9 regras de ouro para comprar as sapatilhas de treino certas

Fazer desporto é das melhores coisas que pode fazer pela sua saúde, mas é necessário ter cuidado com o equipamento. Principalmente com os sapatilhas de treino, pois são os pés que suportam todo o peso do corpo. Antes de comprar, siga estas nove dicas.

Há quanto tempo tem os seus ténis de treino? Estão gastos? Velhos? E será que são bons para o tipo de atividade física que está a praticar? Tire todas as dúvidas e siga estes conselhos.

9 regras para escolher as sapatilhas de treino mais adequadas

1. “Que tipo de treino quero fazer?” Esta deve ser a pergunta inicial

O calçado é a peça mais cara do equipamento, mas é também a mais importante. Decida se vai ao ginásio – e o género de aulas que irá frequentar – ou se quer correr, caminhar ou outra modalidade.

2. Adquira as sapatilhas ao final do dia

Os pés podem inchar ao longo do dia, convém, por isso, que escolha preferencialmente o fim do dia para ir às compras do respetivo calçado para treinar.

3. Escolha as sapatilhas adequadas para si

Nem sempre as sapatilhas engraçadas que viu nos pés da sua amiga ou colega de ginásio são as mais adequadas para si. O peso, o género, a condição física, o tipo de treino e a quantidade de horas que treina vai influenciar a escolha das sapatilhas.

4. Faça uma análise da passada

Basta pesquisar na Internet para descobrir lojas, ginásios ou outros locais que realizam uma análise da passada (as lojas Sportzone disponibilizam este serviço, por exemplo). Basicamente existem três tipos de passada: pronadora, neutra (as mais frequentes) e supinadora. Pronadora significa que coloca o pé um pouco para dentro, supinadora, para fora e neutra, que coloca o pé com a mesma intensidade dos dois lados.

5. Escolha modelos femininos

Referimo-nos, principalmente, ao formato. Aconselhamos que tenha em conta a morfologia feminina. Os calcanhares mais estreitos das mulheres pedem uma forma mais estreita, uma sola mais flexível e principalmente maior estabilidade. Se for corredora, pelo facto de termos maior largura de ancas, é provável que seja ligeiramente pronadora, pelo que deverá ter em conta isso na sua escolha.

6. Umas sapatilhas duram 150 a 200 horas ou 500 a 600 km de treino.

É preciso saber quando substituir as sapatilhas. Não duram para sempre! Quanto mais treinar, mais depressa tem de comprar umas novas. O ideal é ter dois ou três pares para poder variar, assim diminui a probabilidade de se estragarem. Esteja atenta à sapatilha, observe se está ficar deformada, se lhe causa alguma dor ou desconforto e se a sola se encontra desgastada.

7. Aconselhe-se com um especialista

Por muitos e bons conselhos que possamos fornecer aqui, alguns vendedores das lojas especializadas têm conhecimento para aconselhar as melhores sapatilhas. Explique o tipo de treino que vai fazer, frequência e volume.

8. Posso treinar descalça?

Caminhar descalça na areia ou relva é saudável, mas desaconselha-se o treino de impacto sem calçado adequado, principalmente em pisos duros, como é o caso do asfalto ou mesmo do ginásio. As sapatilhas protegem os pés e amortecem o gesto repetitivo. Além disso, estamos habituadas a usar sapatos desde que nascemos, por isso, não podemos pura e simplesmente deixar este hábito tão enraizado; iríamos sofrer com essa mudança brusca.

9. Adquira um número acima dos sapatos do dia a dia

Habitualmente, pode ter de usar um a dois números acima do seu, já que ao treinar os pés incham, podendo causar desconforto ou mesmo lesões.


Quais são as suas sapatilhas de treino preferidas? Leia ainda as modalidades do ginásio que queremos experimentar já.

Comentários

9 regras de ouro para comprar as sapatilhas de treino certas

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.