Beleza

Tratamentos estéticos: saiba o que aí vem

Se por um lado assistimos ao fim de uma era, com a diminuição das cirurgias plásticas, por outro vemos nascer outra, em que o botox e o ácido hialurónico são as estrelas. Dizemos-lhe quais os tratamentos estéticos que estão a dar que falar.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Tratamentos estéticos: saiba o que aí vem
© Getty Images
Mariana Nave
Escrito por
Abr. 19, 2020

Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), ao longo dos últimos anos tem-se assistido a um aumento da procura de procedimentos não invasivos, com especial destaque para aqueles que preenchem o rosto.

Ao refletirmos sobre o assunto, não é difícil compreender porquê. Se há 20 anos mudar o formato do nariz ou dar volume às maçãs do rosto envolvia uma anestesia geral e semanas de recuperação, atualmente estas alterações fazem-se numa hora de almoço.

Podemos agradecer ao Instagram pela mais recente obsessão com lábios ridiculamente enormes, sobrancelhas levantadas e rostos sem rugas. Ícones pop como o clã Kardashian falam abertamente sobre os procedimentos que fizeram e isso deu origem a que conceitos como fillers, botox ou fios tensores fizessem parte do vocabulário diário.

Em poucos minutos

A grande novidade do ano dá-se no nariz, mais precisamente através de uma técnica chamada nose threading, também conhecida por rinoplastia de hora de almoço.

Apesar de o procedimento já ter sido desenvolvido há cerca de 15 anos, em Seoul, só agora começou a tornar-se popular um pouco por todo o mundo. Isto deve-se principalmente à rapidez com que é feito – perto de 30 minutos – e ao facto de não exigir tempo de recuperação.

A técnica consiste em inserir fios tensores em polidioxanona pela ponta do nariz, de forma a estreitar e redefinir a ponte. Este procedimento não é permanente, visto que os fios são absorvidos pela pele gradualmente. No entanto, como estimulam a produção natural de colagénio, os resultados podem durar até dois anos. Mas há mais!

Se em 2019 as tatuagens cosméticas se restringiam a olheiras, sobrancelhas e lábios, 2020 vai pôr fim a qualquer limite com a chegada da técnica BB Glow.

Este procedimento assenta numa técnica de tatuagem semipermanente em todo o rosto, de forma a uniformizar o tom de pele, como se de uma base de maquilhagem se tratasse.

À semelhança da técnica anterior, realiza-se em pouco tempo e os seus resultados não são permanentes, permitindo aos consumidores ir adequando a intensidade às suas necessidades.

Década de mudanças

Além destes dois tratamentos, os cirurgiões internacionais acreditam que existem outros que vão ser muito procurados ao longo do ano, principalmente pelo facto de não serem tão invasivos quando as cirurgias. São eles:

Definição do maxilar com recurso a injetáveis

Este tratamento estético é possível através da junção de um tipo de filler e de um cálcio sintético que se assemelha bastante à dureza do osso, mais do que o ácido hialurónico. Esta mistura é injetada na parte de trás do maxilar até se adquirir o formato desejado.

Faciais com botox

O objetivo deste procedimento é atuar como prevenção através da ação combinada da toxina botulínica e do microneedling, que suaviza e ilumina o rosto.

Alteração do formato do queixo através de injetáveis

À semelhança do maxilar, este procedimento também é feito com fillers cujo tamanho das moléculas são maiores do que o ácido hialurónico, de forma a dar estrutura e criar um efeito lifting.

Tratamentos para redefinir o formato do corpo, também conhecido como body contouring

Este tipo de tratamentos será feito através de procedimentos não invasivos como alterações de temperatura para reduzir a gordura, estimulação da pele para ficar mais definida, aumento do tamanho dos músculos, radiofrequência ou até injetáveis para reduzir a celulite.

Últimos