Relações e família

Crónica. Está grávida? Saiba que cuidados deve ter com o seu gato

Uma das maiores preocupações da mulher grávida é a toxoplasmose, uma das doenças parasitárias mais comuns em todo o mundo. Diana Lourenço, veterinária do Dr. Bigodes, desvenda quais os verdadeiros riscos e que cuidados devem as grávidas ter com os gatos.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Crónica. Está grávida? Saiba que cuidados deve ter com o seu gato Crónica. Está grávida? Saiba que cuidados deve ter com o seu gato
© Shutterstock
Escrito por
Jun. 07, 2021

Ouve-se, muitas vezes, mulheres grávidas referirem que abdicaram de viver com o seu gato com medo de contrair a toxoplasmose. Mas será que os gatos representam um perigo tao eminente para as mulheres grávidas ao ponto de não poderem viver com eles?

Ora bem, a toxoplasmose é uma doença parasitária zoonótica causada pelo Toxoplasma Gondii, podendo este parasita infetar todas as espécies animais de sangue quente, inclusive os humanos.

Os gatos domésticos são considerados hospedeiros definitivos do parasita Toxoplasma Gondii e são responsáveis pela eliminação dos oocistos que, de uma forma simplista, são formas semelhantes a ovos que após cerca de 24h no meio ambiente tornam-se infetantes.

Este acaba por ser o principal motivo pelo qual os gatos são frequentemente associados à toxoplasmose.

Como se transmite a toxoplasmose?

A transmissão poderá acontecer de três formas distintas:

  • Feco-oral: de certa forma terá que haver o contacto de fruta e legumes em solo contaminado com fezes de gato contendo os oocistos infetantes e/ou através da ingestão de água não potável.
  • Congénita: os parasitas podem passar da mãe para o filho através da placenta durante a gravidez.
  • Ingestão de carne com quistos: Ingestão de carne, de bovino ou ovino, que seja mal cozinhada e que tenha formas parasitárias enquistadas. Esta acaba por ser uma das principais formas de contágio aos humanos.

Posto isto, e esclarecida a forma de transmissão, talvez o seu gato não represente um perigo tão grande no que diz respeito à passagem de toxoplasmose.

Poderá optar por realizar análises sanguíneas ao seu animal de forma a tentar perceber se o seu gato já contactou com o parasita
Diana Lourenço, veterinária Dr. Bigodes Diana Lourenço, veterinária Dr. Bigodes

Uma forma de a prevenir será pedir a alguém na sua casa para trocar a areia da casa de banho do seu gato e evitar que a mesma esteja mais do que 24 horas sem ser mudada.

Medidas importantes na prevenção da toxoplasmose

  • Lavar bem vegetais e fruta antes de consumir;
  • Beber apenas água potável;
  • Ingerir somente carne bem cozinhada;
  • Não dar alimentos crus aos seus animais, assim como, evitar que o gato ingira roedores e insetos;
  • Limpar a liteira do seu gato frequentemente;
  • Evitar comportamentos de risco como é o caso de roer as unhas e, pelo contrário higienizar as mãos de forma frequente.

Se, mesmo após este esclarecimento persistem dúvidas e receios relativamente à convivência entre si, que está grávida, e o seu gato, poderá optar por realizar análises sanguíneas ao seu animal de estimação de forma a tentar perceber se o seu gatinho já contactou com o parasita Toxoplasmose Gondii e, se sim, se o fez recentemente ou há já algum tempo.

Desta forma conseguimos estabelecer o possível risco acrescido que terá ao estar em contacto com o seu gato nesta fase da gravidez.

Dr.Bigodes nasceu para facilitar a vida aos donos dos animais de estimação. Se vai de férias e não sabe onde deixar o seu melhor amigo de quatro patas ou uma simples ida ao veterinário é um stresse, então este projeto diferenciador foi criado a pensar em si. Conheça todos os serviços e acompanhe tudo através do Instagram e Facebook.

Últimos