Beleza

#BeautyCall. Tatuagens que brilham no escuro? Sim, por favor

As tatuagens permanentes que brilham no escuro surgiram pela primeira vez nos anos 90, mas não tiveram muita adesão. Este ano, assistimos ao seu regresso.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
#BeautyCall. Tatuagens que brilham no escuro? Sim, por favor #BeautyCall. Tatuagens que brilham no escuro? Sim, por favor
© D.R.
Mariana Nave
Escrito por
Jun. 22, 2021

*Se é inspiração que procura, está no sítio certo. Na rúbrica #BeautyCall desvendamos as últimas tendências do universo de beleza.

O universo da beleza tem o poder de nos surpreender constantemente e a mais recente novidade não é menos fascinante. Bem-vindas ao mundo das tatuagens que brilham no escuro.

Também conhecidas como tatuagens UV, estão a ganhar cada vez mais popularidade e tornaram-se uma forma de modernizar a tatuagem clássica. Porém, ao contrário do que o nome indica, este tipo de desenho só se ilumina quando exposto a luz ultravioleta, por causa da tinta fluorescente com que é criado.

Logo, se apagar as luzes à noite, a sua tatuagem não vai brilhar no escuro como os autocolantes com estrelas que colava no teto na sua infância.

Apagar as luzes

Este estilo de tatuagem é relativamente novo quando comparado com outras técnicas e a própria fórmula da tinta tem vindo a ser melhorada.

Quando a tendência surgiu no início dos anos 90, a maioria das tintas usadas continha fósforo, um elemento potencialmente cancerígeno e responsável pelo desenvolvimento de vários problemas de pele.

Atualmente, para substituir os pigmentos quimicamente perigosos, as tatuagens UV são feitas com elementos que reagem à luz negra, tão seguros como os usados nas tatuagens tradicionais.

De qualquer forma, nunca se esqueça que este tipo de trabalho é permanente e que a tinta fica para sempre dentro do organismo, ‘viajando’ pelo circulação sanguínea e sistema linfático.

Segurança em primeiro lugar

Antes de fazer uma tatuagem certifique-se que:

  • Não tem uma pele reativa ou sensível;
  • Pesquisa vários estúdios de tatuagens e o nível de satisfação de antigos clientes;
  • Sabe quais os ingredientes presentes nas fórmulas e que não incluem fósforo ou outro elemento a que possa ser alérgica;
  • Esclarece todas as dúvidas com o seu tatuador.

O que precisa de saber

A tinta UV é mais fina e difícil de trabalhar do que a tinta normal e, apesar de a tendência ainda não ter chegado a Portugal, é essencial garantir que escolhe um tatuador com experiência.

Um bom tatuador estará disponível para responder a todas as suas questões relativas à luz ultravioleta. A espessura da tinta influencia o trabalho final, uma vez que as cores fluorescentes não se podem misturar com a tinta preta para não perderem a sua capacidade de brilhar e, como qualquer tatuagem, a longevidade está diretamente ligada com a quantidade de energia que gasta a tratar dela.

Fez-se luz!

Deixe-se contagiar pelas cores vibrantes no trabalho de alguns destes tatuadores.

  • Instagram/@_____tukoi_____
    1 / 15

  • Instagram/@dziabkianki
    2 / 15

  • Instagram/@heart.haney
    3 / 15

  • Instagram/@_____tukoi_____
    4 / 15

  • Instagram/@nhi.ink
    5 / 15

  • Instagram/@autochthonous_tattoos
    6 / 15

  • Instagram/@yeonjae_tattoo
    7 / 15

  • Instagram/@needlevvoman
    8 / 15

  • Instagram/@dziabkianki
    9 / 15

  • Instagram/@equilattera
    10 / 15

  • Instagram/@_____tukoi_____
    11 / 15

  • Instagram/@dziabkianki
    12 / 15

  • Instagram/@pawsk
    13 / 15

  • Instagram/@yujin_tattoo
    14 / 15

  • Instagram/@needlevvoman
    15 / 15

Últimos