Getty Images

Manual para acalmar o choro do bebé quando nada mais funciona

Os primeiros anos de vida são um choque de informação para a criança e para os pais. Ensinamos-lhe algumas estratégias que ensinam como acalmar o choro do bebé e a melhorar a qualidade de vida do núcleo familiar.

Até desenvolver a linguagem, a criança usa o choro como forma de comunicar que quer atenção, que tem sono ou fome, que sente desconforto, mal-estar ou dor, ou que sente stresse. Sim, porque o excesso de estimulação e a azáfama das zonas urbanas não afetam só os adultos.

A multiplicidade de ruídos, constante movimentação e a tensão que os pais podem, por vezes, transmitir, devido à lista aparentemente infindável de tarefas por riscar, também desestabilizam os bebés.

Tudo isto faz com que o pranto do recém-nascido se torne quase que a banda sonora da casa, desgastando os pais. Mas não faltam soluções para acalmá-lo.

Se já aconchegou o seu bebé, se já o embalou suavemente, se já pôs a máquina de lavar a loiça a funcionar ou ligou o aspirador, se já deu voltas de carro com ele e nada disto funcionou, recomendamos que leia o livro Bebé Zen: Guia Estimulante para Pais Jovens.

Para ter uma ideia do que irá encontrar nas suas páginas, resumimos aqui algumas sugestões das autoras, Julie Lemaire, Camille Skrzynski e Candice Rornberg-Anzel.

Como acalmar o choro do bebé e entrar em modo zen

É preciso tato!

As autoras do livro propõem que massaje o seu filho, entre cinco e 30 minutos, por ser uma ferramenta que “traz segurança e paz”. No entanto, desengane-se quem pensar que pode fazê-lo em qualquer momento. O bebé tem de estar recetivo a receber esse cuidado: “Depois da sesta, por exemplo”.

Convém que o cenário seja acolhedor, onde estiver o móvel para mudar as fraldas, com uma temperatura ambiente nem excessivamente quente nem fria e uma iluminação calmante. Use um óleo adequado à pele da criança, de preferência um que saiba que é bem tolerado. “Quanto mais os (…) movimentos forem lentos e completos, mais serão tranquilizadores e relaxantes”.

massajar o bebé

© Thinkstock

Sem barreiras têxteis

O toque é fundamental quando se trata de criar e fortalecer os laços entre os progenitores e o recém-nascido, e ganha uma importância ainda maior no momento em que os pais pensam ter esgotado todas as estratégias para o acalmar. Porquê?

O contacto pele contra pele desencadeia a produção de ocitocina quer no bebé quer no pai ou na mãe: todos sentem uma profunda sensação de bem-estar e de serenidade”, informam as escritoras, no segundo capítulo. Não podemos esquecer que a proximidade física facilita a sincronização da respiração  e acaba por ser muito eficaz na tranquilização da criança.

Para pais e filhos

Existem algumas atividades de baixa intensidade que ajudam neste processo pacificador. O ioga é uma prática que faz bem ao corpo e ao espírito, harmonizando-os. E as autoras de Bebé Zen sugerem que os pais a executem juntamente com os seus recém-nascidos.

Como? Primeiro, Julie Lemaire, Camille Skrzynski e Candice Rornberg-Anzel recomendam que os progenitores “escolham um momento em que o bebé esteja bem acordado e calmo”. Seguidamente, procedam a assumir as posturas de ioga que incluem a criança, tal como ‘A Árvore’, ‘A Cadeira’, ‘O Macaco’, ‘A Criança’ e ‘O Gato’. O objetivo é que, no final da sessão, se deite “de barriga para cima ou de lado, com o bebé perto (…) tomando consciência da respiração abdominal” e deixe “o relaxamento instalar-se”.

fazer ioga com bebés


Mais recursos para pais desesperados

Está cansada, já não sabe o que fazer para  aacalmar o choro do seu bebé e quer sair de casa? Nestes locais, encontrará aulas de hidroterapia e ioga que vão ajudar a tranquilizar o seu filho.

Spa Clínico para bebés

O que oferece: Estimulação sensorial em meio aquático.
Benefícios: Alivia a obstipação, previne as cólicas, ajuda a regular o sono e a diminuir os níveis de stresse.
Onde: R. das Antas 306, Porto.
Preço: 60€ por sessão.

Centro do bebé

O que oferece: Ioga para bebés dos 2 aos 24 meses.
Benefícios: Regulariza o sono, estimula o sistema digestivo e respiratório, entre outros.
Onde: Av. Guerra Junqueiro, 4, 2.º Esq., Lisboa.
Preço: 40€ mensalidade (uma vez por semana, às terças-feiras) ou 15€ avulso.

Sunshine Yoga

O que oferece: Aulas de hatha yoga adaptadas às várias etapas de desenvolvimento do bebé a partir dos 2 meses.
Benefícios: Ajuda a relaxar, trabalha o equilíbrio, reforça o vínculo emocional com  os pais e estimula a capacidade de socialização.
Onde: R. Fernando Lopes Graça, 7A, Lisboa.
Preço: 40€ mensalidade (uma vez por semana), inscrição 20€.

Associação de Yoga Integral de Portugal

O que oferece: Aulas de ioga para bebés dos 2 meses aos 3 anos.
Benefícios: Estabiliza o ritmo respiratório e ajuda a dormir melhor.
Onde: Av. de Madrid 28, 1.º Dto., Lisboa.
Preço: 25€ mensalidade (uma vez por semana) ou 10€ por aulas avulsas.

Escola Baby Yoga

O que oferece: Ioga para bebés dos 2 meses  aos 4 anos.
Benefícios: Melhora  a qualidade do sono e atenua o desconforto provocado pelas cólicas.
Onde: Local a combinar com os professores da sua área de residência.
Preço: Varia consoante o professor.


Agora já sabe como acalmar o choro do bebé recorrendo a outras ferramentas. Saiba ainda como a política está a condicionar as escolhas das mães quanto à amamentação.

Comentários

Manual para acalmar o choro do bebé quando nada mais funciona

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.