Dinheiro

Descubra qual é a melhor conta-poupança (para si e para os seus)

A escolha da melhor conta-poupança vai depender do seu objetivo. Fique a conhecer o top seis da banca nacional.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
qual a melhor conta poupança
Vanessa Pina Santos
Escrito por
Vanessa Pina Santos
Mar. 20, 2019

A melhor conta-poupança é, certamente, a que vai fazer com que acumule mais dinheiro. Contudo, com a média das taxas de juro nos 0,17%, é necessário olhar para outros fatores para que não corra o risco de estar a perder dinheiro com despesas de manutenção e com eventuais comissões.

Ora veja: para conseguir cobrir as comissões anuais das contas à ordem da banca portuguesa, 61 euros em média, teria de investir cerca de 48.500 euros num ano e só depois é que poderia pensar em lucro.

No entanto, encontrámos aquela que será a melhor conta-poupança da banca portuguesa: a Conta Poupança livre, do Banco CTT. Esta não só disponibiliza uma remuneração de 1%, como também reúne outras condições que se distinguem das 70 contas-poupança que foram analisadas, no passado dia 15 de março.

Embora existam outras opções mais rentáveis para investir o seu dinheiro, as contas-poupança não deixam de ser uma boa escolha para quem deseja poupar sem cair na tentação de utilizar o dinheiro que, provavelmente, estaria numa conta à ordem ou num mealheiro.

O que precisa de saber antes de escolher a melhor conta-poupança?

O montante a investir

O primeiro ponto a ter em consideração diz respeito ao montante mínimo e máximo da constituição da sua poupança. Algumas contas estabelecem uma entrada inicial com valores que variam entre os 25 e os 500 euros.

No entanto, nem todas têm esta obrigatoriedade. Por norma, montantes mais elevados permitem que se obtenha um maior rendimento, visto que os juros são calculados sobre esse valor.

Taxas de juro

As taxas de juro que deve ter em consideração são: a taxa anual nominal bruta (TANB) e a taxa anual nominal líquida (TANL), que representa o valor total, já com a dedução dos impostos.

Também é importante perceber quais são os períodos do pagamento dos juros (mensais, trimestrais, semestrais ou anuais).

Prazo de conta

Caso tenha atribuído um objetivo à sua poupança, deve ter em consideração o prazo de conta. Por exemplo, se pretender fazer uma poupança para uma viagem que ocorrerá daqui a três meses, o melhor será escolher uma conta com esse prazo de constituição, para que não venha a perder juros.

Mobilização antecipada

Verifique as condições de mobilização antecipada da sua futura conta, se pretender levantar o dinheiro antes do prazo estabelecido. Normalmente, há uma penalização total ou parcial dos juros.

Renovação automática

Após o término do prazo estipulado, a conta-poupança é renovada automaticamente, sem que precise de entrar em contacto com a instituição financeira.

Reforços

Vai poder aumentar a sua poupança sempre que quiser, depositando mais dinheiro do que aquele com que abriu a conta. Estes reforços podem ser programados ou pontuais, podendo, ou não, ter um valor mínimo associado.

Custos associados

Atenção: devemos sempre ter em conta os custos associados à conta base, como as despesas de manutenção ou as comissões. 

Qual é a melhor conta-poupança?

Depois de analisarmos as 70 contas-poupança da banca nacional, escolhemos as seis melhores para miúdos e graúdos, que apresentam uma TANB superior a 0,40%. Fique a conhecê-las.

1. A melhor solução para qualquer aforrador. Conta Poupança Livre – Banco CTT

A ocupar o pódio da melhor-conta poupança está a Conta Poupança Livre do Banco CTT. Tem uma TANB de 1%, sem prazo de constituição e sem um mínimo obrigatório para os titulares de uma conta à ordem neste mesmo banco.

Se durante um ano fizer um reforço de 100 euros mensal, com o reinvestimento dos juros, vai contar com uma poupança anual de 1204,77 euros. A este valor acrescentamos a vantagem de que a conta base, associada à conta-poupança, está livre de comissões e de outras despesas.

No entanto, esta remuneração só é possível se não acumular mais do que 5 mil euros e se preencher os seguintes requisitos:

Domiciliação do vencimento da conta à ordem;
Autorizar três ou mais débitos diretos de despesas domésticas, como a da eletricidade ou da água.

