Carreira

9 dicas para se destacar num estágio e ficar com o emprego

Neste período de tempo espera-se que o estagiário aprimore o seu currículo, desenvolva habilidades profissionais e amplie a sua rede de contactos. Mas mais do que isso, que consiga aumentar a sua probabilidade de conseguir transformar este estágio numa vaga integral.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
9 dicas para se destacar num estágio e ficar com o emprego
© Getty Images
Marta Vieira
Escrito por
Fev. 18, 2020

E quem disse que o seu primeiro estágio não pode ser também a primeira etapa de uma carreira completa em sucessos consecutivos?

Para que seja recomendada, ou melhor ainda, contratada, terá de se esforçar por construir relações laborais duradouras e ter a atitude certa. Isso e dar tudo, obviamente.

A regra de ouro para que reparem em si é tornar-se indispensável, isto é, acrescentar verdadeiro valor ao espaço profissional onde esteja inserida. Deixe que sintam a sua falta e que anseiem pela sua presença magnética e insubstituível.

Aproveite ainda ao máximo esta experiência, desenvolvendo-se pessoal e profissionalmente. Acima de tudo, procure sobressair na multidão, para que não seja só mais uma mas sim a tal.

9 formas de se destacar num estágio 

1. Fazer o T.P.C.

Para além de ter tornado o seu CV relevante e ter-se esforçado por adotar uma linguagem corporal durante a entrevista de acordo com o lugar de estágio, é muito possível – já que foi selecionada – que tenha investigado a empresa para onde vai.

Pois bem, refresque a sua memória (foram várias entrevistas, não se confunda) com informação não só sobre a história e cultura da empresa, como também dos seus CEOs e colaboradores.

Para além disso, tenha uma noção geral do setor. Pesquise no site da empresa, mas também nas suas redes sociais e interações, notícias, pdfs informativos ou outros materiais que encontre. Fá-la-á sentir-se mais confiante e essa informação transparecerá.

2. A roupa importa

Tal como na entrevista de emprego, também durante o estágio não deve descurar no guarda-roupa. Não existe um manual aqui para além do bom senso e do código da própria empresa, mas certas pistas podem ajudar. Ver como os restantes trabalhadores aparecem no emprego pode ser uma delas.

“Vista-se para a vida que quer ter, não para a que tem” já deve ter ouvido isto algures e não é de todo falacioso. Na verdade, a forma como usamos a roupa diz muito do que pensamos sobre nós próprios e envia uma mensagem direta aos demais sobre quem somos. Para além disso, influencia a nossa performance, segundo explica a psicologia.

3. Socialmente integrada

Se procura ficar neste emprego permanentemente então é bom que conheça os seus colegas e superiores e que trate todos por igual. Apresente-se a toda a gente no seu departamento e faça por o seu trabalho ir longe, isto é, faça com que oiçam falar dele – e não de si propriamente. Apreenda igualmente o trabalho de cada colega, poderá ser-lhe útil no futuro.

Por outro lado, as pausas para refeições ou atividades lúdicas da empresa são uma excelente desculpa para se conhecerem entre si, uma vez que os seus colegas se encontram relaxados e partilharão mais sobre os próprios e a sua vida.

Tenha somente atenção aos mexericos (fuja deles) e procure ser cuidadosa com a informação pessoal que disponibiliza (redes sociais incluídas).

4. Trabalho a sério

É assim que deve tratar o seu estágio, como um trabalho a sério. De facto, ocorre a muitas pessoas que só quando estão a trabalhar para uma empresa é que se devem envolver realmente, isto é, dar 100% do seu esforço ao manifesto, descurando um estágio ou um trabalho que considerem menor.

Pelo contrário, é aqui que tem de dar 200% do seu empenho. Quando ainda não tem nada, ou muito pouco, a ganhar, será onde mais vão reparar em si, dando-lhe uma oportunidade se se mostrar à altura (e as condições o proporcionem). Só desta forma pode tirar o máximo do seu estágio, ter impacto na organização e ser levada a sério.

5. Ponto de interrogação

Verá, com o tempo e com a experiência, o benefício de fazer questões no local de trabalho. O seu status de estagiária deverá ser sinónimo de absorvedora de sabedoria. Ninguém espera que saiba tudo quando ainda é uma novata, isso é certo.

Por outro lado, mostrar um verdadeiro interesse no setor, na empresa e nos projetos não só é benéfico para si, pois estará a crescer profissionalmente, como mostrará ao seu superior o quão empenhada e motivada está.

Os estágios são isto mesmo, uma excelente oportunidade de aprendizagem. Igualmente, não tenha medo de perguntar o que esperam de si e solicite feedback sempre que necessário. Poderá parecer aterrador, mas só assim poderá evoluir.

trabalho de sonho

6. Este trabalho não é para mim

Quantas vezes já pensou isto ao ir buscar mais um café ou ao tirar a milésima fotocópia? A participação em tarefas que considera menores pode parecer-lhe uma realidade indesejada. A verdade é que, fora exceções de abuso, são tarefas de integração na empresa, pelas quais já todos passaram.

Algum trabalho mais burocrático ou tarefas domésticas podem estar incluídas em todos os trabalhos, e a participação de todos é/já foi requerida. Isto mostra boa vontade entre os colegas de equipa.

Aceite, com a maior graciosidade. Isto não a impede de tomar iniciativa para tarefas que considere mais interessantes e mostrar que está apta para novos voos. Guie e deixe-se ser guiada.

7. Metas bem definidas

Saiba muito bem quais são os seus objetivos para o estágio, o que tem de fazer para consegui-los e de que forma se podem tornar mensuráveis. Igualmente, saiba o que é esperado de si e, para isso, peça uma reunião com o seu supervisor caso ele não solicite uma.

Pense igualmente no que gostaria de aprender com esta oportunidade e como tirar o melhor partido da situação. Pode, da mesma forma, discutir os seus interesses com o seu chefe de forma a saber se há oportunidades de trabalho para si nas áreas que destacou.

Se, por outro lado, se sentir estagnada, peça mais responsabilidade laboral. Aponte tudo num caderno ou folha de Excel, é uma excelente forma de medir o seu progresso.

8. M de mentor

Um bom mentor é aquele que se dispõe a partilhar a sua experiência, competência e vasto conhecimento com alguém que começou a dar os primeiros passos no setor e deseje uma orientação profissional. Acima de tudo, o mentor deseja nada mais que o sucesso do seu mentorado.

Nada a temer, portanto. Assim sendo, procure aquela pessoa que admira no local de trabalho e cujo portfólio a inspira a ser melhor profissional e absorva esta sabedoria da melhor maneira que lhe seja possível. Crie um relacionamento robusto, passível de se prolongar para lá do estágio.

9. Profissionalismo exige-se

Finalmente, e acima de tudo, tenha uma atitude profissional no seu local de trabalho e saiba de cor, o que é apropriado ou não nesse contexto laboral.

Isto aplica-se aos seus relacionamentos (fundamentais para iniciar uma carreira de sucesso, principalmente se se encontra num meio pequeno), à forma como faz uso do seu tempo (usar o espaço profissional para tratar de assuntos pessoais não será uma boa forma de ocupá-lo), à sua imagem (profissional mas adequada ao contexto) ou mesmo ao modo como se exprime (a componente não verbal vale mais do que pensa).

Tudo isto, sem contar obviamente com o básico da cortesia e educação – ser pontual, agradecer, saber desculpar-se.

Últimos