© Mango

Saiba como escolher a roupa para uma entrevista de emprego

Tem uma entrevista de emprego e não sabe o que vestir? Respire fundo e percorra as sugestões de duas especialistas em imagem sobre a roupa que deve (e não deve) escolher para uma entrevista. No fim, estará mais perto de conquistar o seu emprego de sonho.

Num mercado cada vez mais competitivo, todos os detalhes contam. E uma vez que a imagem é a porta de entrada para conquistar à primeira vista, a escolha da roupa para uma entrevista de emprego pode ser fulcral.

Para Rita Carvalho, consultora de imagem e autora do livro Imagem Profissional, Guia de estilo (Casa das Letras, 2016), é fundamental causar uma boa primeira impressão uma vez que “as pessoas formam até 90% da sua opinião ao fim dos primeiros quatro minutos, e que 60% a 80% do impacto que causa é de natureza não verbal.”.

Isto significa que o aspeto visual (roupa, acessórios, cabelo, etc), em conjunto com a maneira como a pessoal fala (38%) e o seu conhecimento (7%) é um fator muito importante e pode mesmo ser decisivo.

Para que tudo corra da melhor forma, é importante ter vários aspetos em conta. Desde as cores que deve privilegiar em detrimento de outras ao formato dos sapatos, e ainda quais as peças de roupa e silhuetas adequadas para conquistar o tão desejado lugar, tudo contribui.

Às vezes a liberdade é nossa inimiga, porque quando temos muito por onde escolher, é mais fácil errar – Teresa Braga

“O modo como um colaborador se veste pode ajudar a abrir 9 em cada 10 portas na carreira. Estas são as conclusões de estudo baseado num inquérito às 500 maiores empresas norte-americanas”, revela Teresa Braga, antiga coordenadora de comunicação na The Body Language Academy.

Com isto em mente, deve assegurar-se de que a roupa que escolhe para a entrevista de emprego está em sintonia com a cultura empresarial do lugar a que se candidata. Por exemplo, se está a concorrer para um escritório de advogados, onde todos usam fato e gravata, deverá optar por um registo formal. Contudo, se ambiciona um lugar numa agência de publicidade ou de comunicação, é provável que o estilo dos funcionários seja mais informal e criativo.

Independentemente da escolha, é fundamental que o faça com confiança, e que o visual transmita segurança, credibilidade e estabilidade. “Às vezes a liberdade é nossa inimiga, porque quando temos muito por onde escolher, é mais fácil errar”, adverte Teresa Braga, alertando para os perigos dos exageros na escolha do look, com a garantia de que nestes casos, less is more.

Conselhos para escolher a roupa para uma entrevista de emprego

“Se vai trabalhar num ambiente mais formal, prefira cores neutras, cortes estruturados e peças mais clássicas.”, adverte Rita Carvalho, sobre a importância de escolher a indumentária de acordo com o local para onde se quer candidatar.

“Se a sua área de atividade implica alguma criatividade e vida social, então use um pouco de cor para chamar a atenção e despertar interesse do recrutador. Neste caso, não tem de optar por um blazer. Pode optar por uma camisa ou blusa, lisa ou estampada. Afinal, quer passar a imagem de uma personalidade dinâmica e criativa.”

1. Pesquise sobre a empresa a que se candidata

É importante fazer um reconhecimento da empresa, se tem ou não dress code, se é mais conservadora ou mais criativa, etc. De realçar que a escolha da roupa também deve ser adequada ao cargo ou função a desempenhar, “quanto mais elevado for o cargo a que se candidata, maior será a necessidade de um conjunto mais formal, como o clássico fato e camisa.”, adianta a especialista.

2. Sinta-se confortável

O conforto irá refletir-se na postura durante a entrevista. “Se não sabe como comportar-se numa saia travada e nuns sapatos de salto alto, escolha umas calças e uns sapatos rasos”, afirma. Para que esteja 100% descontraída opte por roupa que a faça sentir bem, confiante e lhe permita ter liberdade de movimentos.

