Já conhece o coaching menstrual?

Apesar de ser algo com que as mulheres se deparam todos os meses, o período e o ciclo menstrual estão ainda envoltos em mistério e desinformação. A educação menstrual promete mais empoderamento feminino, mais saúde e bem-estar através da compreensão do nosso próprio corpo.

Quantas vezes já teve que pesquisar na internet perguntas sobre o seu ciclo? Sobre a pílula? Começamos a nossa relação com a menstruação na puberdade, mas, com o passar dos anos é habitual desconectarmos do nosso ciclo menstrual.

Mas cada vez mais as mulheres estão a tomar as rédeas do seu corpo. Seja através de produtos inovadores, como o copo menstrual ou de novas apps de contraceção natural, a procura de alternativas ao que até agora nos foi ‘vendido’ aumenta. O coaching menstural é uma destas alternativas.

“A educação menstrual é uma importante ferramenta de empoderamento para as mulheres”, explica à Saber Viver Inês Martins Almeida, educadora de fertilidade consciente e criadora da plataforma Cosmic Feminine.

“Ao conheceremos o nosso ciclo menstrual, conseguimos decidir acerca da nossa saúde reprodutiva. Muitas vezes, ao longo da nossa vida, deparamo-nos com situações que são intimidantes, nomeadamente quando deixamos que terceiros tomem decisões acerca do nosso corpo. Um dos maiores exemplos é a pílula contracetiva – muitas mulheres começam a tomá-la sem saber primeiro qual o efeito da mesma no seu corpo e, segundo, quais os possíveis efeitos secundários ou quais as opções que têm. A maioria das mulheres que monitorizam o seu ciclo, fazem-no porque desejam ser participantes ativas na sua saúde e desejam tomar decisões informadas acerca da mesma”, refere.

coaching menstrual - cosmic feminine

Inês Martins Almeida tornou-se educadora de fertilidade consciente precisamente para dar mais poder às mulheres sobre a suas vidas. Licenciada em enfermagem, Inês trabalhou na área da obstetrícia e presenciou o quão intimidante pode ser a altura do parto, muito por causa do desconhecimento do nosso próprio corpo.

“Pela minha própria experiência, que tomei a pílula durante sete anos por um motivo praticamente irrisório, e por profundo desconhecimento acerca das minhas opções, a área da saúde da mulher é aquela que mais me apaixona e na qual adoro trabalhar”.

Quando a mulher conhece o seu padrão, irá conseguir definir limites para ela mesma e para os outros, a ser mais gentil com ela mesma e a antecipar todas estas características-padrão – Inês Martins Almeida, educadora de fertilidade

Mas como funciona o coaching menstrual?

“No geral, aquilo que considero importante no meu trabalho, e o meu principal papel, é ajudar as mulheres a compreenderem e conhecerem o seu corpo, o seu aparelho reprodutor, a sua fertilidade e saúde, para lhes dar ferramentas para que se sintam empoderadas nas decisões que tomarem”, explica Inês à Saber Viver.

A educadora esclarece ainda que existem mais vantagens quando as mulheres começam a conhecer o seu próprio corpo. “Nomeadamente aprender a definir a janela fértil de modo a alcançar ou evitar uma gravidez de forma natural. No entanto, existe muito mais que isso. As mulheres que reconhecem um ciclo menstrual saudável e conhecem os seus ciclos, podem facilmente identificar potenciais problemas de saúde, ainda antes destes se tornarem um real problema”.

ciclo menstrual

© Carolina Carvalhal

Vantagens do coaching menstrual

Curiosa? Fique a conhecer quatro benefícios que advêm do conhecimento do seu ciclo menstrual, de acordo com a especialista.

1. (Mais) Saúde

“Monitorizar o ciclo menstrual ajuda as mulheres a reconhecer anomalias no seu próprio ciclo, permitindo-lhes atuar precocemente. A ovulação é um sinal de saúde e o ciclo menstrual é um sinal vital – a fertilidade da mulher é muitas vezes menosprezada, principalmente quando a mulher não deseja engravidar.

No entanto, as hormonas envolvidas no ciclo menstrual têm uma enorme influência no corpo no geral (nomeadamente nos ossos, tecido mamário, coagulação, níveis de glicose no sangue, células cerebrais, e até bem-estar). Por esta razão, é importante haver níveis suficientes e equilibrados das principais hormonas envolvidas no ciclo menstrual”.

Esta é uma poderosa ferramenta para a sua vida, uma vez que a poderá ajudar a planear melhor o seu mês, baseando-se no seu ciclo

2. Uma contraceção natural

“Prevenir ou alcançar uma gravidez de forma natural e sem efeitos secundários”. Como? “Ao identificar os biomarcadores de fertilidade do seu ciclo, a mulher será capaz de reconhecer e delimitar a sua janela fértil para aquele ciclo. Nunca é demais relembrar que uma mulher só está fértil 5 a 6 dias por ciclo“.

3. Uma questão de autoconhecimento

“As mulheres são naturalmente cíclicas e, por isso, não estão sempre iguais. Considerando os planos emocional, físico e mental, todos eles estão em constante mudança ao longo do ciclo menstrual (e ao longo da vida da mulher no geral).

Algumas mulheres poderão sentir-se mais produtivas, ativas e energéticas na altura da ovulação, por exemplo, e mais calmas, introspetivas e inspiradas na altura da pré-menstruação.

Quando a mulher conhece o seu padrão, irá conseguir definir limites para ela mesma e para os outros, ser mais gentil com ela mesma e antecipar todas estas características-padrão. Esta é uma poderosa ferramenta para a sua vida, uma vez que a poderá ajudar a planear melhor o seu mês, baseando-se no seu ciclo”.

4. É amor-próprio

“Quando uma mulher respeita o seu ciclo, poderá aprender a melhorar a sua relação com o corpo“.

Fonte: Natural Cycles

Descubra tudo o que precisa de saber sobre os mitos relacionados com a menstrução.

Comentários

Já conhece o coaching menstrual?

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.