© Instagram O Antigo Talho

13 restaurantes vegetarianos para conhecer de Norte a Sul

Associar a cozinha vegetariana a duas folhas de alface e um pedaço de soja é tão antiquado como a própria origem desta alimentação. Para contrariar esta ideia, sugerimos 13 restaurantes vegetarianos para conhecer de Norte a Sul do País.

Este dado pode surpreender até as vegetarianas mais consagradas: A história diz-nos que o primeiro restaurante vegetariano do mundo abriu em 1898 (sim, há 121 anos!).

Chama-se Hiltl, fica em Zurique, Suíça, e mantém as portas abertas até aos dias de hoje – feito que lhe valeu um lugar no livro do Guiness por ser o restaurante há mais tempo continuamente aberto.

Ambrosius Hiltl, o seu fundador, terá sido diagnosticado com reumatismo e aconselhado pelo seu médico a eliminar a carne da sua alimentação, caso quisesse prolongar o seu tempo de vida. Resultado? Hiltl tornou-se vegetariano, recuperou rapidamente a sua saúde e decidiu comprar este espaço – originalmente chamado Vegetarierheim and Abstinence Café.

Curiosidade: Nessa época, os vegetarianos eram apelidados de herbívoros e, algumas pessoas que frequentavam o restaurante, preferiam fazê-lo pela porta das traseiras para não serem vistos (dizia-se que quem não comia carne, não tinha dinheiro).

Seja por motivos de saúde, éticos, ambientais ou, simplesmente, porque está na moda, estes são alguns dos restaurantes vegetarianos em Portugal por onde pode (e deve) entrar pela porta principal:

Restaurantes vegetarianos em Lisboa

1. Ao 26 – Vegan Food Project

© Facebook Ao 26 – Vegan Food Project

No número 26 da rua Vitor Cordon, em pleno Chiado, há menus de almoço a partir de 9€ com pratos diferentes todos os dias, para além de petiscos, saladas ou sopas. Ao jantar, pode provar, por exemplo, o bife de seitan à casa (9,50€), o tofu bio com crosta de broa de milho (11,50€) ou o risotto de cogumelos, espinafres, espargos e nozes (12€). A tarte crua (sem açúcar nem glúten) feita com frutos secos e tâmaras (4,50€) ou a tarte de oreo, manteiga de amendoim e chocolate (3,80€) são opções de sobremesa.


2. O Antigo Talho

© Facebook O Antigo Talho

O conceito deste restaurante criado por João Manzarra é para ser levado à letra: era um antigo talho que o apresentador comprou e transformou num espaço 100% vegan que combina restaurante e loja. Na parte dedicada às refeições, o menu de almoço (com preços entre os 10€ e os 13€) tem pratos diferentes todos os dias. Na carta, há tostas, wraps, quiches, açaí, banana bread ou saladas.


3. Naked

© Facebook Naked

No Naked, tal como o nome indica, é tudo ao natural. Aqui, há opções de pequeno-almoço como iogurte com granola caseira, fruta, lascas de coco e figos secos (5€) e brunches todos os dias. Como prato principal, pode optar, por exemplo, por uma salada fria de arroz, salmão marinado em sementes de sésamo e manga (11€) ou um wrap de pasta de atum e camarão, coentros, alface iceberg e crocante de wasabi (8€). Para adoçar o paladar, o fondant de chocolate (4€) é uma boa escolha.


4. The Green Affair

© Instagram The Green Affair

Neste restaurante da Avenida Duque d’Ávila, existem dois pratos do dia diferentes ao almoço: um de inspiração portuguesa e outro internacional. Se preferir escolher a partir da carta tem pratos como burger de Portobello em bolo do caco (8€), salada de quinoa (7€) ou caril katsu com panados de abóbora, curgete e tofu (8€). Para sobremesa, tem, por exemplo, crumble de maçã verde e pêra rocha ou cheesecake crudívoro.


5. Psi

© Facebook Psi

Em 2001 Dalai Lama inaugurou o jardim onde fica este restaurante, aberto desde 2012. A cozinha está a cargo do chef Yasser Saiyad, que aposta em pratos como canneloni de requeijão e espinafres (10,90€), almôndegas de seitan (11,90€), red thai curry (10,90€) ou shakshouka (11,90€), composto por ovos biológicos com couscous de legumes assados.


6. Miss Saigon

 

© Facebook Miss Saigon

Assentou arraiais no Parque das Nações e assume-se como um restaurante de “cozinha vegetariana do mundo”. A ementa é diferente todas as semanas e muitos dos pratos estão disponíveis para encomenda. O tofu assado com lima e especiarias ou o magret de seitan com frutos vermelhos e puré de cenoura são só alguns exemplos do que pode provar.

Restaurantes vegetarianos no Porto

7. Em Carne Viva

© Facebook Em Carne Viva

Este espaço da Avenida da Boavista apresenta-se como um restaurante vegetariano de inspiração regional. Os cogumelos à bulhão pato (8€), o sem espinhas à Lagareiro feito com tofu (15,60€) ou a francesinha de vegetais (11€) são algumas das (re)interpretações de pratos típicos que poderá provar. A decadência de chocolate, com vários tipos e texturas de chocolate (7€), é uma das várias sobremesas disponíveis na carta.


8. O Macrobiótico

© Instagram O Macrobiótico

N’ O Macrobiótico acredita-se numa alimentação em consonância com a natureza, onde se privilegiam os produtos da época e produzidos localmente. Há um menu de almoço (7,50€) diferente todos os dias e com direito a sopa, prato principal e sobremesa.


9. Essência

© Facebook Essência

 Fica num prédio dos anos 40 e serve refeições na sala e no jardim. Todos os dias a ementa muda e as sugestões (como o mil folhas de beringela e soja com legumes, arroz de salsa e salada-vegan) são comunicadas no Facebook. O menu completo custa 9,20€.


10. Cultura dos Sabores

© Facebook Cultura dos Sabores

Abriu em 2014 e serve almoços e jantares em modo buffet, com preços entre os 8€ e os 11,95€. Aqui nem a francesinha é esquecida: há uma versão vegetariana.


11. daTerra

© Facebook daTerra

São dois espaços (um no Porto e outro em Matosinhos) com o mesmo nome e conceito: buffet vegetariano. Há opções como tofu ao molho picante de kiwi, strudel de espinafres e cogumelos ou rolo de seitan, espinafres e nozes. Ao almoço custa 7,50€ e ao jantar 9,90€ – as bebidas, cafés e sobremesas não estão incluídos.

Restaurantes vegetarianos na Margem Sul

12. Xéxéxé, Costa da Caparica

© Facebook Xéxéxé

Neste espaço acolhedor na Costa da Caparica, tem opções como o risotto de beterraba e cogumelos com salada verde e sementes de abóbora tostadas (10€) ou a açorda de vegetais à moda do Xéxéxé (9€). Para sobremesa, há, por exemplo, bolo de canela e nozes com caramelo salgado (3€).


13. Aloha Café, Sesimbra

© Instagram Aloha Café

No Aloha Café, em plena marginal de Sesimbra – cuja vista poderia ser motivo suficiente para visitar este espaço – tem menus de almoço diferentes todos os dias (8,90€) e, para além destes, pode contar com quiches, wraps, burguês ou saladas.


Já visitou algum destes restaurantes vegetarianos? Conheça, ainda, estes 8 sítios de comida sem glúten em Lisboa

Este artigo foi originalmente publicado a 15 de setembro de 2016.
Mais sobre cidade

Comentários

13 restaurantes vegetarianos para conhecer de Norte a Sul

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.