© O Livro do Pão Sem Glúten

Aprenda a fazer pão de alfarroba, uma alternativa saborosa a ter em casa

Os pães industrializados podem ser um verdadeiro veneno para saúde. Além de o sal ser usado em grande quantidade, o glúten provoca sérios problemas a quem é intolerante. Aprenda a fazer este pão de alfarroba.

Se o seu cesto do pão está sempre cheio, o melhor mesmo é escolher um tipo que seja saudável. Sugerimos-lhe que experimente esta receita de pão de alfarroba d’O Livro do Pão Saudável Sem Glúten, que foge ao tradicional e que não entra em conflito com a sua saúde.

O Livro do Pão Sem Glúten, 17,90€

“A farinha de alfarroba é o resultado da moagem da polpa das vagens torradas de alfarroba. A Alfarroba é rica em vitaminas A, B1 e B2, niacina, cálcio e magnésio. Para além da sua riqueza nutricional, a farinha de alfarroba distingue-se pelo seu sabor achocolatado e por conferir uma certa suavidade à textura dos pães”, escreve Ângela Silva, autora do livro.

Curiosa para experimentar? Siga os seguintes passos.

Receita de pão de alfarroba e aveia

2 pães

Ingredientes

250 g farinha de aveia

250 g farinha de trigo-sarraceno

180 g farinha de araruta (ou tapioca)

60 g farinha de alfarroba

60 g avelãs tostadas e moídas

20 g flocos de aveia finos

25 g psílio (psyllium husks)

900 g água (mais 100 g para a papa de flocos de aveia)

12 g sal

60 g óleo de coco

Flocos de aveia para a cobertura

6 g fermento biológico seco

ou

15 g fermento biológico fresco

ou

200 g fermento natural


Modo de preparação

1. Coloque os 20 g de flocos de aveia numa taça e misture 100 g de água a ferver. Tape com um prato e deixe descansar cerca de 30 minutos

2. Ponha o sal marinho numa pequena taça e misture um pouco de água a ferver (cerca de 10 g)

3. Misture as farinhas, as avelãs tostadas e moídas, o psílio e o fermento biológico seco

4. Se usa fermento biológico fresco, parta-o em pedaços e esfregue-o junto com as farinhas até que fique esfarelado. Adicione a água, que deverá estar a cerca de 25 ºC. Se usa fermento natural, adicione-o agora. Misture

5. Adicione o sal e a sua água, a papa de flocos de aveia e o óleo de coco. Misture bem até obter uma massa coesa, sem grumos. Coloque a massa dentro de uma caixa de plástico com tampa que tenha um tamanho que permita que a massa aumente o volume

6. 1.ª Fermentação: Deixe a massa descansar à temperatura ambiente até praticamente duplicar o volume

7. Cubra dois cestos, ou taças tipo saladeira, com um pano e polvilhe com um pouco de farinha. Encha um prato pequeno com flocos de aveia

8. Divida a massa fria em duas partes iguais e dê-lhes o formato de uma bola. Para facilitar unte as mãos com óleo de coco e trabalhe numa superfície igualmente untada. Role a superfície lisa da massa sobre o prato com os flocos de aveia

9. Coloque as bolas de massa nos dois cestos, com a parte da massa coberta com os flocos de aveia virada para baixo. Polvilhe com um pouco de farinha e cubra com outro pano. Deixe levedar até a massa praticamente duplicar o volume

10.  Conserve no frigorífico durante 12 a 24 horas ou até a massa praticamente duplicar o seu volume

11. Ponha o tabuleiro do forno no meio do forno e aqueça a 240 ºC. Dez minutos antes do início da cozedura, ponha um recipiente com água no fundo do forno

12. O objectivo é criar um ambiente húmido para ajudar a criar uma crosta rija, típica dos pães rústicos. Retire os cestos do frigorífico

13. Vire os cestos com a massa fermentada para cima de um tabuleiro liso, ou uma base amovível de uma forma de bolos, e faça deslizar a massa para cima da superfície onde cozerá o pão

14. Ponha no forno e feche rapidamente a porta. Deixe cozer durante 15 minutos. Retire o recipiente com água de dentro do forno. Coza durante mais 25 a 30 minutos

15. Deixe arrefecer em cima de uma grelha

Mais sobre pequeno-almoço

Comentários

Aprenda a fazer pão de alfarroba, uma alternativa saborosa a ter em casa

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.