Bem-estar

Meditação do mês: consciência na respiração

Um dos nosso grandes problemas é querer começar um ano de forma diferente, mas colocar sempre a mesma barreira – a falta de tempo. Precisamente a pensar nisso, deixo este mês uma meditação de cinco minutos apenas, para enraizar o hábito de colocar o foco na respiração e de sentir as portas que a meditação nos abre – aprender a estar no presente e a usufruir dele.

Untitled-7 Untitled-7 Untitled-7
Meditação do mês: consciência na respiração
© Getty Images
Rute Caldeira, cronista
Escrito por
Jan. 12, 2020

*Todos os meses, a professora de meditação Rute Caldeira guia as leitoras da Saber Viver numa meditação exclusiva. É hora de fechar os olhos e deixar-se ir.

Antes de começares qualquer meditação, lembra-te de que será importante, primeiro que tudo, estar numa posição confortável. As pernas podem estar esticadas, mas, atenção, a tua coluna deve estar direita.

Uma vez que estes cinco minutos correspondem ao início de um grande hábito que vais adquirir, opta por não o fazer deitada, escolhe uma posição confortável em que estejas sentada.

Se fizeres a meditação num espaço fechado, prepara esse espaço amorosamente para ti, acende incenso ou uma vela e deixa que tudo à tua volta te envolva com um ambiente leve e tranquilo.

Depois de teres tudo preparado, podes agora fechar os olhos. Disponibiliza o teu corpo para mergulhares nesta meditação.

Meditação com consciência na respiração

Traz uma das tuas mãos (ou até ambas) ao teu umbigo, pousa as mãos no teu ventre e começa a partir desse momento a concentrar todo o teu foco na respiração. Sente o ar a entrar e a sair, sem forçar, e numa respiração completamente natural acompanha a tua inspiração e expiração.

Vais notar que à medida que inspiras o teu abdómen se expande, e à medida que expiras o teu abdómen recolhe. Durante alguns segundos, este é o teu objeto de atenção: inspira, expira, inspira, expira, e fica numa completa sintonia com o ar que entra e que sai do teu corpo. Torna-te um só com a tua respiração.

Mergulha agora num nível mais profundo. Vais manter a atenção no ar que entra e que sai, com a diferença de que agora a tua respiração será mais profunda.

Quem tiver vontade de enraizar com mais firmeza, poderá praticar de manhã e à noite, antes de dormir
Rute Caldeira Rute Caldeira

Inspira (sempre pelo nariz) até não existir mais ar para entrar, sentindo uma expansão mais intensa a nível do abdómen. Guarda o ar durante cinco segundos.

Agora, expira até não existir mais ar para sair, sentindo o teu ventre a recolher.

Vai repetindo esta respiração profunda, todo o teu foco está no ar que entra e no ar que sai, no ar que entra e no ar que sai, a ponto de te tornares uno com a tua respiração.

No último minuto, “esquece” a respiração e usufrui apenas do silêncio, permite-te ficar a observar apenas o que aconteceu ao teu corpo e à tua mente.

Quem tiver vontade de enraizar com mais firmeza, poderá praticar de manhã e à noite, antes de dormir.

Esta meditação existe em áudio, o que vai facilitar o teu processo. São apenas cinco minutos, não há desculpa para não abraçar esta prática.

Rute Caldeira é professora de meditação e ioga, palestrante, mestre em reiki, facilitadora de retiros espirituais, nacionais e internacionais, PNL practitioner e especialista em desenvolvimento espiritual. É autora dos livros Liberta-te de Pensamentos Tóxicos (2016),  Simplifica a Tua Vida (2017) e O Poder da Meditação (2019). Pode acompanhá-la diariamente no FacebookInstagram e Youtube

Últimos