Acha que está a usar o tamanho de soutien certo? Pense outra vez

Encontrar o tamanho de soutien certo é, para a maioria das mulheres, um bicho-de-sete-cabeças. Mas não tem de ser. Deixamos-lhe sugestões para dominar essa tarefa hercúlea, tantas vezes negligenciada, mas também benefícios e mitos associados ao uso do soutien.

Nem sem ele, nem com ele. Para a maioria das mulheres, é este o papel do soutien nas suas vidas diárias. Um soutien bonito e adequado ao seu peito pode aumentar a autoestima, melhorar a silhueta e evitar problemas de postura e de costas.

Contudo, uma das maiores questões em relação a esta peça de roupa interior continua a ser o tamanho. Estaremos a usar o tamanho de soutien certo? Provavelmente não…

O tamanho de soutien certo é mais do que um número

Para Margarida Furst, uma das fundadoras da Dama de Copas, loja especializada em bra fitting e consultas de lingerie com presença em Portugal e Espanha, “todas as mulheres querem saber o seu tamanho certo, mas poucas o sabem, principalmente porque o tamanho é alcançado com a medida das costas e da copa, e não há conhecimento disto”.

O tamanho errado chega-nos muitas vezes às mãos graças a um mix de fatores: falta de aconselhamento e pouca oferta.

As soluções mais comuns de mulheres que desistiram de procurar o seu tamanho de soutien certo, principalmente as que têm peito maior, são usar soutiens de desporto ou sem aros. Essa escolha pode levar a um sem número de danos a longo prazo, como problemas de postura, por exemplo.

Para descobrir o seu tamanho de soutien, deixamos-lhe duas opções:

Procurar um serviço de bra fitting

É uma espécie de consulta especializada que inclui tanto uma avaliação ao soutien atual, como a medição das costas e do peito. O objetivo é que o tamanho correto e adequado passe a ser uma realidade.

Nas lojas da Dama de Copas, por exemplo, as especialistas fazem também uma análise mais aprofundada. A ideia é terem uma noção de morfologia e estado do peito da pessoa, bem como o seu estilo de vida, a sua ocupação do dia a dia, se faz desporto ou não, se já sofreu de alguma doença ou se fez alguma intervenção cirúrgica que tenha afetado o peito.

“O que fazemos diariamente também tem o seu peso e a ideia é adequar o modelo consoante o que faz todos os dias. Não há só um soutien, temos de adaptar às necessidades de cada mulher”, completa Margarida.

O mais comum é encontrarem a copa, mas esquecerem-se do tamanho das costas – Margarida Furst, co-fundadora da Dama de Copas

• Seguir a solução caseira

Tirar as medidas em casa é, na verdade, uma operação que parece mais difícil do que soa.

Se preferir seguir esta opção, o processo passa por pegar numa fita métrica e começar por medir as costas por baixo do peito (com ou sem soutien, desde que não seja almofadado). Expire e aperte bem a fita. O número que aparecer será o tamanho das costas (pode arredondar ligeiramente o valor para cima, se for necessário).

Para medir o tamanho do peito em si, ou a copa, coloque a fita métrica na zona mais volumosa do peito. Inspire e já está.

O passo seguinte é consultar a tabela abaixo e encontrar o seu tamanho de soutien. Mesmo que não seja o que estava à espera, não se assuste: leve esse número a uma loja e peça ajuda a uma especialista. Vá preparada para experimentar todos os soutiens que conseguir até encontrar aqueles que a deixem mais confortável a todos os níveis. Vai valer a pena!

tabela para calcular o tamanho do soutien

© Dama de Copas

O que não pode acontecer:

• o soutien subir nas costas;
• o peito continuar descaído, chegando a ser doloroso;
• o peito escapar-se-lhe por baixo das copas do soutien;
• as copas afastarem-se do peito, deixando um espaço considerável entre pele e tecido;
• as alças vincarem os ombros;
• as alças escorregarem dos ombros.

“O mais comum é encontrarem a copa, mas esquecerem-se do tamanho das costas. Para a maioria das mulheres, o soutien subir nas costas é normal, principalmente para quem tem peito maior, o que faz com que todo o peso seja suportado pelo próprio peito, o que não pode acontecer”, refere Margarida.

Ao contrário do que se pensa, não são as alças que suportam o peso do peito. É a tal banda das costas que teima em subir. Mais um sinal de que não estamos a usar o tamanho de soutien certo.

Mito ou verdade?

O soutien sempre levantou dúvidas relacionadas sobretudo com a saúde das mulheres. Desmistificar é, acima de tudo, alertar para problemas comuns que merecem uma resolução simples e digna.

1. Dormir com soutien é prejudicial

Neutro. Esta é, muito provavelmente, a questão mais controversa e que mais opiniões divide.

Por um lado, o dia-a-dia frenético torna-se mais suportável para muitas mulheres que chegam a casa e finalmente podem desapertar o soutien. É a personificação da liberdade e do conforto.

Por outro lado, tudo depende da preferência de cada uma. E nem sempre tirar o soutien para dormir é sinónimo de conforto. Para Margarida Furst, “não faz mal dormir com soutien, mas tem de ser o tamanho certo, sem aros e o mais confortável possível”.

2. Dormir com soutien deixa o peito descaído

Mito. Não só não há estudos científicos que comprovem que dormir com soutien deixa o peito descaído, como também não os há quanto ao efeito contrário, ficar com um peito mais firme.

Pouco ou nada se pode fazer, que não implique uma intervenção cirúrgica, para evitar que o peito descaia. É uma condição favorecida por fatores como a gravidade, a gravidez ou a amamentação.

3. Dormir com soutien pode aumentar o risco de cancro da mama

Mito. Se dúvidas havia em relação a isto, esqueça: dormir com soutien não aumenta nem contribui de qualquer forma para o risco de desenvolvimento de cancro da mama.

De acordo com um estudo levado a cabo por Lu Chen, investigadora assistente no Kaiser Permanente Washington Health Research Institute, não existe “evidência científica de que usar soutien aumente o risco de cancro da mama. O risco é similar independentemente do número de horas por dia que uma mulher usa um soutien, com ou sem aros, ou da idade com que começou a usá-lo”, explica Chen.

4. Usar um soutien apropriado quando se faz desporto é imprescindível

Verdade. Tal como refere Margarida Furst, “um soutien de desporto adequado evita que o peito sofra danos com o impacto. Mesmo num desporto de menor impacto, como o ioga, é imprescindível imobilizar o peito para estarmos mais à vontade para fazermos corretamente os exercícios de respiração, por exemplo”.

5. Aros metálicos são prejudiciais

Neutro. Há quem defenda que o uso de aros metálicos é nocivo para o tecido mamário e que pode causar lesões no peito a longo prazo. Mas há também quem afirme que, com um uso adequado e intervalado, pode ser vantajoso para quem necessita de um apoio extra.

O ponto que parece ser unânime em todas as opiniões é: nunca durma com um soutien com aros, pois é aí que as lesões acontecem com mais frequência, devido aos movimentos involuntários durante o sono.

Fontes: Estudo Kaiser Permanente Washington Health Research Institute

Já descobriu o seu tamanho de soutien? Veja ainda quais os melhores modelos para usar com decote.

Comentários

Acha que está a usar o tamanho de soutien certo? Pense outra vez

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.