Sociedade

Editorial de novembro: Motivação para agir

As palavras da diretora da Saber Viver na edição de novembro da revista.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Editorial de novembro: Motivação para agir Editorial de novembro: Motivação para agir
© Pexels
Tânia Alexandre
Escrito por
Out. 27, 2022

Já todas percebemos que se avizinha um ano desafiante, com novos obstáculos e muita incerteza no futuro. Se individualmente devemos procurar acautelar “surpresas inesperadas”, também podemos estar atentas a oportunidades que costumam surgir nestes contextos de maior imprevisibilidade.

Por isso, sem querermos parecer demasiado otimistas, preparámos uma edição com alguns artigos sobre a importância da criatividade e de como esta pode ser uma âncora ou uma ferramenta relevante para nos mantermos à tona, com sanidade mental e com a motivação necessária para agir…

Nos últimos meses, tem-se falado imenso sobre o quiet quitting, um fenómeno que consiste na ‘desistência silenciosa’ por parte do trabalhador, que faz apenas o mínimo indispensável para manter o emprego e mobiliza o seu maior foco e energia para os tempos livres ou para a vida em família.

Segundo os especialistas na área, este movimento é uma consequência da pandemia, da redefinição de novas prioridades dos trabalhadores, e está intimamente relacionado com o descontentamento, a desmotivação, a falta de reconhecimento e os baixos salários.

Certamente que algumas de vós se reveem neste estado de espírito. É um tema que deve merecer uma maior reflexão por parte das empresas e funcionários, há que repensar a gestão, a comunicação e a relação empresa-trabalhador antes que as empresas comecem a perder diversos talentos.

Mas, nesta edição, optámos por dar a volta ao assunto e em vez de desistência, falamos de futuro, reinvenção e criatividade, trazendo-lhe histórias inspiradoras (e criativas!) de homens e mulheres que se reinventaram, em vez de se acomodarem, e deram um novo rumo às suas carreiras, dando asas aos seus talentos e paixões.

Para ler em — Como eles mudaram de vida (pág. 80), — quem sabe se estas histórias não lhe dão o ímpeto de que precisa para acreditar na sua intuição feminina e pôr em prática, finalmente, aquela sua ideia ou projeto?

O que pode encontrar nas páginas da Saber Viver de novembro (nas bancas)

Destaco também o tema Mensagens da moda (pág. 25). Se a moda é uma arte que reflete o espírito do tempo em que vivemos e os temas mais proeminentes da sociedade, este artigo é um convite a olhar para as propostas criativas dos desfiles mais recentes, mas sob uma outra perspetiva: mais do que ver um desfile para conhecer as tendências, importa refletir sobre as mensagens subliminares por trás de cada desfile que vimos no mês passado nas passerelles internacionais.

Algumas destas mensagens são verdadeiros manifestos e chamadas de atenção para o que está a acontecer no mundo e em cada um de nós.

Ser introvertido não é um defeito (pág. 84) é outro tema que acredito irá gostar de ler. Se se considera uma pessoa introvertida, e até encara isso como uma desvantagem, neste artigo encontrará inúmeras qualidades deste tipo de personalidade e verá como muitas das grandes descobertas e as mais belas criações do mundo foram concebidas discretamente por pessoas introvertidas.

Se é uma dessas pessoas, saiba que não está sozinha, confie nas suas habilidades e dê asas à imaginação!

A edição de novembro da Saber Viver já está nas bancas, num local perto de si.

Últimos