O blazer é uma peça-chave que transmite calma, confiança e maturidade – Rita Carvalho

3. Os cortes, cores e padrões mais indicados

“O blazer é uma peça-chave que transmite calma, confiança e maturidade. Além disso, se ficar nervosa e transpirar muito, evita as manchas de suor na camisa.” Para Rita Carvalho, o blazer é a escolha mais segura para uma entrevista de emprego. Escolha um com um corte clássico e em tons neutros.

Se fizer sentido, pode substituir o blazer por um cardigã e acrescentar um cinto de pele na cintura para um toque sofisticado. Esta sugestão aplica-se a entrevistas de emprego para empresas mais criativas e de ambiente descontraído.

4. As calças mais adequadas

Os cortes a direito devem ser privilegiados em situações mais formais. Opte por umas calças pretas ou cinzentas, e conjugue-as com uma camisa e blazer. “Evite calças de cintura descaída, muito largas ou skinny (por serem demasiado justas). Os jeans, mesmo de cor escura, e as leggings estão fora de questão neste contexto.”

5. A altura ideal das saias

Quando chega a hora de escolher a saia para uma entrevista de emprego, é comum as mulheres depararem-se com questões acerca do comprimento adequado: será demasiado curta e provocante? Será demasiado comprida e conservadora? Encontrámos a resposta.

“Evite minissaias e prefira modelos de saia pelo joelho ou alguns centímetros acima deste.” Rita Carvalho alerta também para que o modelo de saia deve ser escolhido consoante o tipo de corpo. “As saias lápis ou a direito são as mais indicadas, mas se tiver a anca larga pode optar por uma saia em formato A (evasé).”.

6. Camisas e blusas a apostar

A camisa branca é uma aposta segura, mas há outras opções a ter em conta na hora de escolher a parte de cima do coordenado.

“As camisas e as blusas de malha fina, com decote redondo ou em V, são uma boa opção.”, recomenda. Em contrapartida, “evite malhas muito grossas ou com borbotos e camisas com folhos ou com estampados de grande dimensão, assim como cores muito vivas.”, acrescenta.

7. O formato dos vestidos

Se para si conforto é sinónimo de vestido, também há opções que se adequam à ocasião.

“Prefira os modelos cintados e por altura do joelho, sem grandes decotes ou alças finas, e em tons neutros.” Se for inverno, opte por collants em tom de pele ou pretos.

8. Os sapatos a usar

Para Rita Carvalho, os sapatos mais adequados para combinar com calças são botins, sabrinas, Oxford (com atacadores) e sapatos de salto médio. Caso prefira levar uma saia para a entrevista de emprego, deve escolher entre sapatos de salto médio e sabrinas.

Sugestões de peças para uma entrevista

Para facilitar as suas escolhas, selecionámos algumas sugestões de peças que prometem impressionar na sua próxima entrevista de emprego.

Blazer estruturado e calças de fato aos quadrados
Mango, casaco €59,99 e calças €39,99


blazer preto para entrevista de emprego

Blazer de lã
Massimo Dutti, €149


Camisa branca com lapela dupla
Uterqüe, €79


fato em preto e branco para entrevista de emprego

Fato colour block em preto e branco
Topshop, casaco €89 e calças €57


Camisa com laço
H&M, €24,99


roupa entrevista emprego calcas pretas bimba y lola

Calças largas com folhos
Bimba y Lola, €165


roupa para entrevista emprego botins pretos

Botim com efeito de crocodilo
Mango, €39,99


roupa para entrevista emprego calças amarelas

Culottes amarelas
Topshop, €52


roupa para entrevista de emprego casaco preto e branco

Cardigan
Zara, €25,95


roupa entrevista emprego macacao preto

Macacão preto
Hyena, €152


Lenço plissado
Zara, €9,95


 

vestido azul mango roupa para entrevista de emprego

Vestido midi com cinto
Mango, €49,99


sapatos uterque roupa para entrevista de emprego

Sabrina em pele
Uterqüe, €89


roupa para entrevista de emprego blazer

Blazer
Zara, €49,95


roupa para entrevista emprego vestido asos

Vestido em linho com cinto
Asos, €55,99


roupa para entrevista emprego casaco malha primark

Casaco de malha
Primark, €14

A evitar na próxima entrevista

Há uma série de artigos que deve evitar usar na próxima entrevista de emprego. Listamos alguns que se encontram em destaque no livro Imagem Profissional.

