Moda

Colares corrente: a nova tendência para a primavera já chegou

O decote ganha um novo enfâse, seja em tamanho XXL, seja com múltiplos ornamentos. Dizemos adeus aos colares minimalistas e recebemos de braços abertos as correntes metálicas.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Colares corrente: a nova tendência para a primavera já chegou
© Imaxtree
Marta Chaves
Escrito por
Mar. 12, 2020

Esta primavera-verão, no que diz respeito a bijutaria, quanto mais, melhor – principalmente se estivermos a falar de colares.

Em destaque estão os colares corrente que assumem a liderança no mundo dos acessórios, em tons metalizados, sobretudo em dourado e prateado. Seja com decotes redondos ou em V, as correntes são bem-vindas em qualquer um dos casos.

;

;

Colares corrente para usar nesta estação

  • Colar curto

    colar corrente h&m

    Colar curto

    H&M

    14,99€

    1 / 11

  • Colar com várias correntes

    colar corrente mango

    Colar com várias correntes

    Mango

    15,99€

    2 / 11

  • Colar curto

    colar corrente bimba y lola

    Colar curto

    Bimba Y Lola

    55€

    3 / 11

  • Colar de elos

    colar corrente H&M

    Colar de elos

    Zara

    12,95€

    4 / 11

  • Colar de dois tons

    colar corrente marni

    Colar de dois tons

    Marni

    390€

    5 / 11

  • Colares de corrente múltiplos

    colar corrente parfois

    Colares de corrente múltiplos

    Parfois

    12,99€

    6 / 11

  • Colar com correntes

    colar corrente uterque

    Colar com correntes

    Uterqüe

    49€

    7 / 11

  • Colar dourado

    colar corrente pedra dura

    Colar dourado

    Pedra Dura

    59€

    8 / 11

  • Colar de corrente torcida

    colar corrente h&m

    Colar de corrente torcida

    H&M

    4,99€

    9 / 11

  • Corrente entrelaçada

    colar corrente zara

    Corrente entrelaçada

    Zara

    17,95€

    10 / 11

  • Colar de dupla corrente

    colar corrente la redoute

    Colar de dupla corrente

    La Redoute

    9,74€

    11 / 11

A versão original deste artigo foi publicada na revista Saber Viver nº 233, março de 2020

Últimos