© Getty Images

Ajuste o seu relógio biológico interno e tenha o sono perfeito

Este pode ser um verdadeiro drama: não conseguir dormir, por diferentes motivos, e o cansaço tomar conta de nós no dia seguinte. O nosso relógio biológico pode não estar a funcionar como deveria. Nós explicamos.

É frustrante dar voltas e voltas na cama e não conseguir adormecer. Ao que parece, o nosso relógio biológico interno pode ser a raiz do problema. Till Roenneberg, cronobiologista e investigador, acredita que o sono perfeito está em ajustar a nossa vida aos ritmos circadianos e explica-nos porquê.

Ajuste o seu relógio biológico e durma melhor

Qual a importância do relógio biológico interno?

Não há função do nosso corpo que não seja regulada pelo nosso relógio biológico interno. O sono é o processo mais óbvio, porque, durante cerca de oito horas por dia, ficamos inconscientes, não podemos fazer nada, estamos ‘desligados’. Mas esta é apenas uma de milhares de funções.

Que impacto tem na saúde?

Dispomos de inúmeros dados correlativos que demonstram que quem vive contra o seu relógio natural tem uma maior probabilidade de vir a ter doenças. O relógio biológico interno orquestra tudo o que acontece no corpo, mas, se trabalhamos por turnos, por exemplo, estamos acordados ou a comer quando deveríamos estar a dormir, não admira que isso tenha consequências no metabolismo. Se come quando o corpo não quer comida, não consegue digerir de forma adequada, pode vir a desenvolver diabetes, por exemplo.

Como saber qual é o meu cronotipo?

Pense na seguinte situação: a que hora adormeceria e acordaria se não tivesse despertador, trabalho, filhos pequenos, parceiro ou gato? E é o meio desse período, entre o momento em que adormece e acorda, que define o seu cronotipo.  O mais comum para  a maioria da população é o meio situar-se às quatro da madrugada, se for à uma da manhã já é cedo. As quatro horas da manhã são uma boa fronteira: se o meio da sua noite de sono for antes, é matutino, se for após as quatro, é tardio.

Mas a vida atual impõe outro ritmo?

Estamos atrasados face ao nosso ritmo natural. Vivemos num bunker com luz artificial sempre com a mesma intensidade e os sinais que ativam o nosso relógio biológico não estão presentes. Se vivêssemos em condições de luz natural, o meio da nossa noite seria à meia-noite, o que significa que adormeceríamos pelas 20h e acordaríamos entre as quatro e as seis. É o que acontece quando se vai acampar e não se têm distrações durante a noite, o mais certo é adormecer entre as 20h e a 1h.


Sofre de insónias? Saiba o que pode fazer para que isto deixe de acontecer.

A versão original deste artigo foi publicada na revista Saber Viver nº 220, outubro de 2018
Mais sobre mente e emoções

Comentários

Ajuste o seu relógio biológico interno e tenha o sono perfeito

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.