Dicas para aliviar a mochila dos seus filhos (e proteger-lhes as costas)

O peso que os miúdos carregam todos os dias para a escola pode provocar, a longo prazo, problemas sérios nas costas. Tenha atenção às mochilas e siga as nossas sugestões.

São muitos os materiais escolares que cada criança tem de levar para a escola todos os dias, dentro de uma mochila. Além de terem de andar com eles de um lado para o outro – muitas vezes de sala para sala, quantas vezes não correm, até, com todo este peso às costas? É nesta idade que podem começar futuros problemas de coluna.

“Isto provoca lesões musculares e uma postura inadequada da coluna e do tronco, que a criança adota para compensar o peso excessivo às costas”, explica à Saber Viver o médico neurocirurgião e coordenador da Campanha Olhe pelas Suas Costas, Bruno Santiago.

É importante que esteja atenta a possíveis dores nas costas, ombros e pescoço, recorrentes ou não, pois são dos sintomas mais frequentes nas crianças que carregam demasiado peso às costas. Como refere o especialista: “A  longo prazo, presume-se que a sobrecarga e postura inadequada, de forma persistente, podem contribuir para um ‘desgaste’ mais precoce dos discos intervertebrais, embora ainda não esteja demonstrada essa correlação do ponto de vista científico.”

Antes de colocar a mochila às costas dos miúdos, siga estas dicas

Na hora de fazer a mala para a escola, os pais devem ter em atenção que só deve ser transportado aquilo que é essencial para o dia. “Idealmente, o peso máximo da mochila não deve exceder 10% do peso corporal da criança. Pode considerar-se que numa criança com 30 kg, por exemplo, o peso da mochila não deve exceder os 3 kg”, explica o médico Bruno Santigago.

Siga as seguintes sugestões do médico e da campanha “Olhe Pelas Suas Costas”:

Cuidado com o tamanho da mochila. “Escolher uma mochila de tamanho reduzido pode facilitar este processo. O tamanho, o material da mochila e o peso a transportar são fatores decisivos no momento da escolha e permitem assegurar o bem-estar da criança e a saúde da coluna a longo prazo”, aconselha o especialista.

Se houver possibilidade de ter um cacifo, tenha um. “O ideal seria que cada criança só tivesse de transportar os livros de uma disciplina de cada vez. Assim, a utilização de cacifos e a transformação digital dos manuais escolares são soluções que podem revelar-se eficazes para a proteção da coluna das crianças.”

Veja bem o interior da mochila. “Os pais devem, ainda, escolher mochilas com vários compartimentos para distribuir o peso e com duas alças largas e bem almofadadas, que devem ser sempre colocadas em ambos os ombros.”

A mochila deve ter duas alças largas e almofadadas, de modo a não desencadear contraturas musculares na criança;

A mochila deve ser colocada ao centro da coluna da criança e o tamanho não deve ultrapassar o nível superior dos ombros, recomendando-se ainda uma utilização simétrica nos dois ombros;

Se o percurso até à escola for longo e sem escadas, a mochila com rodas (trolley) pode ser uma opção, uma vez que alivia a carga nas costas. No entanto, estes modelos podem conduzir a esforços ao subir escadas e transportes públicos e o plástico ou o metal da sua estrutura habitualmente são pesados, podendo  ser prejudiciais para as costas da criança quando colocadas aos ombros.

Calcule o peso e compre a mochila certa

Mochila com flores
Andy Warhol x Eastpak, 60€


Mochila Minnie
Vertbaudet, 19,99€


Mochila com bonecos
Tous, 55€


Mochila com corações
Marshmallow, 34,90€


Mochila amarela
Kiabi, 12€


Mochila Minnie Mouse
Zippy, 15,99€


Mochila com pranchas
Unkeeper, 28,45€


Mochila colorida
American Tourister, 35€


Trolley com flores
Totto, 64,95€


Já comprou a mochila do seu filho este ano? Saiba ainda como proteger a privacidade das crianças no Instagram.

Comentários

Dicas para aliviar a mochila dos seus filhos (e proteger-lhes as costas)

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.