Tecnologia

Instagram restringe acesso de menores a posts sobre perda de peso

É a nova regra que tanto o Facebook como o Instagram vão pôr em vigor a fim de se tornarem “lugares positivos para todos”. Proteger os menores destes produtos é também o objetivo.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Instagram restringe acesso de menores a posts sobre perda de peso
© Getty Images
Marta Chaves
Escrito por
Out. 07, 2019

Parece que há muito a mudar nas redes sociais nos próximos tempos e para (bem) melhor. O Instagram anunciou que vai aplicar restrições de idades a publicações que promovam produtos para fazer dieta, de detox e cirurgias estéticas a menores de idade.

As preocupações em relação ao impacto que estas publicações podem ter nos mais novos, tanto na saúde mental como na imagem que têm do corpo, são as justificações que a rede social apresenta para implementar esta medida.

“Queremos que o Instagram seja um lugar positivo para todos”, explica Emma Collins, manager da política pública do Instagram. “Esta política é parte do nosso trabalho para reduzir a pressão que por vezes as pessoas sentem ao usar redes sociais“.

Além de estas publicações ficarem ocultas, o Instagram vai também eliminar outras que prometam resultados “milagrosos” sobre um produto de perda de peso que tenha um link para uma oferta comercial ou código de desconto. Tudo será analisado pela rede social e a medida aplica-se também ao Facebook.

O contributo de Jameela Jamil

A atriz da série The Good Place teve um papel determinante nestas regras implementadas pelo Instagram, uma vez que é uma crítica fervorosa destes tipos de produtos. Conhecida por ser também ativista e autora da conta de Instagram I Wight, sobre body positivity, a atriz lutou para proteger os menores de 18 anos destas promoções constantes de perfeição.

“Esta é uma enorme vitória para a nossa luta contra a indústria de produtos de dieta e detox”, afirma Jameela Jamil à revista Elle americana. “O facto de o Facebook e o Instagram marcarem uma posição para proteger a saúde física e mental das pessoas envia uma mensagem importante ao mundo”.

A atriz já tinha criticado publicamente várias celebridades, sobretudo mulheres, que promovem produtos deste tipo. Foi o caso da família Kardashian, Cardi B e até mesmo Beyoncé.

Chegou mesmo a lançar uma petição online (stop celebrities promoting toxic diet products on social media) para proibir que isto acontecesse.

Por agora, não se sabe quando é que esta medida vai começar a ser implementada.

Últimos