn.
    Foi também ele que, ao saber que procuravam um espaço para expor a sua coleção de arte, voltou a sugerir a Quinta do Quetzal. A ideia foi aceite e assim surgiu o Centro de Arte e o restaurante.
    O mundo do vinho e o da arte e gastronomia estão ligados pelo jardim dos aromas, um trajeto feito entre plantas aromáticas alentejanas e mediterrânicas. No restaurante, faz-se “uma cozinha sofiticada que não é nouvelle cuisine, é aquela cozinha que nos lembra a nossa mãe ou avó”, conta Reto Jörg.

    Onde: Estradas das Sesmarias, Vidigueira.

    Quando: Durante a semana, das 10 às 18h; ao fim de semana, das 10h às 23h.

    4 / 5

  • okna

    OKNA

    No Porto, encontramos a OKNA, uma associação que se centra na cultura contemporânea da Europa de Leste e que abriu o seu espaço físico em 2018. Mas já antes disso o romeno Radu Sticlea e o português André Lameiras faziam a ponte entre o Porto e artistas desse lado europeu. “Okna significa ‘janela’ em grande parte das línguas eslavas e é isso que queremos ser: uma janela para a Europa de Leste, transportar informação de um lado para o outro”, refere Radu Sticlea.
    O espaço tem sempre eventos ao fi «m de semana, como a projeção de filmes, mas também é palco de exposições e serve também de cowork para artistas. Da Okna espera-se sempre uma programação eclética.

    Onde: R. da Igreja da Cedofeita, 27, Porto.

    Quando: segunda-feira a sábado; das 10h às 18h.

    5 / 5

A versão original deste artigo foi publicada na revista Saber Viver nº 232, outubro 2019. 

Últimos