Transparências, brilhos e cores vibrantes;

• Padrões extravagantes e demasiado excêntricos;

• Casacos de pelo;

• T-shirts, camisolas e blusas com bonecos ou frases estampadas;

• Decotes acentuados;

• Calções ou saias muito curtas;

• Peças demasiado largas ou demasiado justas;

• Leggings e peças desportivas;

• Perfume e maquilhagem em excesso;

• Ténis e sapatos de salto demasiado alto;

• Acessórios exuberantes ou de má qualidade;

• Roupa amarrotada, com manchas ou suja.

O que as cores dizem sobre nós

“As cores transmitem sensações e falam sobre nós”, adverte Teresa Braga. Por isso, é importante que escolha os tons certos da roupa para a sua entrevista de emprego, sem nunca esquecer que a atitude e autoconfiança continuam a ser a chave principal para o sucesso.

Preto: é a cor do poder e transmite liderança, mas também pode intimidar e passar uma imagem de arrogância, pelo que deve ser contrabalançado com outras cores. “Quanto maior for o contraste de cores, por exemplo o preto e o branco, mais poderoso alguém parecerá”, salienta a especialista.

Bege: um tom neutro, elegante e ideal para conjugar com outras cores mais fortes como o verde, vermelho ou mesmo o cor de laranja. Se levar um casaco, calças ou fato bege para uma entrevista de emprego opte por uma camisola de gola alta ou uma blusa fluida de cor.

Vermelho: também está associado a uma imagem de poder e deverá ser utilizado com conta, peso e medida. Por exemplo, num apontamento como um lenço, nos sapatos ou na carteira. “Um vestido totalmente de cor vermelha será exagerado para usar numa entrevista de trabalho, na medida em que pode ser associado a arrogância.”, realça a especialista.

Azul: é a cor associada à honestidade e credibilidade. Teresa refere que “40% das pessoas gostam de azul, o que aumenta em 23% a probabilidade de ser contratado”, mas cuidado com as tonalidades. “Um azul elétrico será demasiado para uma entrevista de emprego”.

Vista-se não como o trabalho que tem, mas como o trabalho que gostava de ter – Teresa Braga

Cinzento: esta cor transmite sobriedade, elegância e segurança. Como é um tom neutro, passa uma imagem coerente e profissional e, por isso, é também uma escolha segura. Contudo, se pretender imprimir mais energia à sua imagem, deverá usar um acessório colorido.

Verde: é uma cor que transmite paz e calma, e está associada aos amantes da natureza. Revela uma personalidade amigável, descontraída, equilibrada e estável. Um tom perfeito para os acessórios como carteira, brincos, lenço ou cinto.

Cor-de-rosa: associado ao romantismo e ao amor, o rosa transmite sensibilidade, harmonia e graciosidade. Embora não seja considerada a opção mais adequada para levar a uma reunião onde a audiência é maioritariamente masculina, se sente que esta cor a faz sentir empoderada, nada tema!

Cores não recomendadas 

Amareloroxo: Remetem para a criatividade e para o luxo, mas devem ser utilizados com moderação, porque o amarelo também pode transmitir ansiedade e o roxo passar um sentimento de superioridade.

Castanho: não use castanho para uma entrevista de emprego porque é uma cor associada à resistência à mudança. Se tem uma carreira consolidada, então pode optar pelo castanho, caso contrário não.

Cor de laranja: “o cor de laranja transmite entusiasmo, mas é considerada pouco profissional por 25% dos empregadores, por isso, é melhor que a deixe na gaveta ou que use como muita discrição”, sublinha Teresa.

Para a especialista em comunicação e imagem, a regra de ouro é: “vista-se não como o trabalho que tem, mas como o trabalho que gostava de ter”. Boa sorte!


Agora que já tem todas as ferramentas para ser bem sucedida na próxima entrevista de emprego, descubra a chave para o sucesso em 6 passos simples.

Comentários

Saiba como escolher a roupa para uma entrevista de emprego

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.