Caso não cumpra nenhum destes critérios, a remuneração baixa para 0,15%.

TANB: 1%
Pagamento de juros: pagamento trimestral de juros, no primeiro dia de janeiro, abril, julho e outubro
Reforços: sem montante mínimo

2. Nunca é tarde para poupar. Conta Poupança Reformado – Eurobic

No segundo lugar da lista está a Conta Poupança Reformado, do Eurobic. É exclusiva para pessoas em situação de reforma, que usufruam de uma pensão mensal que não ultrapasse o valor igual a três vezes ao salário mínimo nacional. A principal vantagem? As contas-poupança para reformados estão isentas de tributação de juros até ao montante máximo de 10.500 euros.

Quem optar por esta conta tem duas opções de rendimento que vão depender do prazo escolhido. Quanto mais alargado for o prazo, maior será a remuneração. Sendo assim, os clientes têm a opção de escolher uma conta de entre 183 dias a 273 dias, com uma remuneração de 0,45%, ou de entre 274 dias a 365 dias, com uma taxa superior à anterior de 0,55%.

TANB: 0,45% – 0,55%
Prazo: 183 a 273 ou 274 a 365 dias
Montante mínimo: 500 euros
Pagamento de juros: creditados na conta à ordem ou incorporados no capital (se o cliente tiver optado pela capitalização dos juros), na data do vencimento do depósito
Reforços: a partir de 40 euros

3. Para os mais pequeninos. Poupança Cristas – Crédito Agrícola

Se tem filhos com idades inferiores ou iguais a 12 anos, a Poupança Critas é a conta-poupança com a melhor taxa de juro que pode encontrar na banca nacional. Para ter acesso, o titular desta conta tem de ser o mesmo da conta 1,2,3 do banco Crédito Agrícola.

TANB: 0,50%
Prazo: 5 anos
Montante mínimo: 10 euros
Pagamento de juros: os juros são pagos anualmente na conta-poupança
Reforços: a partir de 10 euros

4. Para pensar no futuro dos seus filhos. Conta Poupança com Futuro – Eurobic

Aos 18 anos, a responsabilidade começa a dar o ar da sua graça. Ir para a universidade ou comprar um carro são decisões que exigem alguma disponibilidade financeira. Com a Conta Poupança com Futuro, para menores, pode começar a poupar para o futuro do seus filhos. Para ter acesso, precisar de ter uma Conta à Ordem com Futuro, deste mesmo banco.

Tal como a Conta Poupança Reformado, nesta conta também pode optar por taxas de juro diferentes, de acordo com os prazos de vencimento. Os clientes podem escolher entre um prazo de 183 dias, com um rendimento de 045%, ou um prazo de 365 dias, com um rendimento de 0,55%.

TANB: 0,45% – 0,55%
Prazo: 183 ou 365 dias
Montante mínimo: 250 euros
Pagamento de juros: os juros são incorporados no capital e pagos na data de vencimento do depósito
Reforços: a partir de 20 euros

5. Para miúdos que são quase adultos. Poupança Jovem CEM – Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo

A Poupança Jovem CEM está disponível para todos os jovens até aos 25 anos, com uma capitalização dos juros flexível – mensal, trimestral, semestral ou anual

TANB: 045%
Prazo: 1 ano
Montante mínimo: 100 euros
Pagamento de juros: o pagamento de juros é feito no final do prazo, na conta à ordem ou, caso exista capitalização de juros, na conta-poupança
Reforços: a partir de 12,5 euros

6. Uma taxa de 0,45% para todas as idades. Poupança NetCEM – Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo

A Poupança NetCEM está disponível apenas para os clientes do banco que têm acesso à plataforma NetCEM. Sem distinção de idades, esta conta oferece uma taxa de juro de 0,45%, muito acima da maior parte das contas analisadas.

TANB: 0,45%
Prazo: 1 ano
Montante mínimo: 250 euros
Pagamento de juros: o pagamento de juros é feito na conta-poupança no final do prazo
Reforços: a partir de 25 euros


Já tem alguma conta-poupança? Saiba agora como chegar à independência financeira. 

Últimos