Regras de um especialista para comprar voos baratos

Sendo as passagens aéreas a parte mais cara da maioria das viagens, é natural que poupar nesta área seja uma missão desejada por todas nós. Fomos à procura das melhores dicas e contamos-lhe como comprar voos baratos.

Antes de mais, convém dizer que não há milagres. É essa a primeira lição que aprendemos com o blogger de viagens Filipe Morato Gomes. “Hoje em dia, os voos não são tão acessíveis como antigamente. Basta lembrar que não há muitos anos se arranjavam voos entre Portugal e o Brasil por pouco mais de 300 euros, ida e volta. E eu já comprei um voo de ida e volta entre o Porto e Dublin por 0,02 euros, preço final”, lê-se no seu blogue.

A verdade é que, com a introdução de suplementos de combustível e o aumento das taxas de segurança e outras penalizações, é cada vez mais difícil comprar voos baratos. E nem as low cost parecem escapar a este aumento generalizado de preços, confessa o blogger.

Felizmente, ainda é possível encontrar boas oportunidades. A chave para as encontrar é ter flexibilidade, persistência e estar bem informado, já que há promoções que duram apenas um par de dias (ou menos).

Filipe Morato Gomes dá, por isso, algumas sugestões de como comprar voos baratos, que nos vão ajudar a encontrar a viagem que procuramos.

Como comprar voos baratos: 9 regras infalíveis (duas de ouro)

1. Pesquise num agregador global

Alguns exemplos são a Momondo ou o Skyscanner. São agregadores globais que incluem diferentes sistemas de pesquisa nos seus resultados e com isso aumentam a possibilidade de encontrar boas ligações e preços baixos.

2. Verifique que companhias voam para o destino 

Quando visitar o Skyscanner, por exemplo, aproveite para tomar nota das principais companhias que voam para
o destino. Para isso, atente ao lado direito dos resultados da pesquisa, onde se indica ‘Principais operadores nesta
rota’.

3. Procure datas de voos alternativas (o ouro está aqui!)

Talvez o mais importante requisito para conseguir voos baratos seja ter flexibilidade de datas.

4. Visite os sites das companhias aéreas

Identificadas as companhias preferenciais e tendo uma ideia das melhores datas, o passo seguinte é confirmar os preços diretamente nos sites das companhias aéreas referidas. Mais importante, esta é a altura ideal para visualizar os preços em forma de ‘calendário’  conseguir descobrir voos ainda mais baratos.

5. Tenha atenção aos tempos de ligação nos aeroportos e ao número de escalas

Convém reparar que, por vezes, os voos mais baratos implicam muitas horas de espera nos aeroportos de ligação.

6. Estude rotas alternativas

Apesar de estar muito satisfeito com o preço encontrado, nunca compre um bilhete com origem em Portugal sem
fazer uma última verificação. Filipe Mourato Gomes não aconselha este passo a toda a gente, porque implica quase
sempre comprar dois bilhetes distintos, com os riscos a isso inerentes. Mas tente partir de outro aeroporto,

7. Reserve os voos sem hesitar

Uma vez identificada com sucesso uma passagem aérea barata, não há que hesitar. É reservar e comprar imediatamente. Porque, com a velocidade a que os preços da aviação se alteram, no dia seguinte pode ser tarde demais.

8. Não se esqueça de comprar voos com antecedência…

… Assim como pesquisar regularmente, já que “as tarifas das companhias aéreas são uma espécie de montanha russa; hoje estão muito altas, amanhã em queda, daqui a uma semana, mais altas ainda”.

9. Escolha o melhor dia para comprar (mais ouro!)

Qual o melhor dia para comprar viagens de avião? Segundo um estudo da Expedia e da Airlines Reporting Corporation, é o domingo. Especialmente se está a reservar com mais de 21 dias de antecedência. Ao que parece, por norma, os fins de semana são uma boa altura para comprar, mas definitivamente não à sexta-feira, devido ao aumento de trabalho nas reservas de viagens.

Seguindo estas dicas, pode-se poupar mais de 30% para viagens para a Europa e 17% para viagens dentro do país de origem.


Agora que já sabe como comprar voos baratos, escolha a seu próximo destino de sonho em modo lowcost.

A versão original deste artigo foi publicada na revista Saber Viver nº 217, julho de 2018.
Mais sobre dicas , férias

Comentários

Regras de um especialista para comprar voos baratos

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.