© Unsplash

Aprenda a lidar com pessoas tóxicas e melhore as suas relações em 2019

É incontornável, as pessoas tóxicas existem. E muitas vezes, não temos outra alternativa senão conviver com elas no dia a dia. Saiba como identificá-las e aprenda três estratégias para saber lidar este tipo de relações.

“As pessoas tóxicas existem e sempre existirão. Elas são capazes de agitar a tua serenidade interior e de chegar a levar-te aos limites”. Quem o diz é Francisca Guimarães, autora do blogue Miss Kale e do livro Escuta o Teu Corpo (Matéria-Prima), à Saber Viver.

Entusiasta de um estilo de vida saudável e equilibrado, a autora identifica cinco tipo de pessoas tóxicas comuns nas nossas vidas. São elas que quase sempre “criam um estado de desarmonia” e cujos comportamentos refletem geralmente insegurança, raiva, egoísmo e outros sentimentos que magoam os outros.

5 tipos de pessoas tóxicas

As fofoqueiras

“Este tipo de pessoas tóxicas parece obter prazer em falar sobre a vida dos outros e, principalmente, sobre os seus infortúnios. É como  se o seu alimento fosse a coscuvilhice e infelicidade alheia.”

As coitadinhas

“São as típicas ‘rainhas-do-drama’, que adoram complicar e dramatizar tudo aquilo que sucede nas suas vidas. Tendem a focar-se sempre no lado negativo e a ver a realidade como sendo um ataque constante a elas mesmas.”

Os vampiros energéticos

“Eles sugam a tua energia, principalmente no caso de teres uma frequência energética mais alta. Na maioria das vezes, este fenómeno é inconsciente, uma vez que acontece somente a nível energético. Contudo, isto também pode acontecer quando estas pessoas te consomem com os seus dramas, julgamentos, manipulações e comportamentos agressivos.”

Os manipuladores

“Possuem uma capacidade incrível em te ler, perceber quais os teus pontos fracos, o que gostas e desgostas, o que desejas e, de acordo com essa informação, manipular-te de acordo com os seus objetivos. Eles querem sempre obter algo de ti, seja a tua atenção, aprovação, submissão ou até mesmo alguma coisa que tu tenhas e eles não.”

Os agressivos

“São pessoas que apresentam problemas agudos e desenfreados de raiva. São pessoas mentalmente e emocionalmente fracas e instáveis e que pouco ou nenhum controle têm sobre os seus impulsos. São autênticas bombinhas-relógio que a qualquer momento (…) explodem a sua negatividade para todo o lado.”

 

“As pessoas tóxicas existem e sempre existirão. Elas são capazes de agitar a tua serenidade interior e de chegar a levar-te aos limites. Tu não tens de assistir aos seus dramas, nem ser alvo das suas tentativas de manipulação.” Francisca Guimarães, do blogue Miss Kale

© D.R.

3 estratégias para saber lidar com pessoas tóxicas

De acordo com um estudo citado por Travis Bradberry, co-autor do livro Inteligência Emocional 2.0, a nossa exposição a estímulos que provoca emoções negativas fortes – como por exemplo lidar com pessoas tóxicas, leva o cérebro a uma resposta massiva de stresse.

Mas é possível aprender a lidar então com este tipo de pessoas “de maneira a conseguir manter a paz e não ser atormentada pelos seus devaneios”, explica Francisca. E, por isso, partilhou três estratégias para nos ajudar nesta tarefa.

1. Reconheça a parte em si que aceita relacionar-se

relações tóxicas

© Unsplash

“As pessoas tóxicas existem. A questão é: o que é que em si aceita relacionar-se com elas? Este reconhecimento requer uma tomada de consciência extremamente honesta. Não é fácil chegar à conclusão de que tem responsabilidade sobre o sofrimento pelo qual passou com a outra pessoa.

Talvez o comportamento que ela/ele teve consigo, não tenha sido o mais correto, mas a escolha de permanecer em tal relacionamento, foi inteiramente sua. No fundo, e apesar de saber que aquela dinâmica não a estava a beneficiar, escolheu ficar. Mas porquê?

Todos temos o nosso lado sombra, como Carl Jung explica. Esta parte que existe em si, e em todos nós, contém, entre outros, insegurança, fraca autoestima, diversas carências, medo da rejeição, medo da solidão e uma profunda e inconsciente necessidade de aceitação, amor e aprovação por parte dos outros.

