Bem-estar

Meditação do mês: despertar para uma mente positiva

Meditar é saber escutar a voz da alma, sentir o coração e tocar na verdade da nossa essência. Deixe-se levar e desperte para uma mente positiva.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Meditação do mês: despertar para uma mente positiva
© Getty Images
Rute Caldeira, cronista
Escrito por
Ago. 11, 2020

*Todos os meses, a professora de meditação Rute Caldeira guia as leitoras da Saber Viver numa meditação exclusiva. É hora de fechar os olhos e deixar-se ir.

A gratidão é uma das chaves mestre para elevarmos de forma rápida a nossa energia e modificarmos o nosso estado de espírito, que muitas vezes está perdido pelas espirais do medo, da insegurança ou do cansaço.

Quanto mais trabalhar a gratidão, mais facilidade terá em alcançar uma mente positiva.

Meditação despertar para uma mente positiva

Com os olhos fechados e numa posição confortável, comece por concentrar a sua atenção na respiração, leve as suas mãos ao ventre. Sinta o ar a entrar e a sair, ao mesmo tempo que o seu ventre se expande e retrai.

Durante os  primeiros 30 segundos estarás completamente focada na respiração, enchendo e esvaziando por completo os pulmões de ar… Profundamente sintonizada com o ar que entra e com o ar que sai do seu corpo.

Mantendo os olhos fechados, comece agora a trazer à sua consciência os vários motivos pelos quais deve estar imensamente grata.

Pense, é bom pensarmos sobre as coisas que nunca agradecemos, por considerarmos que são dados adquiridos, quando na verdade não o são.

Torne-se consciente de que tudo isto que agradece está aí, disponível para si todos os dias da sua vida
Rute Caldeira Rute Caldeira

Vou ajudar neste exercício: imagine que estás sentada no meio do planeta Terra e que consegue a partir desse lugar observar toda a sua vida, a terra, a natureza, os seres vivos, a sua vida e tudo o que tem. O que vê, em consciência, fá-la quase sentir que é a primeira vez que vê tudo isto “com olhos de ver”.

Nessa visão tão bonita e ampla sobre o nosso planeta, começa a sentir-se naturalmente grata por estar viva, grata por mais um dia em que acorda e tem a oportunidade de fazer diferente.

Grata pelo Sol que lhe dá luz, pela Lua que lhe ilumina graciosamente as noites, pelas árvores que lhe dão oxigénio… Pelos oceanos, pelos rios, pela água que te permite saciar a sede.

Grata pelo som dos pássaros que nos inspiraram a voar. Grata pelas abelhas que permitem a polinização, mantendo o planeta colorido e vivo. Grata por todos os animais e pela forma como eles embelezam as florestas, os jardins, as selvas e savanas…

Sinta-se grata por todos os sítios que já visitou, pelas praias onde já mergulhou, pela areia suave que já tocou nos seus pés.

Sinta-se grata pelas estrelas e por todos os pedidos que já se possam ter concretizado depois de falar e olhar para elas…

Sinta-se grata por amar. Grata por ser abraçada, por receber e dar sorrisos, sinta-se grata por todas as pessoas que a fazem sentir amor, pela família, pelos amigos, pelas paixões…

Sinta-se grata por ter casa, roupas para vestir, comida para se alimentar. Mantas para a aquecer, chuveiro para se lavar…

Torne-se consciente de que tudo isto que agradece está aí, disponível para si todos os dias da sua vida. Mantenha-se no centro do planeta, mantenha essa observação, mantenha essa consciência…

Inspire e expire profundamente várias vezes seguidas, observando como se sentes após este exercício de gratidão e consciência.

Rute Caldeira é professora de meditação e ioga, palestrante, mestre em reiki, facilitadora de retiros espirituais, nacionais e internacionais, PNL practitioner e especialista em desenvolvimento espiritual. É autora dos livros Liberta-te de Pensamentos Tóxicos (2016),  Simplifica a Tua Vida (2017) e O Poder da Meditação (2019). Pode acompanhá-la diariamente no FacebookInstagram e Youtube

Últimos