© Filipe Vera Cruz

Este restaurante junta Cicciolina e Mona Lisa à mesa

Nasceu na capital um novo espaço italiano, que promove um total duelo de pratos. À mistura ainda encontramos Berlusconi e Júlio César nos menus. Divertido e delicioso, fomos conhecer o Mano a Mano.

Mona Lisa versus Cicciolina. Sílvio Berlusconni versus Júlio César. Maradona versus Totti. Duelos de titãs que espelham diferentes tipos de belezas, de liderança e de ases do futebol. Então, o que têm em comum? Itália, claro. E todos eles aparecem nas costas dos menus do novíssimo Mano a Mano, um restaurante italiano que abriu na Rua do Alecrim, 22, e que pretende fugir aos muitos outros restaurantes deste tipo de cozinha.

“O nosso restaurante é muito representativo da gastronomia contemporânea italiana. Não é uma pizzaria, mas sim um restaurante contemporâneo”, diz-nos António Oliveira e Silva, um dos responsáveis pelo restaurante.

Os menus do Mano a Mano © Filipe Vera Cruz

O projeto esteve a ser desenvolvido quase durante um ano e a escolha da localização foi fundamental. O espaço que antes era ocupado por escritórios, foi recuperado e transformou-se num restaurante de 84 lugares, que serve almoços e jantares, no coração de Lisboa, e que pretende fugir aos típicos italianos.

Mano a mano: vamos ao duelo?

Prepare-se porque aqui vai haver decisões para tomar. Mozarela ou gorgonzola? Pizza ou pasta? Vinho português ou italiano? Pizza romana ou napolitana? A escolha final é deixada ao cliente que, segundo os seus gostos, vai poder tomar as melhores opções, sempre com o aconselhamento certo.

Quando visitar o espaço, vai ver que não consegue deixar de reparar nos dois fornos enormes da marca Valorian que estão logo de frente. Não são fornos quaisquer, atenção. Cada um pesa cerca de uma tonelada e têm funções diferentes: um é para as pizzas romanas, outro para as napolitanas. Mas estas últimas são as que têm algumas particularidades mais específicas. “Não podemos ter certificar uma pizza napolitana sem ter certas características. O forno é uma delas”, explica-nos António Oliveira e Silva. E acrescenta que os ingredientes são igualmente importantes para preparar uma pizza napolitana – são mais intensos do que a romana.

 

A decoração esteve a cargo de Tomás Salgado, do Atelier Risco © Filipe Vera Cruz

Além disto, as massas das pizzas diferem, sendo que a napolitana tem um rebordo mais alto e coze a 500º, enquanto as romanas são a 300º.

Quanto aos vinhos, fazemos-lhe uma pergunta: se tiver de escolher entre um vinho português e um italiano, qual é que escolhe? Dizemos-lhe algo que pode ajudar: custam exatamente o mesmo. Se pedir o copo são 3,50€, enquanto a garrafa varia entre os 14€ e os 16€. Em que é que ficamos?

Agora, vejamos o menu à lupa

Chegámos à parte mais difícil.  A carta está sob a direção da chef Laura Scheneider, de 32 anos, natural do Rio de Janeiro, que aos 27 anos decidiu mudar de vida e ir estudar cozinha – ainda que seja formada em Publicidade e Marketing. “Fui para Itália e encantei-me”, partilhou. “Esta é uma gastronomia muito simples, mas com muito sabor”. Hoje, está à frente do Mano a Mano e confeciona todos estes pratos, repletos de twists.

A chefe, Laura Schneider © Filipe Vera Cruz

O menu está dividido entre Antipasti, Insalate, Primi, Secondi, Contorni (acompanhamentos), Piatti Unici e Dolci. À mesa chegar-lhe-á um cesto de pão feito na cozinha do Mano a Mano, temperado, e ficará muito bem acompanhado com os antipasti (as entradas) da carta. Porém, sugerimos a seleção de queijos e fumados, servidos com caponata de legumes (16,50€).

Uma outra entrada imperdível é a burrata sobre geleia de pimentos vermelhos com anchovas em azeite (12,50€). A geleia, claro, é da casa.

Burrata sobre geleia de pimentos vermelhos com anchovas em azeite © Filipe Vera Cruz

Dos Primi, onde estão a maioria das massas (mas não só), o risotto de abóbora assada, provolone e tomate seco não pode ser ignorado. Mas tem muitos outros pratos igualmente apetitosos: recheada com cogumelos porccini, creme de grana padano e trufas negras (13,50€), spaghetti com creme de burrata e tomate cherry confitado (12,50€), linguine com tinta de choco, camarão, mexilhão, amêijoa, lula e tomate (14,50€) ou a lasanha tradicional (12,50€), que é servida aos domingos de forma especial, para partilhar. Para quatro pessoas fica a 40€ e apra seis pessoas a 55€.

Recheada com cogumelos porccini, creme de grana padano e trufas negras © Filipe Vera Cruz

Nos Secondi, tem opções como os lombos de carapau com crosta de pecorino romano e salsa (8,50€) ou escolape de vitela com prosciutto de parma e sálvia (11,50€).

Como nos explicou António Oliveira e Silva, não é costume os italianos pedirem acompanhamentos para este tipo de pratos. Logo, o acompanhamento terá de vir à parte. Pode escolher as batatas assadas com ervas aromáticas (4,50€), espinafres salteados (4,50€) ou feijão branco aromatizado com laranja.

Nos Piatti Unici, sugerimos as bochechas de vitela estufadas em vinho tinto, puré de batatas com azeite extravirgem e limão (14,50€) ou o lombo de bacalhau com molho prosecco, trufas negras e polenta cremosa (22€).

Bochechas de vitela estufadas em vinho tinto, puré de batatas com azeite extravirgem e limão © Filipe Vera Cruz

Quando chegar à parte das pizzas, reparará que cada uma tem um ‘N’ ou um ‘R’ à frente, para saber se aquela pizza é romana ou napolitana. A Mano a Mano (12€) é a única da carta que pode ser degustada nos dois estilos – romana ou napolitana. Encontrará também a vegetariana (12€), rustica (12€), pesto (13€), primavera (14,50€), entre muitas outras.

Pizza Margherita © Filipe Vera Cruz

Os mais gulosos também têm muito por onde escolher. A panna cotta com calda de caramelo salgado (4,50€) é de ir ao céu. Mas sugerimos-lhe também o cheesecake de nutella (6,50€), o sorbet de tangerina com creme de limão, natas frescas aromatizadas com limoncello e suspiros (6,50€) e o tiramisù de frutos vermelhos (6€).

Panna cotta com calda de caramelo salgado © Filipe Vera Cruz

O vencedor destes duelos é sempre o cliente. Porém, a luta entre si e o botão das calças, essa, já não sabemos quem ganha.


Curiosa para conhecer o Mano a Mano? Saiba ainda quais os novos restaurantes de Lisboa que tem de conhecer.

Mais sobre espaços e lojas

Comentários

Este restaurante junta Cicciolina e Mona Lisa à mesa

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.