© THINKSTOCK

Como despistar os primeiros sintomas de gravidez?

Os primeiros sintomas de gravidez não surgem logo no primeiro dia. E os enjoos ou a ausência de período menstrual podem não ser os únicos sinais. Conheça os sintomas, mais e menos frequentes, aos quais deve estar atenta.

Regra geral, os primeiros sintomas de gravidez passam despercebidos. A maioria das mulheres só se apercebe que pode estar grávida quando nota um atraso no período menstrual.

Elsa Cristina Basto Pereira, médica ginecologista-obstetra, esclarece que “existem vários sintomas que podem indicar se uma mulher está grávida. No entanto, esses primeiros sintomas são diferentes consoante a mulher e a gravidez”.

Como despistar os primeiros sintomas de gravidez?

Quando começam os sinais?

“Os primeiros sinais podem surgir antes do atraso menstrual. Mas na maioria dos casos aparecem a partir da 5ª ou 6ª semana de gestação”. Ou seja, entre 7 a 14 dias após o dia em que se espera a menstruação.

A intensidade e regularidade destes sintomas também varia de mulher para mulher.

Para algumas mulheres, os sintomas podem ser extremamente evidentes e intensos, enquanto para outras poderão ser confundidos com um simples mal-estar.

Como indentificá-los?

Os primeiros sintomas de gravidez são variados e podem não surgir ao mesmo tempo.

Sintomas de gravidez mais frequentes: atraso menstrual, cólicas ou dor abdominal, dor e aumento do peito, enjoo e vómitos, barriga inchada, cansaço e sono excessivo, desejos alimentares, vontade frequente de urinar, variações de humor, alteração do paladar e olfato, prisão de ventre, aparecimento de espinhas e pele mais oleosa.

“Nos primeiros dias de gravidez, muitas vezes antes do atraso menstrual, surge a tensão mamária e o aumento do peito, o sono e cansaço”, explica a especialista. Estes devem-se sobretudo às alterações hormonais.

Também é normal sentir a barriga inchada e cólicas, que se assemelham às dores da menstruação.

Embora exista gravidez sem enjoos, as náuseas e os vómitos são um sintoma clássico da gravidez, que costuma perdurar até às 8/12 semanas. Podem ir de um simples mal-estar matinal até vómitos repetidos.

Até 80% das gestantes têm náuseas e vómitos em determinada altura da gravidez, ainda que estes sejam mais comuns durante o primeiro trimestre.

A rejeição de determinados alimentos ou aversão a cheiros fortes por vezes chega a ser mais comum do que os fortes desejos alimentares.

Sintomas de gravidez menos frequentes: (pequeno) sangramento vaginal, acne e dores de cabeça.

Apesar de todos os sintomas, é importante referir que a gravidez não é uma doença. “A gravidez sem sintomas é algo frequente e por isso não deve ficar preocupada se não tiver nenhum dos sinais e sintomas referidos anteriormente”, alerta a obstetra.

É importante saber distinguir entre aquilo que é considerado um sintoma de gravidez normal e o que é patológico, merecendo outro tipo de análise e tratamento.

Por isso, é fundamental realizar um teste de gravidez, comprado na farmácia, ou de sangue, para confirmar ou despistar alguma suspeita.

Quando deve marcar a primeira consulta de obstetrícia?

Após a confirmação da gravidez deve procurar o seu médico obstetra, de forma a iniciar o seu seguimento pré-natal o mais cedo possível.

A médica ginecologista reforça que “este acompanhamento é muito importante tanto para a saúde da mãe como para a do bebé”.

O médico obstetra pode prescrever determinados medicamentos ou recomendar outras medidas que possam aliviar ou até eliminar eficazmente muitos dos sintomas de gravidez.


Sabia que o cérebro das mulheres muda durante a gravidez? Descubra o que pode acontecer durante o tempo de gestação.

Comentários

Como despistar os primeiros sintomas de gravidez?

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.