Na maioria das vezes, este tipo de respostas – quer a submissão quer a agressão – alimentam as pessoas tóxicas, uma vez que lhes dão poder.

Todos estes aspetos que poderão estar mais ou menos presentes em si – dependendo da história de vida, personalidade, desenvolvimento interior, etc. -, são um terreno fértil para as pessoas tóxicas semearem as suas urtigas.

Elas conhecem as suas fragilidade, os pontos sensíveis e até mesmo as suas feridas. E, baseadas nestas pistas, conseguem então desenvolver uma minuciosa estratégia de manipulação. E isto acontece mesmo que, na maioria das vezes, nem seja algo propriamente consciente ou premeditado.

É preciso que tome consciência dos aspetos, dentro do seu lado sombra, que podem estar a atrair e criar uma relação com este tipo de pessoas. Deste modo, será mais fácil proteger-se e ganhar forças para se afastares de tais companhias. Não se esqueça nunca de que merece muito melhor!”

2. Em vez de reagir às provocações, experimente este truque…

amizades tóxicas

© Unsplash

“Pense numa pessoa tóxica que exista neste momento na sua vida ou que tenha existido no passado. Recorda-se de algum episódio em específico que a tenha perturbado? Como é que reagiu aos seus comportamentos e provocações? Será que permaneceu passiva e submissa ou que, por outro lado, reagiu com raiva, ira e atacando de volta?

Na maioria das vezes, este tipo de respostas – quer a submissão quer a agressão – alimentam as pessoas tóxicas, uma vez que lhes dão poder. No momento em que reage, elas ficam a saber que ainda têm a capacidade de a incomodar e isso dá-lhes mais poder.

Há uma grande tendência em encobrirmos a outra pessoa, uma vez que a verdade sobre quem ela/ele realmente é, poderá ser muito dolorosa de suportar.

Deste modo, torna-se essencial que, mais uma vez, tome consciência sobre qual o seu padrão-resposta às provocações das pessoas tóxicas. E que experimente o seguinte truque: a partir de um lugar de muita calma e assertividade, pergunte-lhe – ‘porque é que me estás a dizer estas coisas? Porque é que te estás a comportar desta maneira? O que é que estás a tentar conseguir com esta atitude?’.

Este tipo de questões, isentas de julgamento e ataque, ajudam a despertar a consciência da outra pessoa do quão incorretos e, em certos casos, até mesmo patéticos os seus comportamentos estão a ser.”

3. Estabeleça os seus limites

comunicar por escrito com pessoas tóxicas

© Unsplash

“Estabelecer limites é talvez uma das coisas mais difíceis de se fazer, principalmente no que diz respeito a pessoa tóxicas. O medo da rejeição, do julgamento ou da reação que poderão ter a tal atitude, é, na maioria das vezes, suficientemente forte para nos fazer dar um passo atrás.

Este recuar pode manifestar-se num rol de desculpas que frequentemente pode fazer, tais como ‘ele não é assim tão mau. Coitado, está a passar por uma má fase. Ele lá no fundo até é boa pessoa’. E então, deixa-se ficar.

Há uma grande tendência em encobrirmos a outra pessoa, uma vez que a verdade sobre quem ela/ele realmente é, poderá ser muito dolorosa de suportar. Pode optar por encarar a realidade tal como é, mesmo que feia e penosa, ou então continuar a fazer de conta. Mais uma vez, a escolha é sua.

Estes limites podem traduzir-se em deixar claro que tem o direito de ser respeitada em todos os aspetos e em todos os momentos, especificando em que é que esse respeito e desrespeito consiste para si. Por exemplo: ‘sinto-me desrespeitada quando gritas comigo’; ‘gostaria que falasses com um tom de voz mais baixo e sereno’.

Também pode optar por comunicar com essa pessoa apenas por escrito. Esta é uma barreira que funciona muito bem e que certamente a protegerá bastante.

Acredito que o respeito por si mesma passe pela criação de limites saudáveis o que, em certos casos, pode incluir o distanciamento, por mais duro que possa ser. Por amor e respeito à pessoa que é, então afasta-se. Lembre-se: merece melhor!”


 

Agora que já sabe como lidar com as pessoas tóxicas da sua vida, descubra ainda como é que homens e mulheres pedem desculpa (há mais diferenças do que possa pensar…).

Comentários

Aprenda a lidar com pessoas tóxicas e melhore as suas relações em 2019

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.